Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8978
Tipo: Tese
Título: Efeitos de Lactobacillus acidophilus sobre a biodisponibilidade de zinco, de cálcio e sobre a qualidade protéica de bebidas probióticas
Effects of Lactobacillus acidophilus on zinc and calcium bioavailability and protein quality of probiotic beverages
Autor(es): Azeredo, Eveline Monteiro Cordeiro de
Abstract: Estudos sobre a qualidade protéica e a biodisponibilidade de minerais têm a sua importância na manipulação dietética, visando a redução da prevalência de desnutrição energético-protéica e de carências nutricionais específicas, uma vez que componentes da dieta podem promover melhor utilização dos nutrientes. Nesse sentido, o presente trabalho visou avaliar os efeitos da adição de Lactobacillus acidophilus, uma bactéria probiótica, na qualidade protéica de uma bebida láctea à base de soro de queijo. Avaliou-se, ainda, o efeito dessa bactéria sobre a biodisponibilidade de cálcio e de zinco. No ensaio para avaliar a qualidade protéica foram utilizados 24 ratos machos recém-desmamados, separados em quatro grupos (n=6): um grupo controle com dieta à base de caseína, um segundo grupo com dieta aprotéica e dois grupos experimentais, sendo um à base da fórmula infantil e o outro à base da bebida láctea probiótica. Foram utilizados os métodos PER (coeficiente de eficiência protéica), NPR (razão protéica líquida), NPU (utilização protéica líquida) e digestibilidade. No estudo com cálcio foram utilizadas 60 ratas fêmeas adultas, sendo 30 intactas e 30 ovariectomizadas, divididas em 6 grupos (n=10), e cada grupo subdividido em três. Dentre as ratas intactas, um grupo recebeu probiótico, outro grupo recebeu leite sem probiótico e um terceiro grupo dose intraperitonial de 45 Ca. Da mesma forma ocorreu com as ratas ovariectomizadas. O cálcio foi avaliado utilizando-se a técnica do traçador bioquímico (45Ca), medindo-se sua absorção fracional no fêmur dos animais. Foi ainda avaliado o efeito do probiótico no íleo das ratas, medindo-se a superfície de absorção intestinal. A biodisponibilidade do zinco foi avaliada em 32 ratos machos recém-desmamados, divididos em quatro grupos: dieta padrão com 15 e 30 μg de zinco/g de dieta e dieta padrão com probiótico, também com 15 e 30 μg de zinco/g de dieta. Foi feita a determinação do teor do mineral no fêmur, nos rins, no fígado, no sangue e no cérebro, por espectrofotometria de absorção atômica. O ganho de peso foi monitorado e determinada a atividade da enzima fosfatase alcalina, indicativa de crescimento ósseo. A bebida láctea elaborada apresentou uma alta qualidade protéica, semelhante a da proteína padrão (caseína), o que pode ser atribuído ao elevado valor biológico das proteínas do soro de queijo, associado à presença de bactérias probióticas e outras culturas lácteas, que ajudam a promover uma melhor utilização da proteína. No experimento com zinco não foi observada diferença nos fêmures dos animais, porém, a presença de Lactobacillus acidophilus proporcionou maior ganho de peso, podendo estar relacionado com a melhor biodisponibilidade desse e de outros nutrientes promotores do crescimento, o que indica efeito benéfico da presença da bactéria. Quanto à retenção de cálcio nos fêmures, os resultados mostraram ser maior nos animais que receberam probiótico e naqueles não submetidos à ovariectomia. Através da análise estatística dos valores observados para os parâmetros ‘espessura’ e ‘superfície de absorção’ dos cortes de íleo, obtidos histologicamente, observou-se que os animais intactos (com ovário) que receberam probiótico apresentaram os valores mais elevados, resultado semelhante ocorrido na retenção no fêmur, sugerindo a interferência do hormônio estrogênio nessas funções. Dessa forma, pode-se concluir que microrganismos probióticos são fatores de promoção da saúde, interferindo positivamente na biodisponibilidade de minerais como o cálcio e o zinco. A elevada qualidade protéica da bebida com probiótico e soro de leite demonstra não só benefícios dos probióticos, como também da utilização do soro de leite na elaboração de produtos lácteos.
Studies on protein quality and mineral bioavailability are important on diet manipulation to reduce occurrence of protein-energy malnutrition and specific nutritional deficiencies, since diet components may improve nutrient utilization. The present work aimed at to evaluate the effects of Lactobacillus acidophilus, a probiotic bacteria, on protein quality of a whey-based milky beverage. The effect of this bacteria on calcium and zinc bioavailability was also evaluated. For protein quality assay, twenty-four weaning male rats were divided into four groups (n=6): control group fed a casein-based diet, protein-free group and two experimental groups, one of them fed a commercial probiotic infant formula, and the other fed the probiotic milky beverage. The following methods were utilized: protein efficiency ratio (PER), net protein ratio (NPR), net protein utilization (NPU) and digestibility. Sixty adult females rats, thirty intact and thirty ovariectomized, were utilized in the study on calcium bioavailability. They were divided into six groups (n=10). Among the intact female rats, one group was fed the probiotic, a second one received milk without probiotic, and a third one was fed an intraperitoneal dosis of 45 Ca. The ovariectomized rats were treated in the same manner. The calcium was evaluated by means of the method of biochemical tracer (45Ca), by measuring its fractional absorption in the animal femurs. The effect of the probiotic bacteria on the ileum of the animals was also evaluated, by measuring the intestinal absorption surface. The zinc bioavailability was evaluated in thirty-two weaning male rats divided into four groups, fed a standard diet with 15 or 30 μg zinc/g diet, or a standard diet plus probiotic with 15 or 30 μg zinc/g diet. The zinc content was determined by atomic absorption spectrophotometry in femur, kidneys, liver, blood and brain. The weight gain was monitored and the activity of alkaline fosfatase, used as a bone growth marker, was determined. The formulated milky beverage presented a high protein quality, similar to the standard protein (casein). This may be attributed to the high biological value of the whey proteins combined with the presence of probiotic bacteria and other dairy cultures that help to improve protein utilization. In the experiment with zinc, there was no difference among animal femurs, but the presence of Lactobacillus acidophilus provided an enhanced weight gain, which may be related to the better bioavailability of zinc and other growth-promoting nutrients, indicating a benefic effect of this bacteria. Calcium retention in the femurs was higher in the intact animals fed the probiotic. The statistical analysis of the values reported for the parameters ‘thickness’ and ‘absorption surface’ of the ileum cuts indicated that the intact animals fed the probiotic presented the highest values, similarly to what occurred with calcium retention in the femur, suggesting the influence of estrogen hormone on these functions. It may be concluded that probiotic microorganisms are health-promoting factors, improving calcium and zinc bioavailability. The high protein quality of the beverage indicates the benefits of both probiotics and whey addition to dairy products.
Palavras-chave: Cálcio
Probióticos
Zinco
Qualidade protéica
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: AZEREDO, Eveline Monteiro Cordeiro de. Efeitos de Lactobacillus acidophilus sobre a biodisponibilidade de zinco, de cálcio e sobre a qualidade protéica de bebidas probióticas. 2002. 74f. Tese (Doutorado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2002.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8978
Data do documento: 2-Mai-2002
Aparece nas coleções:Ciência e Tecnologia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo389,25 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.