Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9182
Tipo: Dissertação
Título: Reflexos da gravidez precoce no manejo de recursos e qualidade de vida no sistema familiar - Viçosa-MG
Reflections of pregnancy in the adolescence on resources management and quality of life in the family - Viçosa-MG
Autor(es): Fontes, Darciley Guimarães Silveira
Abstract: Buscou-se através deste estudo caracterizar a realidade da gravidez precoce no município de Viçosa/MG, enfatizando-se seus reflexos sobre o processo de manejo dos recursos disponíveis aos respectivos sistemas familiares; bem como sobre a sua qualidade de vida. Para tanto, utilizou-se o referencial teórico que aborda a administração de recursos familiares, com ênfase no subsistema administrativo. Participaram da pesquisa 50 adolescentes residentes na zona urbana de Viçosa, solteiras, com até 19 anos, que haviam tido seus filhos, no ano de 2000. As entrevistadas possuíam, em média, o ensino fundamental incompleto e encontravam-se inseridas em três sistemas familiares distintos; as que havia permanecido na companhia da sua família de origem; as que haviam constituído o seu próprio lar; e as que formaram o arranjo familiar extenso patrilocal. A gravidez ocorreu por volta dos 18 anos e em mais de 1/3 dos casos aquela já era a segunda gestação, sendo o descuido a principal justificativa para a sua ocorrência. Os pais das crianças eram, também, jovens e com baixo nível de escolaridade. Mais da metade das entrevistadas continuava com os pais de seus filhos, tendo uma vida sexual ativa; embora, só a metade fizesse uso de algum método contraceptivo. Em termos da repercussão da gravidez no orçamento familiar muito itens tiveram que ser cortados, com destaque para recreação/lazer e educação da própria adolescente. A análise do subsistema administrativo mostrou que houveram mudanças diferenciadas conforme o sistema familiar, sendo estas mais evidentes naquele formado pela própria adolescente e seu parceiro, possivelmente devido ao início de uma nova vida, o que tende a exigir novos recursos e maiores demandas. No sistema familiar do pai da criança observou- se uma retroalimentação negativa, já que o mesmo se manteve relativamente menos receptivo `as mudanças inerentes ao fenômeno da gravidez precoce, buscando manter o sistema familiar num estado desejável, em termos pessoais e administrativos. Constatou-se que a satisfação com a qualidade de vida foi maior quando a adolescente manteve-se com sua família de origem e menor naqueles sistemas familiares patrilocais. A explicação para esse resultado está relacionada à própria importância que as adolescentes atribuíam aos domínios da vida, que lhes garantiam o alcance das necessidades de subsistência. Assim, quando as mesmas permaneciam com a família original, tinham acesso a uma renda maior, tanto monetária quanto em espécie, pelas própria condições de solidariedade intra pessoal e familiar. Conclui-se que o fenômeno da gravidez precoce pode ser considerado como de “multifinalidade” dado que a mesmo evento inicial produziu “outputs” diferenciados, em termos da administração dos recursos e, conseqüentemente, da qualidade de vida.
This research had the aim of defining the reality of precocious pregnancy in Viçosa-MG emphasizing its reflection on the process of available resources management into the respective family systems as well as on the quality of life. For that, the theoretical referential that broaches the administration of family resources was taken with emphasis on the administrative subsystem. Fifty adolescents living in the urban area of the mentioned city took part in the study. They are single, 19 years old and under, and gave birth in the year 2000. The average of education level among the interviewed women was incomplete fundamental school and they were grouped into three different family systems: the ones who had remained with their origin families, the ones who had their own homes, and the ones who lived with their partner’s parents. The pregnancy occurred around the age of 18 and in more of one third of the cases, it was their second gestation being neglect, the main reason for such occurrence. The children’s fathers were also young and had a low level of education. More than half of the interviewed girls were still attached to their partners having an active sexual life though only fifty percent made usage of any contraceptive method. Concerning the impact of the pregnancy on the household budget, many items had to be excluded especially leisure and education of the teenager herself. The analysis of the administrative subsystem showed that there were quite different changes according to the family system, being those more evident in that system constituted by the teenager and her partner, possibly due to the beginning of a new life which tends to require new resources and larger demands. In the father’s family system, a negative feedback was observed once he was relatively less receptive to the changes related to the precocious pregnancy. It was found that the satisfaction with the quality of life was larger in the case that the teenager lived with her origin family and smaller in those living with the partner’s parents. The explanation for such result is related to the significance that the adolescents attributed to the facilities of life which provided them the reach of subsistence necessities. Thus, when they remained with the original family, they had access to a bigger income since there was a condition of intrapersonal and family sympathy. It can be concluded that the precocious pregnancy can be considered as “multipurpose,” once the same initial event produced different outputs in terms of resource management and, consequently, of quality of life.
Palavras-chave: Gravidez precoce
Orçamento familiar
Qualidade de vida
Manejo de recurso
CNPq: Ciências Sociais Aplicadas
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: FONTES, Darciley Guimarães Silveira. Reflexos da gravidez precoce no manejo de recursos e qualidade de vida no sistema familiar - Viçosa-MG. 2002. 78 f. Dissertação (Mestrado em Economia Doméstica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2002.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9182
Data do documento: 29-Out-2002
Aparece nas coleções:Economia Doméstica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo301,47 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.