Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8983
Tipo: Dissertação
Título: Oferta brasileira de exportação de carne bovina, 1990- 2002
Brazilian offer of export of bovine meat, 1990-2002
Autor(es): Reis, Janderson Damaceno dos
Abstract: O Brasil, em 2002, foi o segundo maior produtor de carne bovina do mundo. Sua produção foi de cerca de 7,14 milhões de toneladas de equivalente- carcaça, estando atrás apenas dos Estados Unidos, que produziu cerca de 12,33 milhões. Tradicionalmente, o mercado interno consumia grande parte do que era produzido no Brasil, sendo as exportações apenas uma via secundária de comercialização. No entanto, o país vem aumentando, nos últimos anos, sua presença no mercado mundial de carne bovina. Nota-se que o Brasil, mesmo sem ter acesso aos mercados compradores de carne bovina mais importantes do mundo, tem aumentado muito suas exportações. O mercado mundial da carne oferece oportunidades ímpares de crescimento, desde que o País alcance o controle sanitário total e assegure absoluta segurança de procedência do produto brasileiro. Este trabalho procurou centralizar a atenção no mercado externo de carne bovina brasileira, com ênfase no mercado europeu. Os principais objetivos deste trabalho foram avaliar o mercado de exportação de carne bovina brasileira no período de 1990 a 2002 e analisar o comportamento das exportações brasileiras de carne bovina, principalmente para a União Européia. Para isso, o desempenho do setor exportador foi avaliado por meio de uma análise do tipo Participação Constante de Mercado (Constant Market Share), e foram estimadas equações de oferta de exportação a fim de analisar o relacionamento entre as variáveis responsáveis pelas exportações de carne bovina brasileira. As exportações brasileiras cresceram a taxas elevadas no período de janeiro de 1996 a dezembro de 2002; no entanto, a produção brasileira permaneceu estabilizada e o consumo doméstico decresceu. O crescimento das exportações de carne bovina in natura foi bem superior, se comparado ao da carne industrializada. O maior controle sanitário do rebanho brasileiro, principalmente em relação à febre aftosa, aliado a uma organização da distribuição e ao cenário internacional favorável, tem contribuído para a conquista de novos mercados para carne in natura brasileira. A desvalorização do Real em relação ao Dólar americano foi outro fator que contribuiu de maneira positiva para o aumento das exportações desse produto. O crescimento efetivo e o aumento da participação brasileira no comércio internacional de carne bovina, no período de 1990 a 2002, se devem ao aumento da competitividade do produto nacional no comércio internacional. A participação da União Européia nas exportações brasileiras de carne bovina in natura e industrializada apresentou uma queda acentuada em todo o período de análise (janeiro de 1996 a dezembro de 2002). Apesar do crescimento ascendente das exportações brasileiras de carne bovina nos últimos anos, elas ainda têm muito espaço para crescer. Para que o Brasil consiga atender à demanda internacional de carne bovina, que já existe hoje e continuará crescendo, há mesmo necessidade de adoção de políticas que privilegiem as exportações do setor.
Brazil, in 2002, was the second largest producing of bovine meat of the world. Its production was of about 7,14 million tons of equivalent-carcass, being behind just of United States, that it produced about 12,33 million. Traditionally, the internal market consumed great part than it was produced in Brazil, being just the exports a secondary road of commercialization. However, the country comes increasing, in the last years, its presence in the world market of bovine meat. It is noticed that Brazil, even without having access to the markets more important buyers of bovine meat of the world, it has been increasing its exports a lot. The world market of the meat offers odd opportunities of growth, since the Country reaches the total sanitary control and assures absolute safety of origin of the Brazilian product. This work tried to centralize the attention in the external market of Brazilian bovine meat, with emphasis in the European market. The main objectives of this work went evaluate the market of export of Brazilian bovine meat in the period from 1990 to 2002 and to analyze the behavior of the Brazilian exports of bovine meat, mainly for the European Union. For that, the section exporter's acting was evaluated by means of an analysis of the type Constant Participation of Market (Constant Market Share), and they were dear equations of export offer in order to analyze the relationship among the responsible variables for the exports of Brazilian bovine meat. The Brazilian exports grew her you rate elevated in the period of January of 1996 to December of 2002; however, the Brazilian production stayed stabilized and the domestic consumption decreased. The growth of the exports of meat bovine in natura was very superior, if compared to the of the industrialized meat. The largest control sanitarium of the Brazilian flock, mainly in relation to the fever aftosa, ally to an organization of the distribution and the favorable international scenery, it has been contributing to the conquest of new markets for Brazilian in natura meat. The devaluation of the Real in relation to the American Dollar other factor that contributed in a positive way to the increase of the exports of that product was. The effective growt h and the increase of the Brazilian participation in the international trade of bovine meat, in the period from 1990 to 2002, are due to the increase of the competitiveness of the national product in the international trade. The participation of the European Union in the Brazilian exports of meat bovine in natura and industrialized it presented a fall accentuated in the whole analysis period (January of 1996 to December of 2002). in spite of the ascending growth of the Brazilian exports of bovine meat in the last years, they still have a lot of space to grow. So that Brazil gets to assist to the international demand of bovine meat, that already exists today and it will continue growing, there is same need of adoption of politics that you/they privilege the exports of the section.
Palavras-chave: Comércio internacional
Exportações
Controle sanitário
Carne bovina
CNPq: Ciências Sociais Aplicadas
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: REIS, Janderson Damaceno dos. Oferta brasileira de exportação de carne bovina, 1990- 2002. 2003. 101 f. Dissertação (Mestrado em Economia Aplicada) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 101.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8983
Data do documento: 16-Dez-2003
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo377,59 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.