Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9416
Tipo: Dissertação
Título: Conforto térmico no inverno em modelos de galpões para produção de aves e suínos em função do pé-direito e tipo de cobertura
Thermal comfort over winter by hangar models for production of birds and swine as a function of room height and covering type
Autor(es): Santos, Rodrigo Couto
Abstract: Fatores ambientais são de grande interesse no processo de produção animal, pois acabam refletindo na qualidade e quantidade do produto final, principalmente quando toda a seqüência ocorre no interior de determinada instalação. Neste contexto, os materiais de cobertura merecem destaque, pois constituem um dos principais fatores no conforto térmico ambiental, influenciando na quantidade de calor que entra e sai da instalação. No entanto, a maioria das pesquisas relacionadas aos materiais de cobertura para as condições brasileiras, tem se pautado mais no que se refere ao arrefecimento térmico destes, uma vez que o País apresenta verões muito quentes. Contudo, os materiais de cobertura utilizados nas instalações animais, podem não ser simultaneamente eficientes para condições de verão e de inverno. Assim, visando a melhoria do conforto térmico de aves e suínos, em condições de inverno, esta pesquisa teve como objetivo: a) análise de diferentes tipos de materiais de cobertura convencionais (barro, alumínio e cimento-amianto) e suas diferentes associações (forro junto à telhas de barro, alumínio e cimento-amianto; lâmina reflexiva em associação às telhas de alumínio e cimento-amianto; poliuretano sobre telhas de alumínio; telhas de alumínio sanduíche; e pintura branca sobre telhas de cimento-amianto) comumente utilizados em instalações avícolas e suinícolas, para duas distintas alturas de pé-direito, avaliados pelo Índice de Temperatura de Globo Negro e Umidade (ITGU) e Carga Térmica de Radiação (CTR). O trabalho foi realizado em modelos reduzidos de galpões avícolas, em condições de inverno, no município de Viçosa-MG, na área experimental de Construções Rurais e Ambiência do Departamento de Engenharia Agrícola da Universidade Federal de Viçosa. Para a execução desta pesquisa foram construídos 22 modelos reduzidos de galpões avícolas, na classe geometricamente similar com escala 1:10, baseados nas dimensões de um galpão convencional com pés-direitos de 3,2 m e 4,2 m, largura de 12,0 m, distância entre tesouras de 5,0 m, coberturas com inclinação de 30 0 para telhas de barro e 15 o para telhas de alumínio e cimento-amianto. Os modelos foram montados em terreno plano, nivelado e gramado, livres de sombreamento, orientados no sentido leste-oeste e distanciados 4,0 m um do outro. O ambiente térmico foi caracterizado medindo-se as temperaturas de bulbo seco e molhado, temperatura de globo negro e velocidade do ar, através de instrumentos posicionados à altura correspondente ao centro de gravidade das aves. As leituras foram feitas a cada duas horas, no período de 24 horas, a partir das 00:00 horas, nos meses de agosto e setembro, de onde foram selecionados dez dias experimentais com condições climáticas semelhantes. Com base nestes resultados, foram obtidos os índices ITGU e CTR de cada tratamento. Baseados nas condições em que o trabalho foi realizado e através dos resultados obtidos concluiu-se que, de acordo com os valores de ITGU e CTR, a utilização de forros junto às telhas de barro e alumínio conferiu uma maior inércia térmica aos conjuntos, o que é desejável durante o inverno; as coberturas confeccionadas com telhas de cimento-amianto com pintura branca na face superior, não são interessantes do ponto de vista de conforto térmico de inverno; as coberturas que melhor atenderam as necessidades mínimas de conforto térmico foram as confeccionada com telhas de alumínio sanduíche, alumínio e barro; no que diz respeito ao pé-direito, sugere-se, em galpões avícolas, que a utilização de galpões com pé-direito de 3,2 m, em escala real, é melhor que galpões com pé-direito de 4,2 m, nas horas de extremos térmicos de inverno.
Environmental factors are very important on animal production, since they have influence upon quality an quantity of the final product, mainly when the whole process sequence happens within certain facilities. So, the covering materials deserve special attention because they represent one of the major factors to thermal comfort, as influencing the energy flow within and outside the facility. However, most of the researches related to the covering materials adequate to Brazilian conditions has been concerned about the thermal cooling of these materials, considering the occurrence of very high temperatures in this Country summers. However, the covering materials used in animal facilities may not be simultaneously efficient under summer and winter conditions. Therefore, searching for the improvement of thermal comfort to birds and swine under winter conditions, this study aimed at the following objectives: a) to analyze different types of conventional coverings (ceramic, aluminum and cement- amianthus) and their associations (covering together with ceramic tiles, covering together with ceramic tiles, covering together with ceramic tiles, and others) commonly used in poultry and swine facilities, for two room heights evaluated by the Black Globe and Humidity Index (BGHI) and Thermal Load Radiation (TLR). The experiment was accomplished with prototypes of poultry hangars for winter conditions, in the Rural Constructions and Ambience experimental area of the Agricultural Engineering Department in Federal University of Viçosa, Viçosa-MG. To carried out this study, 22 poultry house prototypes were built at geometrically similar class (scale 1:10), based on dimensions of a conventional poultry house with 3.2m and 4.2m room heights, 12 m width, a distance between trusses of 5.0 m, covering at 30 o slope for ceramic tiles and 15 o for aluminum and cement-amianthus tiles. The prototypes were mounted on plane, leveled and grassed ground, shading-free, oriented towards east-western with a 4.0m distance between one another. The thermal environment was characterized, by measuring both temperatures of dry and wet bulbs, black globe temperature, and air speed through tools positioned at the height corresponding to gravity center of the birds. The readings were performed each two hours over a 24h period, starting from exactly 00:00 o'clock in August and September, when ten experimental days with similar climatic conditions were selected. Based on these results, the indexes BGHI and TLR were obtained from each treatment. Based on conditions under which the study was accomplished and considering the obtained results, it was concluded that according to the values of BGHI and TLR, the use of coverings together with the ceramic and aluminum tiles provided a higher thermal inertia to these sets, what is desirable over winter; the coverings made with cement-amianthus tiles with a white-painted superior face are not interesting under the thermal comfort viewpoint over winter. The coverings satisfying the minimum needs for thermal comfort were those made of sandwich aluminum tiles, and aluminum and ceramic tiles. Relatively to room height, the use of 3.2 m-high poultry house (real scale) is better than those 4.2m high at thermal extreme hours in winter.
Palavras-chave: Cobertura
Telhas
Construções
Ambiência
Suínos
Aves
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SANTOS, Rodrigo Couto. Conforto térmico no inverno em modelos de galpões para produção de aves e suínos em função do pé-direito e tipo de cobertura. 2001. 74 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2001.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9416
Data do documento: 31-Mai-2001
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo433,33 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.