Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9132
Tipo: Dissertação
Título: Modificação do método de Scharer para determinação da atividade de fosfatase alcalina em leite
Modification of the Sharer method for determination of the alkaline phosphatase activity in milk
Autor(es): Castro, Paula Rosa Schetino de
Abstract: A análise da atividade de fosfatase alcalina (ALP) é utilizada para verificar se leite e produtos lácteos foram corretamente pasteurizados. De acordo com o FDA (Food and Drug Administration), o valor máximo permitido de atividade residual de ALP em leite pelo método Fluorophos® é de 350 mU/L, o que corresponde a adição de 0,025% de leite cru ao leite tratado termicamente. O método Oficial Brasileiro, o método de Scharer Rápido Visual e Espectrofotométrico, o método Fluorophos® e o método desenvolvido da Camada Visual e Espectrofotométrico foram avaliados quanto a sua sensitividade na determinação da atividade residual de ALP em leite. As amostras de leite analisadas, contendo diferentes valores de atividade de ALP, foram obtidas a partir da adição de leite cru em diferentes proporções a leite tratado termicamente (95oC/1 minuto). O método Oficial Brasileiro, do Ministério da Agricultura, foi capaz de detectar como positivas somente amostras contendo de 1% a 2% de leite cru adicionado ao leite tratado termicamente. A determinação da atividade enzimática pelo método de Scharer Rápido Visual detectou a presença de 0,8% de leite cru nas amostras. Os resultados evidenciaram que ambos os métodos, o Oficial Brasileiro e o Scharer Rápido Visual, apresentam limite de detecção muito elevados, tornando-os insatisfatórios para analisar níveis residuais de fosfatase alcalina em leite. O método de Scharer Rápido Espectrofotométrico detectou a presença de 0,1% de leite cru adicionado ao leite tratado termicamente, concordando com o limite reconhecido para o método. No entanto, sua sensitividade não é adequada para o novo limite do FDA de 350 mU/L. Os métodos desenvolvidos da Camada Visual e Espectrofotométrico foram testados quanto a sua sensitividade para o limite de 350 mU/L. Todos os dois métodos desenvolvidos apresentaram sensitividade suficiente para atender ao novo limite internacional de atividade residual de ALP em leite pasteurizado. O método da Camada apresentou boa correlação com o método Fluorophos® (r = 0,9921) sendo uma nova alternativa com menor custo para detecção de ALP em leite.
The analysis of alkaline phosphatase (ALP) is used to determine if milk and milk products were correctly pasteurized. According to FDA (Food and Drug Administration), the maximum residual activity of ALP in pasteurized milk by the Fluorophos® method must be below 350 mU/L, what correspond to the addition of 0,025% of raw milk to heat treated milk. The Brazilian Official method, Scharer’s Rapid Visual and Spectrophotometric method, the Fluorophos® method, and a new developed Layer’s Visual and Spectrophotometric method, were assayed for their sensitivity to determine residual ALP in milk. Milk samples, containing different ALP activity, were obtained by addition in different proportions of raw milk to heat treated milk (95oC/1 minute). The Official Brazilian method, established by Agriculture Department, was capable to detect only samples containing 1% to 2% of raw milk added to heat treated milk. The determination of the enzymatic activity by the Scharer’s Rapid visual method was able to detect 0,8% of raw milk in the samples. The results showed that both the Official Brazilian method and Scharer’s Rapid Visual method presented very high detection limit, what make unsatisfactory to residual alkaline phosphatase activity in milk. The Scharer’s Rapid Spectrophotometric method detected 0,1% of raw milk added to the heated treated milk, as already recognized for the method. However, its sensitivity is not adequate for the new FDA limit of 350 mU/L. The new developed Layer’s Visual and Spectrophotometric method were assayed for their sensitivity of 350 mU/L limit. Both developed methods presented enough sensitivity to attend the new international limit for residual ALP activity in pasteurized milk. The layer’ method presented good correlation with the Fluorophos® method (r = 0,9921) so it is a new alternative with lower costs for detection of ALP in milk.
Palavras-chave: Fosfatase alcalina
Método de scharer
Método oficial brasileiro
Método fluorimetrico
Leite
Método da camada
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: CASTRO, Paula Rosa Schetino de. Modificação do método de Scharer para determinação da atividade de fosfatase alcalina em leite. 2005. 35f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9132
Data do documento: 3-Ago-2005
Aparece nas coleções:Ciência e Tecnologia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo267,79 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.