Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9405
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributorTeixeira, Erly Cardoso
dc.contributorCaixeta, Glória Zélia Teixeira
dc.contributor.advisorMagalhães, Carlos Augusto
dc.contributor.authorFerreira, Marilza Machado
dc.date.accessioned2017-02-03T09:20:39Z
dc.date.available2017-02-03T09:20:39Z
dc.date.issued1993-07-16
dc.identifier.citationFERREIRA, Marilza Machado. Retorno aos investimentos em pesquisa e assistência técnica na cultura de café em Minas Gerais. 1993. 139 f. Dissertação (Mestrado em Economia Rural) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 1993.pt-BR
dc.identifier.urihttp://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9405
dc.description.abstractOs investimentos públicos em pesquisa e assistência técnica possuem alta correlação com o desenvolvimento agrícola e são altas suas taxas de retorno (PASTORE e ALVES. 1985). A quantificaçaõ em termos de eficiência e equidade dos benefícios oriundos desse processo é de suma importância na medida em que fornece a base para tornar mais eficiente a alocação dos recursos e possibilita uma melhor compreensão do processo tecnológico como fator econômico e endógeno ao funcionamento da economia e da sociedade. 0 presente trabalho objetivou avaliar os investimentos em pesquisa e assistência técnica para o café no Estado de Minas Gerais aplicados nas décadas de setenta e oitenta. Para tanto focalizou-se o esforco realizado pela EPAMIG - Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais, UFV - Universidade Federal de Viçosa. ESAL - Escola Superior de Agricultura de Lavras e regionais do IBC Instituto Brasileiro do Café e EMATER - Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural. Utilizou-se o procedimento tradicional de cálculo dos excedentes e da taxa interna de retorno. Para calcular o excedente econômico consideraram-se duas pressuposições sobre o início do fluxo de benefícios (05 anos de 1973 e 1975) e adotou-se o coeficiente de ajustamento da oferta para estimar o deslocamento da producão. Os investimentos realizados no Estado apresentaram tendência crescente, mas com nítida descontinuidade ao longo dos anos. Os gastos com pesquisa tiveram comportamento declinante, enquanto os gastos com assistência técnica foram crescentes. Para a pressuposição 1975, o benefício líquido total gerado para a sociedade foi da ordem de Cr$ 1.74 trilhão em valores de dezembro de 1991 que, no ano, significou uma media de Cr$ 82,91 bilhões. Ante um investimento de Cr$ 156.9 bilhões observou-se que o custo desta politica é baixo dado o elevado benefício que proporciona. 0 ganho auferido pelo Estado, via acréscimo no ICMS, foi em média de Cr$ 6.4 bilhões no ano, sendo que este aumento representou 80,54% dos investimentos realizados no período.pt-BR
dc.language.isoporpt-BR
dc.publisherUniversidade Federal de Viçosapt-BR
dc.rightsAcesso Abertopt-BR
dc.subjectInvestimentos públicospt-BR
dc.subjectPesquisa e assistênciapt-BR
dc.subjectCafépt-BR
dc.titleRetorno aos investimentos em pesquisa e assistência técnica na cultura de café em Minas Geraispt-BR
dc.typeDissertaçãopt-BR
dc.subject.cnpqCiências Agráriaspt-BR
dc.degree.grantorUniversidade Federal de Viçosapt-BR
dc.degree.departmentDepartamento de Economia Ruralpt-BR
dc.degree.programMestre em Economia Ruralpt-BR
dc.degree.localViçosa - MGpt-BR
dc.degree.date1993-07-16
dc.degree.levelMestradopt-BR
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo8,17 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.