Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9235
Tipo: Tese
Título: Características anatômicas, químicas e térmicas da madeira de três espécies de maior ocorrência no semi-árido nordestino
Chemical, anatomic and thermal characteristics of the wood of three species with great occurrence in the Northeastern (Brazilian) semi- arid
Autor(es): Oliveira, Elisabeth de
Abstract: Caatinga é o termo genérico para designar um complexo de vegetação decídua e xerófila constituída de vegetais lenhosos, rica em cactáceas e brome- liáceas rígidas. Os recursos florestais da caatinga representam uma fonte de energia artesanal e industrial tradicional, sendo utilizado como lenha das padarias às fábricas de doces, das olarias às caieiras, das indústrias de torrefação de café ao consumo doméstico (urbana e rural). Apesar da importância da vegetação da caatinga como fonte de energia, ainda é grande a carência de informações, principalmente quanto ao aspecto tecnológico, ou seja, sobre as características da qualidade da madeira e do carvão produzido pelas espécies do semi-árido. Portanto, o objetivo deste estudo foi estabelecer a variabilidade da qualidade da madeira e do carvão como determinantes da discriminação das espécies Croton sonderianus Müll. Arg., Mimosa tenuiflora (Willd.) Poir. e Aspidospema pyrifolium Mart., de ocorrência no semi-árido do Nordeste do Brasil, e de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden, usado como referência, tendo como elementos de avaliação as características dendrométricas, anatômicas e químicas da madeira, assim como os rendimentos dos produtos da carbonização, e as propriedades químicas e físicas do carvão vegetal. Foi também avaliada a decomposição térmica da madeira por meio de análises termogravimétrica e de calorimetria diferencial exploratória. Os resultados foram interpretados com o auxílio de análises univariadas (ANOVA e teste de média - teste de Tukey) e análises multivariadas, empregando o método de otimização de Tocher, com base na distância euclidiana média, nos componentes principais e nas análises discriminantes. Foi utilizada madeira de Croton sonderianus, Mimosa tenuiflora e Aspidosperma pyrifolium, provenientes de três localidades diferentes da microrregião de Patos – PB, e de Eucalyptus grandis, oriundo de três locali- dades diferentes, da microrregião de Viçosa – MG (área experimental de Cachoerinha e Silvicultura/UFV e em Belo Oriente – CENIBRA). A espécie Croton sonderianus apresenta poros predominantemente solitários, geminados e múltiplos em agrupamento radial; poros distribuídos em porosidade em anel semicircular; parênquima axial variando de paratraqueal escasso a apotraqueal difuso; raios predominantemente multisseriados e bisseriados, sendo menos freqüentes os unisseriados; fibras de paredes espessas e muito curtas. A espécie Mimosa tenuiflora apresenta poros predominantemente solitários, geminados e múltiplos em agrupamento radial; poros distribuídos em porosidade difusa uniforme; parênquima axial paratraqueal vasicêntrico, vasicêntrico confluente, aliforme e aliforme confluente; raios multisseriados, bisseriados e, menos freqüentemente, unisseriados; fibras de paredes espessas e muito curtas. A espécie Aspidosperma pyrifolium apresenta poros predominantemente solitários, ocorrendo também geminados e múltiplos em agrupamento radial; poros distribuídos em porosidade difusa uniforme; parênquima axial apotraqueal em faixas e difuso; raios predominantemente unisseriados, muito raramente com duas células; fibras de paredes espessas e muito curtas. O Eucalyptus grandis apresenta poros predominantemente solitários, ocorrendo também geminados e múltiplos em agrupamento radial; poros distribuídos em porosidade difusa; parênquima axial variável de paratraqueal escasso a paratraqueal vasicêntrico, pouco abundante; raios predominantemente unisseriados, ocorrendo também os bisseriados; fibras com paredes de espessura média e curtas. A característica que mais contribuiu para a distinção das espécies foi a porosidade. Pelas análises univariadas e multivariadas constatou-se que houve dissimilaridade entre as espécies e que as características dendrométricas e de qualidade da madeira são as principais responsáveis pela dissimilaridade entre as espécies. Dentre essas, a DBM e o volume apresentaram-se como características de maior importância na dissimilaridade. As características anatômicas mais importantes na dissimila- ridade foram o comprimento e a espessura da parede da fibra, e as menos relevantes foram a largura e a área de vaso. Dentre as características químicas, a mais importante foi o teor de holocelulose. Quando foram avaliadas as carac- terísticas de qualidade do carvão, constatou-se que as mais importantes para a dissimilaridade entre as espécies foram densidade aparente, teor de carbono fixo e densidade verdadeira. Com base nos resultados obtidos, pode-se concluir que as três espécies de ocorrência no semi-árido Nordestino apresentam boas caracte- rísticas para produção de carvão, tendo as espécies Mimosa tenuiflora e Aspidosperma pyrifolium apresentado o melhor resultado.
“Caatinga” (a stunted sparce forest) is a generic term to designate a complex of deciduous and xerophilous vegetation composed by woody plants, with many hard Cactaceae and Bromeliaceae. The forest resources of the Caatinga represent an energy source of traditional craftsmanship and industry, being used as fuelwood from bakeries to sweets factories, from earthenware factories to lime-burners, from coffee roasters industries to domestic stoves (urban and rural). Despite the importance of this vegetation as energy source there is still a great lack of information, mainly on the technologic aspect, that is, about the quality of wood and coal characteristics produced by species of the semi-arid. Therefore, the objective of this work was to establish the variability of the wood and coal quality determinants for the discrimination of the species Croton sonderianus Müll. Arg., Mimosa tenuiflora (Willd.) Poir. and Aspidospema pyrifolium Mart., which occur in the Northeastern Brazilian semi-arid, using as reference the specie Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden. The evaluation parameters were the dendrometric, anatomic and chemical characteristics of the wood, as well as the yields of the carbonization products and the chemical and physical properties of the charcoal. The thermal decomposition of the wood by means of thermogravimetric analyses and exploratory differential calorimetry were also evaluated. The results were interpreted with the help of univariate analyses (ANOVA and mean test – Tukey test), and multivariate analyses, using the Tocher optimization method, based on the mean Euclydean distance, on the main components and on the discriminant analyses. The woods of Croton sonderianus, Mimosa tenuiflora and Aspidosperma pyrifolium, from three different places of the microregion of Patos-PB, and Eucalyptus grandis, from three different places: microregion of Viçosa-MG (experimental area of Cachoeirinha and Silvicultura/UFV, and in Belo Oriente-CENIBRA-MG) were used. The wood of the species Croton sonderianus presents predominantly solitary, geminated and multiple porous in radial groups; porous distributed in a semi-ring porosity; axial parenchyma from scarce paratracheal to diffuse apotracheal; predominantly multiseriate and biseriate rays, being less frequent the uniseriate ones; very short fibers with thick walls. The wood of the species Mimosa tenuiflora presents predominantly solitary, geminated and multiple porous in radial groups; porous distributed in uniform diffuse porosity; axial parenchyma paratracheal vasicentric, confluent vasicentric, aliform and confluent aliform; multiseriate, biseriat rays and, less frequently, uniseriate ones; very short fibers with thick walls. The wood of the species Aspidosperma pyrifolium presents predominantly solitary porous, which also occur geminated and multiple in radial groups; porous distributed in uniform diffuse porosity; axial parenchyma apotracheal in strips and diffuse; predominantly uniseriate rays, very rarely with two cells; very short fibers with thick walls. The wood of the species Eucalyptus grandis presents predominantly solitary porous, which also occur geminated and multiple in radial groups; porous distributed in diffuse porosity; variable axial parenchyma from scarce paratracheal to vasicentric paratracheal, not abundant; predominantly uniseriate rays, also occurring the biseriate ones; very short fibers with thick walls. The characteristic that contributed the most for the distinction of the species was the porosity. Through the univariate and multivariate analyses it was found that there were dissimilarity among the species and that the dendrometric and wood quality characteristics are the main factors responsible by the dissimilarities among species. Among these, the DBM and the volume were the characteristics with greater importance for the dissimilarity. The anatomic characteristics with the greatest importance for the dissimilarity were the length thickness of the fiber walls, and the less significant were the vase width and area. Among the chemical characteristics, the most important one was the holocellulose content. When the charcoal quality characteristics were evaluated, it was found that the most important ones for the dissimilarity among species were the apparent density, fixed carbon content and actual density. Based on the results obtained, it can be concluded that the three species occurring in the Northeastern semi-arid present good characteristics for the coal production, and that the species Mimosa tenuiflora and Aspidospema pyrifolium showed the best results.
Palavras-chave: Madeira - Qualidade - Brasil, Nordeste
Carvão vegetal - Qualidade
Madeira - Anatomia
Madeira - Propriedades - Avaliação
Carvão vegetal - Propriedades - Avaliação
Árvores - Variabilidade genética
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: OLIVEIRA, Elisabeth de. Características anatômicas, químicas e térmicas da madeira de três espécies de maior ocorrência no semi-árido nordestino. 2003. 122f. Tese (Doutorado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2003.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9235
Data do documento: 19-Dez-2003
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo4,68 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.