Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8911
Tipo: Dissertação
Título: Globalização, desenvolvimento econômico e o agronegócio brasileiro na década de 90
Globalization, economic development and the brazilian agrobusiness in the 90-ies
Autor(es): Lima, Maria do Socorro Erculano de
Abstract: O processo de globalização da economia brasileira foi impulsionado na década de 90, quando o Brasil atravessava uma fase crítica, nos campos econômico, social e político. A implantação do Plano Collor, em março de 1990, conduziu a economia brasileira a uma recessão profunda: o desemprego aumentou, os salários reais caíram, os programas sociais foram reduzidos. Nesse contexto, foram retiradas as barreiras ao movimento de mercadorias e capitais, com o argumento de que, ao expor os setores produtivos internos à concorrência externa, haveria ganhos de produtividade e, em decorrência, a economia e a sociedade brasileiras seriam beneficiadas, uma vez que estes ganhos seriam suficientes para conduzir o país ao nível de desenvolvimento equiparável aos países do Primeiro Mundo. A partir de 1994, com a implantação do Plano Real, todas as políticas implementadas tiveram o objetivo central de garantir a estabilidade monetária e, para tanto, as barreiras comerciais foram reduzidas, aumentando-se as importações de forma considerável, favorecendo o consumidor no curto prazo. Contudo, no longo prazo, estes benefícios tendem a ser eliminados, aumentando o desemprego; comprimindo os salários e aumentando o grau de concentração do mercado, devido ao grande número de fusões e aquisições de empresas nacionais. Destarte, a falta de objetivos com relação ao desenvolvimento nacional fez com que o país não atingisse nem o desenvolvimento para fora (meta neoliberal), nem o desenvolvimento para dentro (meta nacionalista). Portanto, é oportuno que haja um modelo de desenvolvimento que, à semelhança dos países desenvolvidos, saiba conciliar protecionismo com liberalismo. Tal modelo só será possível se pautado no planejamento estratégico para o desenvolvimento, contemplando a reestruturação da economia (sobretudo no que tange ao mercado interno) para a efetiva inserção competitiva no mercado internacional.
The globalization process of the Brazilian economy was impelled in the 90-ies, when Brazil faced a critical phase in the economic, social and political fields. The implantation of the Collor’s Plan on March 1990 led the Brazilian economy to a deep recession: the unemployment increased, the real wages dropped, and the social programs were reduced. In this context, the barriers to the movement of merchandises and capitals were removed based on the argument that, when exposing the internal productive sectors to the external competition, some productivity gains would occur, and the economy and the Brazilian society would consequently be benefited, since these gains would be enough to conduct the country to the development level comparable to the First World countries. With implantation of the “Plano real” in 1994, the main objective of all the implemented policies was to guarantee the monetary stability, and in order to reach this goal the commercial barriers were reduced, by considerably increasing the imports, so favoring the consumer in the short term. In the long term, however, these benefits tend to be eliminated, therefore increasing the unemployment, compressing the wages and increasing the market concentration level, due to the high number of coalitions and acquisitions of the national companies. Due to this lack of objectives in relation to the national development, the country did not reach the outwards development (neoliberal goal) nor the development inwards (nationalist goal). Thus, it is really opportune to have a development model that would reconcile protectionism with liberalism, likely in the developed countries. Such a model would only be possible when based on a strategic planning for the development, contemplating the restructuring of the economy (mainly concerned to the internal market) for the competitive effective insertion in the international market.
Palavras-chave: Recessão
Desemprego
Salários
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: LIMA, Maria do Socorro Erculano de. Globalização, desenvolvimento econômico e o agronegócio brasileiro na década de 90. 2001. 123 f. Dissertação (Mestrado em Economia Aplicada) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2001.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8911
Data do documento: 31-Ago-2001
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo557,54 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.