Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9118
Tipo: Dissertação
Título: Evolução e contribuição do comércio intra-indústria para o crescimento do comércio total entre os países do Mercosul
Evolution and contribution of the intra-industry trade to the growth of the total trade among the Mercosul countries
Autor(es): Silva, Adriana Ferreira
Abstract: A crescente interdependência entre os mercados mundiais trouxe à tona novas características ao comércio internacional, sendo uma delas a formação de blocos econômicos que passam a assumir papel primordial na busca, pelos países, de maior atuação no comércio exterior. O Mercosul surge, nesse contexto, como forma de aproximação e cooperação, para que seus membros possam estar se inserindo, de forma competitiva, em mercados cada vez mais concorridos e de difícil acesso aos países menos desenvolvidos. Em razão disso, o presente trabalho buscou analisar a evolução de comércio intra- indústria, por capítulos da Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM), com o intuito de avaliar e explicar suas alterações perante as mudanças e choques ocorridos no período de 1990 a 2004, averiguando-se sua contribuição para o crescimento do fluxo comercial entre Brasil e os demais membros do Bloco. A metodologia empregada adota os procedimentos propostos por Correa e Loes (1996) e Gualda (1999) sobre a competitividade das indústrias, bem como os métodos descritos por Menos e Dixon (1995 e 1997), para avaliação do fluxo de comércio intra-industrial (CII) e sua contribuição para o crescimento do comércio total entre os países. De acordo com os resultados, a integração entre os países do Cone Sul fez com que muitos setores, antes caracterizados por relações interindustriais passassem a ser formados por fluxos de comércio intra-indústria. Tal fato indica diferenciações produtivas condizentes com o maior relacionamento intra-setorial multilateral, entre os membros do Mercosul. Além disso, considerando que o intercâmbio de produtos semelhantes com mesma qualidade é bom indicador de similaridade industrial e de renda e que ambos dizem respeito ao esquema de integração regional, pode-se concluir que o processo de integração comercial tem apresentado falhas. Também, há a necessidade de se realizarem outros estudos e estimular debates setoriais específicos sobre os meios capazes de aumentar a participação do comércio intra-industrial, além de buscar averiguar seus efeitos sobre o comércio e as relações entre os países.
To increasing interdependence among the world markets brought out new characteristics to the international trade. One of these characteristics is the formation of economical blocks that go over by assuming a primordial role in the search for higher performance of the countries in the external trade. In this context, the Mercosul appears as an approach and cooperation structure on such a way that their members might be competitively inserting into the markets that are more and more competitive and hardly accessible to the less developed countries. In this context, the present study was carried out to analyze the evolution of the intra-industry trade, based on chapters in NCM (Mercosul Common Nomenclature) in order to evaluate and explain their alterations in front of the changes and shocks that occurred over the period from 1990 to 2004, as verifying its contribution to the growth of the commercial flow between Brazil and other members of the Block. The used methodology adopts the procedures proposed by Corrêa and Loes (1996) and Gualda (1999) concerning to the competitiveness among industries, as well as the methods described by Menos and Dixon (1995 and 1997) for the evaluation of the intra- industrial trade flow (CII) and its contribution to the growth of the total trade among the countries. According to the results, the integration among the countries of the South Cone led many sectors, that were before characterized by interindustrial relationships, to become constituted by intra-industry trade flows. Such a fact points out some productive differentiations suitable to the highest multilateral intrasectorial relationship among the members of Mercosul. In addition, by considering that the exchange of similar and equally-qualified products is a good indicator of the industrial similarity and income as well as both are concerned to the regional integration design, it may be concluded that the commercial integration process has been presenting some lacks. There is a need for further studies as well as the stimulation of specific sectorial debates on the means able to increase the participation of the intra-industrial trade, besides looking for the verification of their effects on either trade and the relationships among those countries.
Palavras-chave: Comércio no Mercosul
Comércio Intraindústria
Cenário político e econômico no Brasil
CNPq: Ciências Sociais Aplicadas
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SILVA, Adriana Ferreira. Evolução e contribuição do comércio intra-indústria para o crescimento do comércio total entre os países do Mercosul. 2005. 115 f. Dissertação (Mestrado em Economia Aplicada) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 115.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9118
Data do documento: 1-Dez-2005
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo375,81 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.