Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/913
Tipo: Tese
Título: Compatibilidade do predador Podisus nigrispinus (Heteroptera: Pentatomidae) com gossipol
Título(s) alternativo(s): Compatibility of the predator Podisus nigrispinus (Heteroptera: Pentatomidae) with gossypol
Autor(es): Evangelista Júnior, Walter Santos
Primeiro Orientador: Zanuncio, José Cola
Primeiro coorientador: Zanuncio, Teresinha Vinha
Segundo coorientador: Serrão, José Eduardo
Primeiro avaliador: Cecon, Paulo Roberto
Segundo avaliador: Santos, Germi Porto
Abstract: Percevejos como Podisus nigrispinus (Dallas) (Heteroptera: Pentatomidae) podem, ocasionalmente, alimentarem-se de plantas. Esse comportamento é importante para a sobrevivência desses predadores em situações de escassez de presas. A adição de plantas à dieta tem aumentado o desempenho de P. nigrispinus, por fornecer água e, possivelmente, nutrientes a esse predador. Podisus nigrispinus pode ser beneficiado ou não pela fitofagia no agroecossistema algodoeiro dependendo da variedade cultivada. Assim, estudou-se o efeito de plantas de algodoeiro Gossypium hirsutum L r. latifolium Hutch. (Malvaceae) variedade XG 15 com alto teor de gossipol na biologia de P. nigrispinus com os experimentos: (i) efeito das plantas no ciclo biológico desse predador com disponibilidade diária de presas, colocando-se seus ovos em plantas e suas fêmeas até a morte; (ii) efeito das plantas nos parâmetros da tabela de vida de fertilidade de P. nigrispinus, e (iii) efeito de concentrações do gossipol, via dieta líquida, no desenvolvimento e reprodução de P. nigrispinus. A duração dos segundo, terceiro e quarto estádios, da fase ninfal, o peso de adultos, a longevidade e os parâmetros reprodutivos de P. nigrispinus foram semelhantes com plantas de algodoeiro com ou sem gossipol. A sobrevivência ninfal desse predador foi semelhante entre tratamentos, com valores acima de 90%. O tempo médio de geração (TG) e aquele para a população de P. nigrispinus dobrar em número de indivíduos (TD) foram maiores para fêmeas desse predador, apenas, com presas, mas semelhante entre as plantas de algodoeiro com ou sem gossipol. A fertilidade específica (mx) de P. nigrispinus foi maior aos 28 dias de idade (semana sete) em todos os tratamentos. Fêmeas de P. nigrispinus viveram até 14 semanas em plantas de algodoeiro com gossipol e no controle, enquanto aquelas em plantas sem gossipol viveram até 13 semanas. P. nigrispinus teve valor reprodutivo máximo (VRx) na terceira e quarta semanas após a emergência dos adultos em todos os tratamentos. A duração da fase ninfal de P. nigrispinus foi alongada com o aumento da concentração do gossipol, mas a sobrevivência desta fase não foi afetada. O período de pré-oviposição não foi afetado pelo gossipol. O aumento da concentração do extrato reduziu o número e a viabilidade de ovos de P. nigrispinus. O extrato de gossipol, apenas, na fase ninfal não afetou o período de pré-oviposição, número e viabilidade de ovos de P. nigrispinus. As curvas de sobrevivência de fêmeas desse predador, expostas às concentrações do extrato de gossipol durante a fase ninfal, foram semelhantes, mas as que receberam a maior concentração do extrato, apenas, na fase adulta viveram por mais tempo. Plantas de algodoeiro com alto teor de gossipol não afetam o desenvolvimento, reprodução e o crescimento populacional de P. nigrispinus, o que possibilita o uso dessas plantas de forma sinérgica com o controle biológico por esse predador na cultura do algodoeiro.
Stinkbug as Podisus nigrispinus (Dallas) (Heteroptera: Pentatomidae) they can, occasionally, they be fed of plants. That behavior is important for the survival of those predators in situations of prey s shortage. The addition of plants to the diet has been increasing the acting of P. nigrispinus, for supplying water and, possibly, nutritious to that predator. Podisus nigrispinus can be benefitted or not for the phytophagy in the cotton agroecosystem depending on the cultivated variety. Like this, it was studied the effect of cotton plants Gossypium hirsutum L r. latifolium Hutch. (Malvaceae) variety " XG 15 " with high gossypol tenor in the biology of P. nigrispinus with the experiments: (i) effect of the plants in the biological cycle of that predator with daily readiness of arrested, being placed your eggs in plants and your females until the death; (ii) effect of the plants in the parameters of the table of life of fertility of P. nigrispinus, and (iii) effect of concentrations of the gossypol, through liquid diet, in the development and reproduction of P. nigrispinus. The duration of the second, third and fourth stadiums, of the phase ninfal, the adults' weight, the longevity and the reproductive parameters of P. nigrispinus were similar with cotton plants with or without gossypol. The survival ninfal of that predator was similar among treatments, with values above 90%. The time of generation (TG) and that for the population of P. nigrispinus to bend in number of individuals (TD) they were larger for females of that predator, just, with arrested, but fellow creature among the cotton plants with or without gossypol. The specific fertility (mx) of P. nigrispinus it was larger to the 28 days of age (week seven) in all the treatments. Females of P. nigrispinus lived up to 14 weeks in cotton plants with gossypol and in the control, while those in plants without gossypol lived up to 13 weeks. P. nigrispinus had maximum reproductive value (RVx) in the third and fourth weeks after the adults' emergency in all the treatments. The duration of the phase ninfal of P. nigrispinus was prolongated with the increase of the concentration of the gossypol, but the survival of this phase was not affected. The pre-oviposition period was not affected by the gossypol. The increase of the concentration of the extract reduced the number and the viability of eggs of P. nigrispinus. The gossypol extract, just, in the phase ninfal it didn't affect the pre-oviposition period, number and viability of eggs of P. nigrispinus. The curves of survival of females of that predator, exposed to the concentrations of the gossypol extract during the phase ninfal, they were similar, but the ones that received the largest concentration of the extract, just, in the adult phase they lived for more time. Cotton plants with high gossypol tenor don' affect the development, reproduction and the population growth of P. nigrispinus, what makes possible the use of those plants of form synergistic with the biological control for that predator in the cotton s agroecosystem.
Palavras-chave: Algodão
Gossipol
Percevejo predador
Zoofitofagia
Controle biológico
Podisus nigrispinus
Cotton
Gossipol
Predator stinkbug
Biological control
Podisus nigrispinus
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE::ENTOMOLOGIA AGRICOLA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Ciência entomológica; Tecnologia entomológica
Programa: Doutorado em Entomologia
Citação: EVANGELISTA JÚNIOR, Walter Santos. Compatibility of the predator Podisus nigrispinus (Heteroptera: Pentatomidae) with gossypol. 2007. 93 f. Tese (Doutorado em Ciência entomológica; Tecnologia entomológica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/913
Data do documento: 28-Fev-2007
Aparece nas coleções:Entomologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf422,79 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.