Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9305
Tipo: Dissertação
Título: Monitoramento do consumo de combustível de veículos de transporte rodoviário de madeira utilizando computador de bordo
Usefulness of the board computer in monitoring the fuel consumption on wood transport vehicles
Autor(es): Silveira, Glauco Lima da
Abstract: Analisou-se o efeito dos parâmetros marcha lenta, excesso de rotação do motor para valores superiores a 2.000 rpm, pontos neutros e velocidades superiores a 80 km/h, com o objetivo de monitorar o consumo de combustível de veículos de transporte rodoviário de duas transportadoras de madeira (A e B) com base nas informações do computador de bordo, instalado no cavalo-mecânico LS 2638 da Mercedes-Benz. A marcha lenta induziu o consumo mensal de combustível em R$ 19.164,50 (91,32%) e R$ 17.449,61 (99,09%), pois, em média, os motores dos veículos funcionaram 24,47% e 25,79% do tempo de operação para as transportadoras A e B, respectivamente. O excesso de rotação do motor dos veículos também induziu o consumo mensal de combustível em R$ 69,45 (0,33%) para a transportadora A e em R$ 155,62 (0,88) para a transportadora B. O Ponto Neutro contribuiu com o consumo de combustível em R$ 1.751,73 (8,35%) e R$ 4,80 (0,03%), respectivamente, para as transportadoras A e B. Não foi calculado o consumo relativo ao excesso de velocidade, por não conhecer a faixa de potência, rotação e consumo específico associado a cada velocidade, mas foi possível detectar que os excessos se deram na faixa de 80 a 90 Km/h. O motor OM-457 LA do LS 2638 apresenta um consumo mínimo em última marcha, cuja velocidade é de 90 km, implicando em 1.500 rpm, que atende a necessidade de operação em rotas com predominância de uma geometria plana como as estudadas; assim, acredita-se que o consumo, apesar de existir, não seja tão elevado, considerando que 80 km/h é uma velocidade permitida. A metodologia usada é específica para o motor OM 457 LA, podendo ser adotada em outros estudos, desde que adaptada às especificações dos motores utilizados; a marcha lenta foi responsável pelo maior consumo de combustível no transporte de madeira, seguida do ponto neutro e do excesso de rotação. No transporte de madeira, é possível redução significativa de consumo de combustível em relação à marcha lenta, em virtude do elevado tempo de espera (carga, descarga, filas e paradas obrigatórias). O uso do ponto neutro e excesso de velocidade nos veículos não economiza combustível, compromete a segurança e é proibido segundo o Código Nacional de Trânsito. As rotações superiores a 2.000 rpm implicam desperdício de combustível. O ponto de rotação máxima ideal para o motor dos veículos nas condições estudadas está na faixa de 1.700 rpm. Um pequeno número de equipes foi as responsável pelo elevado número de infrações cometidas. A falta de treinamento dos motoristas contribui para o aumento de consumo de combustível e infrações regidas pelo Código Nacional de Trânsito. O cumprimento das normas sobre condução econômica (Anexo B) e do Código Nacional de Trânsito contribui com a redução dos custos com combustível e respectiva diminuição do número de infrações.
It was analyzed the following parameters: idling, excess of engine rotation superior to 2.000 rpm, neutral points and speeds superior to 80 km/h aiming to monitory the wood transport vehicle fuel consumption of two transporters (A and B) using the board computer information installed on a Mercedes-Benz, LS 2638 model. The idling increased fuel consumption in R$ 19.164,50 (91,32%) and R$ 17.449,61 (99,09%) by months, therefore the average of the vehicles engines had functioned about 24.47% and 25.79% of the running time for the transporter A and B, respectively. The excess of vehicles engine rotation also increased the fuel consumption on R$ 69,45 (0.33%) and R$ 155.62 (0.88%) for the transporters A and B, respectively. The Neutral Point contributed with the fuel consumption in R$ 1.751,73 (8.35%) and R$ 4.80 (0.03%) respectively for the transporter A and B. The methodology is specific to use on the OM 457 LA motor, but could be used for another studies if some adaptation was made; the idling got the biggest fuel consumption in the wood transport followed to neutral point and the excess of engine rotation. In the wood transport, is possible important fuel consumption reduction by working with idling, because is possible to turn off the vehicle duting the loading, unloanding and waits in virtue of the raised open assembly time (load, discharge, lines and stops obligator). The neutral point use and the vehicle speed excess does not save fuel, compromises the safety. The engine rotations superior to 2.000 rpm imply in fuel wastefulness. The ideal maximum rotation point for the vehicle engine was about 1.700 rpm. A small number of the teams had been responsible to raised the most committed infractions numbers. The lack of drivers training contributed for increasing the fuel consumption and the National Code of Transit condutec infractions. The fulfilment of the norms on economic conduction (Attached B) and the National Code of Transit contributes with a fuel cost and the number of infractions reduction.
Palavras-chave: Madeira - Transporte
Transporte rodoviário de carga
Combustível - Consumo - Aspectos econômicos
Logística empresarial
Sistemas de informação gerencial
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SILVEIRA, Glauco Lima da. Monitoramento do consumo de combustível de veículos de transporte rodoviário de madeira utilizando computador de bordo. 2003. 55f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2003.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9305
Data do documento: 21-Mar-2003
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,4 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.