Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8989
Tipo: Dissertação
Título: Mudança estrutural no setor supermercadista brasileiro
Structural change in the brazilian supermarket sector
Autor(es): Concha Amín, Mônica
Abstract: O padrão de crescimento do setor supermercadista tem acompanhado as tendências de globalização econômica. Há evidências de aumento de concentração de mercado, logo após a implantação do Plano real, em 1994 e maior entrada de redes supermercadistas estrangeiras. Diante desse cenário, a questão essencial que se coloca, é como as mudanças na organização estrutural do setor estão afetando a sociedade como um todo. Este trabalho analisa a estrutura do segmento supermercados, no Brasil, desde o ano 1991 até 2002. Constatou-se que houve crescimento da concentração, impulsionado pela entrada de redes supermercadistas estrangeiras e por expressivo processo de fusões e aquisições, nos últimos anos da década de 1990. No tocante aos efeitos da concentração do mercado, o elevado turnover entre os supermercados menores e a rivalidade entre as maiores redes supermercadistas, disputando parcelas de mercado, pode estar dificultando o exercício de poder de monopólio por meio de preços mais altos ao consumidor. No entanto, em mercados em que a concentração é maior, e a rivalidade é menor, os preços pagos pelos consumidores tendem a ser maiores, o que gera preocupações em relação ao futuro, caso a tendência de concentração se aprofunde. Por outro lado, o uso de poder monopsônico, particularmente por meio de estratégias extra-preço, tal como, a transferência de custos aos fornecedores, parece estar presente de forma mais generalizada.
The growth pattern of Brazilian supermarkets has followed the trends of economic globalizations. There are some evidences of increasing market concentration just after the launching of the Real Plan, in 1994, and of arrivals of major foreign retailers. In such scenarios, a major question is how the structural changes have affected the Brazilian society as a whole. This research analyzes the Brazilian supermarket sector from 1991 to 2002. It was verified that the increase in market concentration was caused by foreign investment and by an increase in mergers and acquisitions in the end of the decade of 1990. Regarding the effects of market concentration, the analysis shows that high level of turnovers among the smaller supermarkets plus strong rivalry among the larger supermarkets, which fight for market share in the major regional markets, may have precluded the use of market power against consumers. However, consumer prices tend to be higher in the regional markets where market concentration is higher and where rivalry is not so strong. This fact arises some concerns on the future use of market power whether the concentrations process continues. On the other hand, the use of monopsony power seems to be widespread, especially by means of extra-price strategies such as the transference of costs from supermarkets to their suppliers.
Palavras-chave: Turnover
Supermercados
Brasil
Concentração industrial
Fusões e adquisições
CNPq: Ciências Sociais Aplicadas
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: CONCHA AMÍN, Mônica. Mudança estrutural no setor supermercadista brasileiro. 2003. 91 f. Dissertação (Mestrado em Economia Aplicada) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2003.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8989
Data do documento: 5-Ago-2003
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo478,88 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.