Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9309
Tipo: Dissertação
Título: Metodologia para macroplanejamento de áreas verdes urbanas
Methodology for macro planning of urban green areas
Autor(es): Torres, Ewertton Magalhães
Abstract: Este trabalho consistiu de duas etapas: a primeira diz respeito à observação da deficiência de áreas verdes, decorrente da despreocupação do poder público com a sua distribuição, sabendo-se que esta é de responsa- bilidade da Administração Municipal e deve ser estabelecida pelos planos diretores e leis de uso do solo dos municípios. Diante dessa carência no estabelecimento de áreas verdes, percebeu-se a necessidade de as áreas urbanas serem contempladas de forma criteriosa. As investigações que foram desenvolvidas nesta pesquisa surgiram da necessidade de estudos que incluem essas áreas no planejamento urbano. Numa segunda etapa, buscou- se estabelecer uma base metodológica constituída da combinação de critérios múltiplos operados por meio de sistemas de informações geográficas (SIGs), visando-se determinar a aptidão de um local em função das diferentes variáveis que influenciam a implantação e a distribuição de áreas verdes na malha urbana. Foram utilizadas as variáveis renda, hidrografia, solos, declividade, vegetação, insolação e praças, com valores variando de 1 a 5; com isso, podem ser analisadas e estabelecidas as áreas urbanas mais aptas para implantação de áreas verdes, denotando-se, assim, os locais onde há carência dessas áreas. Para avaliar a metodologia, foi utilizada como área de estudo a parte central da malha urbana do município de Viçosa-MG. A base de dados foi constituída de informações gerais sobre a área urbana (renda da população, com base no salário-mínimo, distribuição de praças, situação atual de áreas verdes e outras) e dos mapas de solos, declividade, hidrografia, rede viária e cobertura vegetal existente. Para determinar as áreas mais propícias à implantação de áreas verdes e estudar os locais de conflitos de uso com a arborização, foi inserido na metodologia o uso do SIG, possibilitando a geração de diversos mapas intermediários e o de aptidão. A operacionalização da metodologia desenvolvida mostrou-se eficiente e prática, podendo ser utilizada como um instrumento de referência para a distribuição de áreas verdes urbanas.
This work consisted basically of two stages: the first concerns the observation of deficiency of green areas, due to easiness on the part of the public power with relationship your distribution, being known that this distribution is of responsibility of the Municipal Administration and it should be established by the master plans and laws of use of the soil of the municipal districts. Before this lack in the establishment of green areas was noticed a need that the urban areas should be contemplated in a discerning way. The investigations that were developed in this research appeared of the need of studies that include those areas in the urban planning, because deficiency of green areas is observed in most of the Brazilian municipal districts, and the existent ones in the municipal districts they are bad distributed. In a second stage, it grew a methodological proposal with base in the combination of multiple criteria and with system of geographical information (SIG), to determine the aptitude in relation to different variables that influence the implantation and distribution of green areas in the urban mesh. They were obtained the variables income, hydrograph, soils, steepness, vegetation, insolation and squares, with the weights varying from 1 to 5 and, with that, the more capable urban areas were analyzed for implantation of green areas, showing like this the places where exist lack of those areas. To evaluate the methodology, it was used as study area the central part of the urban mesh of Viçosa-MG. The base of data was constituted of general information on the urban area (it surrenders of the population with base in the minimum wage, distribution of squares, current situation of green and other areas) and of the maps of soils, steepness, hydrograph, net viária and existent vegetable covering. To determine the most favorable areas for the implantation of green areas and to study the places of use conflicts with the arborization, it was inserted in the methodology the use of SIG, making possible the generation of several intermediate maps and the one of aptitude. The developed methodology was shown efficient and practical, could be used as an instrument for the distribution and implantation of urban green areas.
Palavras-chave: Florestas urbanas - Viçosa (MG)
Planejamento urbano - Viçosa (MG) - Impacto ambiental
Paisagismo - Viçosa (MG)
Sistemas de Informação Geográfica
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: TORRES, Ewertton Magalhães. Metodologia para macroplanejamento de áreas verdes urbanas. 2003. 68f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2003.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9309
Data do documento: 26-Fev-2003
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,16 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.