Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9374
Tipo: Dissertação
Título: Riscos e retornos associados à utilização da agricultura de precisão em Mato Grosso do Sul: um estudo de caso
Risks and returns associated with the use of precision agriculture in Mato Grosso do Sul state, Brazil: a case study
Autor(es): Lavorato, Mateus Pereira
Abstract: Os processos de desenvolvimento tecnológico e de capitalização que ocorreram sobre a agricultura mundial e brasileira nas últimas quatro décadas, além de contribuírem para a expansão da produção agrícola, aumentaram a competição e os riscos da atividade, tornando os investimentos contínuos em tecnologia um fator de vital importância para a permanência do produtor no setor. A agricultura de precisão foi introduzida no início da década de 1990, caracterizando-se como um sistema produtivo alternativo ao modelo convencional, sendo fortemente baseada em avanços tecnológicos introduzidos no meio agrícola. Embora possua apelo econômico e ambiental, não foi observado um significativo processo de difusão deste conjunto tecnológico ao redor do mundo, inclusive no Brasil. Destarte, a presente pesviiquisa busca explorar o trade-off existente entre risco e retorno, mensurando os riscos relacionados à utilização da agricultura de precisão como sistema produtivo e os contrastando com os resultados econômicos alcançados pela atividade agrícola. O estudo foi baseado na teoria da tomada de decisões em condições de risco e incerteza e também nas teorias que versam sobre as fontes de riscos e incerteza na agricultura. Os custos de produção foram definidos a partir da construção dos custos operacionais totais para cada uma das culturas estudadas, sob os dois sistemas produtivos analisados. A análise de risco foi realizada a partir das estimativas obtidas para o Value at Risk e para o Conditional Value at Risk. O Índice de Sharpe Modificado Monetário foi utilizado no intuito de se avaliar o trade-off existentevii entre riscos e retornos relacionados a produção de milho e soja através da agricultura de precisão. Os custos operacionais relacionados à produção pelo sistema de precisão foram maiores do que aqueles apresentados pelo sistema convencional para ambas as culturas. Este resultado está relacionado aos maiores gastos relacionados à operacionalização da atividade agrícola sob os conceitos da agricultura de precisão. A análise de risco apresentou resultados que foram de encontro às hipóteses anteriormente levantadas. Tanto para o Value at Risk, quanto para o Conditional Value at Risk, a produção de milho e soja pelo sistema de precisão apresentou menor risco, estimado como potencial de perda nos lucros, do que calculado para o sistema convencional. Os resultados favoráveis ao sistema de precisão estão relacionados à menor variabilidade dos gastos com fertilizantes e das produtividades alcançadas. Entretanto, na análise do trade-off existente entre risco e retorno, medido pelo Índice de Sharpe Modificado Monetário, ficou observado que, principalmente para o milho, a produção através da agricultura de precisão não é vantajosa sob esta ótica. Isto se deve ao fato de, para o milho, o sistema convencional ter apresentado lucros esperados mais elevados do que o observado para o sistema de precisão. Embora os lucros esperados para a produção de soja via agricultura de precisão tenham sido maiores do que aqueles relacionados à produção convencional, a diferença entre estes valores não foi capaz de cobrir o risco calculado para o sistema de precisão, gerando índices menores do que a unidade. Com base nos resultados encontrados, salienta-se que a agricultura de precisão, dada a consideração da variabilidade espacial da produtividade da lavoura e seu tratamento específico, pode ser vista como uma estratégia de mitigação dos riscos enfrentados pelos produtores de milho e soja. Apesar disso, ficou observado, para o caso do milho, que os altos custos relacionados à operacionalização deste método produtivo acabam por penalizar os lucros obtidos pela atividade agrícola, podendo diminuir sua atratividade para com os produtores rurais.
The processes of technological development and capitalization affected the world agriculture in the last four decades, contributing to the agricultural production expansion and the leverage of competition and risks, making the continued investment in technology a crucial factor to the permanence of the producer in agriculture. Precision agriculture was introduced in the early 90’s as an alternative production system, highly based on technological advances. Although it has economic and environmental appeal, a significant diffusion process of the precision agriculture set around the world has not been observed. Thus, this research aims to explore the trade-off between risk and return through the measurement of the risks related to the use of precision agriculture as an agricultural production system and the contrast of it with agriculture economic results. This study was based on the theory of decision making under uncertainty and on the theories of agricultural risks. The prodmaize and uction costs were defined through the construction of the operational total costs to each of the analyzed production systems. The risk analysis was conducted through the estimations of the Value at Risk and the Conditional Value at Risk. The Sharpe Monetary Modified Index was utilized in order to evaluate the risk- return trade-off of the maize and soybean precision production. For both crops, the operational costs of the precision system were bigger than those of the conventional system. These results are linked to the bigger outlays related to the operationalization of precision agriculture. The risk analysis results were against the initial hypothesis of this research. Both methods showed smaller risks for the production of maize and soybean through the precision system than the conventional one. These results are related to the smaller variability of the agricultural productivity and the fertilizers outlays in the precision production system. However, the Sharpe Monetary Modified Index showed that, thorough the optic of the risk-return trade-off, the production of maize is not advantageous. It is explained by the fact that the expected profit of the precision system were smaller than that of the conventional system. Although the expected profits of the soybean’s precision production were bigger than that of the conventional system, the difference between then were smaller than the risks of the precision agriculture. Based on these results one could stress the power of the precision agriculture on the maize and soybean production risk management. However, the high costs of the maize precision production end up penalizing the agricultural production profits, being less attractive to the producers.
Palavras-chave: Agricultura de precisão - Mato Grosso do Sul
Agricultura de precisão - Risco (Economia)
Incerteza (Economia)
CNPq: Ciências agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: LAVORATO, Mateus Pereira. Riscos e retornos associados à utilização da agricultura de precisão em Mato Grosso do Sul: um estudo de caso. 2016. 69 f. Dissertação (Mestrado em Economia Aplicada) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9374
Data do documento: 27-Jul-2016
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdfTexto completo1,16 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.