Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9220
Tipo: Tese
Título: Effects of nutritional plans and genetic groups on quantitative traits of pigs
Efeitos de planos nutricionais e grupos genéticos sobre características quantitativas de suínos
Autor(es): Veloso, Rogério de Carvalho
Abstract: Selection of genotypes for high performance led to a fat level reduction and loss of meat quality as consequence. An alternative to improve meat quality is the crossbreeding of non-selected local pig breed, such as Piau, with improved breeds such as Duroc, Pietrain and Large White. However, growth rate and fat deposition differences in pigs indicate that genetic groups have different nutritional needs. Genetic and environment are important in expression of performance and meat quality traits, mainly when variations in deposition of lean and fat tissue rates are observed. These variations may affect genes expression profile that acts in metabolic or hormonal pathways of meat quality related traits. In this work, we aimed to evaluate the effects of paternal genetic group (Piau, Duroc-based and Pietrain) and nutritional plans with different digestible lysine levels (Low, Medium and High) on performance, carcass and meat quality traits; gene expression pattern of myosin heavy chain isoforms (MyHC) in Longissimus and Psoas muscles; and differential expression of lipid metabolism-related genes (FAS, H-FABP, SCD, PRKAG1, PRKAG3 and HSL) in Longissimus muscle of pigs. Pietrain and Duroc crossbred barrows and gilts were similar in performance and carcass traits and had greatest values compared to Piau crossbred pigs. Regarding the meat quality, drip loss was greater in Pietrain crossbred barrows and gilts compared to Duroc and Piau crossbred pigs. Daily digestible lysine intake was greater in High nutritional plan animals in relation to Medium and Low nutritional plans. Most of performance, carcass and meat quality traits evaluated in barrows and gilts were not affected by nutritional plans. Expression levels of H-FABP and SCD were higher in Duroc and Pietrain pigs. Higher expression of PRKAG3 gene in barrows fed with Low nutritional plan compared with pigs fed with Medium and High nutritional plan was observed. There was a higher expression of MyHC IIb gene in Longissimus muscle of crossbred barrows fed with greater digestible lysine levels compared to crossbred barrows that received nutritional plan with lower digestible lysine levels. The mRNA expression levels of MyHC IIb in Longissimus muscle was higher in Duroc and Pietrain crossbred compared to Piau crossbred barrows (P < 0.05). In general, Duroc and Pietrain crossbred pigs had greater performance and carcass rate compared to Piau crossbred pigs. The present study indicated that genotype has a strong effect on intramuscular fat content deposition mainly by up-regulation of intramuscular lipogenic gene expression. The differentially expression of MyHC isoforms in muscles may be the most important factors affecting intramuscular fat content and drip loss in pig. These results may provide valuable information to the understanding of meat quality differences in divergent genetic groups of pigs.
A seleção de genótipos para alto desempenho teve como consequência redução do teor gordura e perda na qualidade da carne. Uma alternativa para melhorar a qualidade da carne é o cruzamento de raças locais, como o Piau, com raças melhoradas como Duroc, Pietrain e Large White. Contudo, as diferenças nas taxas de crescimento e de deposição de gordura apresentadas pelos suínos indicam que os grupos genéticos tenham diferentes necessidades nutricionais. A genética e o ambiente são importantes na expressão das características de desempenho e qualidade da carne, principalmente quando há variações nas taxas de deposição de tecido magro e gordo. Essas variações podem causar interferência no perfil de expressão dos genes que atuam nas vias metabólicas ou hormonais das características relacionadas à qualidade da carne. Objetivou-se, com este trabalho, avaliar o efeito do grupo genético paterno (Piau, Base-Duroc e Pietrain) e dos planos nutricionais contendo diferentes níveis de lisina digestível (Baixo, Médio e Alto) sobre as características de desempenho, carcaça e qualidade da carne; o padrão de expressão gênica das isoformas da cadeia pesada da miosina (MyHC) nos músculos Longissimus e Psoas; e a expressão diferencial dos genes relacionados com o metabolismo lipídico (FAS, H-FABP, SCD, PRKAG1, PRKAG3 e HSL) no músculo Longissimus de suínos. Os machos castrados e as fêmeas cruzadas Pietrain e Duroc foram similares nas características de desempenho e carcaça e tiveram os melhores valores em comparação aos suínos cruzados Piau. Com relação à qualidade da carne, a perda por gotejamento foi maior nos machos castrados e fêmeas cruzadas Pietrain em comparação com os suínos cruzados Duroc e Pietrain. O consumo diário de lisina digestível dos animais foi maior no plano nutricional Alto, em relação aos planos nutricionais Médio e Baixo. A maioria das características de desempenho, carcaça e qualidade da carne avaliadas nos machos castrados e fêmeas não foram afetadas pelos planos nutricionais. Os níveis de expressão do H-FABP e SCD foram maiores nos suínos Duroc e Pietrain. Maior expressão do gene PRKAG3 foi observada nos machos castrados cruzados alimentados com o plano nutricional Baixo em comparação com os suínos alimentados com plano nutricional Médio e Alto. Houve maior expressão do gene MyHC IIb no músculo Longissimus dos suínos alimentados com os planos nutricionais contendo maiores níveis de lisina digestível em relação aos suínos cruzados que receberam plano nutricional contendo menores níveis de lisina digestível. Os níveis de expressão do gene MyHC IIb no músculo Longissimus foi maior nos machos castrados cruzados Duroc e Pietrain em comparação aos machos castrados cruzados Piau (P < 0,05). Em geral, os suínos cruzados Duroc e Pietrain tiveram melhor desempenho e rendimento de carcaça em comparação aos cruzados Piau. O atual estudo indica que o genótipo tem forte influencia sobre a deposição do conteúdo de gordura intramuscular, principalmente pela regulação da expressão gênica lipogênica intramuscular. A expressão diferencial das isoformas MyHC nos músculos podem ser os fatores mais importantes que influenciam o conteúdo de gordura intramuscular e a perda por gotejamento em suínos. Estes resultados podem fornecer informações valiosas para o entendimento das diferenças na qualidade da carne de diferentes grupos genéticos de suínos.
Palavras-chave: Suíno - Alimentação e rações
Aminoácidos na nutrição animal
Carne - Qualidade
Músculos
CNPq: Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: VELOSO, Rogério de Carvalho. Effects of nutritional plans and genetic groups on quantitative traits of pigs. 2016. 76 f. Tese (Doutorado em Zootecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9220
Data do documento: 31-Mar-2016
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo450,44 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.