Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9502
Tipo: Dissertação
Título: Banco de sementes do solo de uma floresta estacional semidecidual, Viçosa, Minas Gerais
Soil seed bank of a semideciduous seasonal forest in Viçosa, Minas Gerais
Autor(es): Batista Neto, Juvenal Pinheiro
Abstract: O presente estudo foi desenvolvido em fragmento de Floresta Estacional Semidecidual Montana secundária com o objetivo de avaliar a composição florística e a densidade de sementes do banco de sementes em função da estação do ano, das condições fisiográficas e do estádio de sucessão vegetal. Foram coletadas amostras em dez parcelas permanentes, divididas em seis subparcelas, ao final da estação chuvosa e da estação seca. Em cada subparcela foram coletadas duas amostras de solo de 20 x 15 x 5 cm, totalizando 120 amostras em cada estação do ano, que foram acondicionadas em bandejas para germinar em casas de vegetação, sob dois níveis de sombreamento (11,5 % e 60 %). Durante 240 dias, mensalmente, as plântulas, oriundas das sementes germinadas, foram registradas, identificadas e classificadas quanto ao hábito em graminóide, herbáceo-cipó e arbustivo-arbóreo. As arbustivo-arbóreas foram identificadas em nível de espécie, quando possível, e classificadas pelos seus grupos ecológicos. Na amostragem realizada ao final da estação chuvosa (março/2004), foram registrados 3.416 indivíduos, sendo 1.031 graminóides, 997 herbáceo-cipós e 1.388 arbustivo-arbóreos, estes últimos distribuídos em 17 famílias, 25 gêneros e 31 espécies. A maioria das sementes germinadas era das famílias Melastomataceae (61,9 %) e Cecropiaceae (10,1 %). Miconia cinnamomifolia e Leandra purpurascens foram responsáveis por 59,3 % das sementes germinadas. Ao final da estação seca (novembro/2004) foram registrados 3.563 indivíduos, sendo 792 graminóides, 928 herbáceo-cipós e, 1.843 tinham hábito arbustivo- arbóreo distribuídos em 17 famílias, 24 gêneros e 40 espécies. A maioria dos indivíduos arbustivo-arbóreos era das famílias Melastomataceae (59,3 %) e Cecropiaceae (16,5 %), sendo que Miconia cinnamomifolia e Cecropia hololeuca responderam por 33,3 % e 13,8 %, respectivamente, das sementes germinadas desse grupo. O grupo ecológico das pioneiras aumentou de 58 % no final da estação chuvosa para 70 % ao final da estação seca em função do recrutamento de espécies pioneiras da família Melastomataceae. Não foi observada diferença significativa (P ≤ 0,05) para o número de espécies e número de sementes germinadas, entre os níveis de sombreamento, porém, verificou-se diferença entre os locais, provavelmente em função das condições ecofisiográficas distintas. Ao final da estação seca houve decréscimo de 23,2 % nos indivíduos de hábito graminóide e acréscimo de 36 % dos arbustivo-arbóreos, em relação à estação chuvosa. Verificou-se baixa relação entre a composição florística do banco de sementes e a regeneração natural e vegetação adulta dos locais estudados. A predominância de poucas espécies no banco de sementes, em sua maioria pioneiras, indica a necessidade de adoção de técnicas de manejo, como, por exemplo, plantio de enriquecimento, para a recomposição da vegetação após distúrbio.
The study was developed in a mountain semi-deciduous seasonal secondary forest fragment to evaluate the floristic composition and seed density of the soil seed bank at different seasons of the year (end of the rainy season and beginning of the dry season). Samples were collected in ten permanent plots subdivided into six plots, with varying physiographic conditions and plant succession stage. Two soil samples of 20x15x5 cm were collected in each subplot, totalizing 120 samples for each season of the year. The soil samples were placed in germination trays in greenhouses under two shading intensities (11.5 % and 60 %). During 240 days, the seedlings originated from the germinated seeds were registered and identified monthly, being classified as weed, herbaceous-liana and shrub-arboreal. The shrub-arboreal individuals were identified at the level of species, when possible, and were classified into ecological groups. At the end of the rainy season (march/2004), 3.416 individuals were registered, being 1.031 weeds, 997 herbaceous-liana and 1.388 shrub- arboreal, the last ones distributed in 17 families, 25 genus and 31 species. The majority of the germinated seeds were Melastomataceae (61.9 %) and Cecropiaceae (10.1 %) families, being Miconia cinnamomifolia and Leandra purpurascens the most commom species (59.3 % of germinated seeds). At the end of the dry season (november/2004), 3.563 individuals were registered, being 792 weeds, 928 herbaceous-liana and 1.843 shrub-arboreal, distributed in 17 families, 24 genus and 40 species. The majority of the shrub-arboreal individuals at the end of the dry season were from Melastomataceae (59.3 %) and Cecropiaceae (16.5 %) families, being Miconia cinnamomifolia and Cecropia hololeuca the most commom species (33.3 % and 13.8 %, respectively). Pioneer species increased from 58% of the total shrub-arboreal individuals, at the end of the rainy season, to 70% at the end of the dry season, due to the recruiting of pioneer species of the Melastomataceae family. There was no significant (p ≤ 0.05) differences between shade levels, for number of species and number of germinated seeds, for each sampling season. On the other hand, there was difference between sites, probably due to the distinct eco-physiographic conditions. At the end of the dry season, weed individuals decreased 23.2 % and shrub-arboreal individuals increased 36 % in relation to the rainy season. There was a low correlation between floristic composition of the soil seed bank and, saplings and adult floristic composition. The domain of pioneers in the soil seed bank indicates that the enrichment planting is required to restore the previous vegetation.
Palavras-chave: Florestas - Reprodução
Bancos de sementes
Floresta estacional semidecidual - Viçosa (MG)
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: BATISTA NETO, Juvenal Pinheiro. Banco de sementes do solo de uma floresta estacional semidecidual, Viçosa, Minas Gerais. 2005. 91f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9502
Data do documento: 29-Jul-2005
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo3,92 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.