Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9645
Tipo: Dissertação
Título: Ação do ozônio no amadurecimento de banana (Musa spp. AAB) ‘Prata Anã’
Ozone action in ‘Prata Anã’ banana (Musa spp. AAB) ripening
Autor(es): Vieira, Laurence Souza
Abstract: A banana (Musa spp.), por ser um fruto climatérico, apresenta picos de produção de etileno e de CO 2 quando o processo de amadurecimento é desencadeado. Durante o processo de amadurecimento da banana, ocorrem também outras alterações fisiológicas, como o aumento da acidez e do teor de sólidos solúveis e diminuição da firmeza da polpa. A qualidade da banana está relacionada com a manutenção das características desejáveis do fruto. Assim, faz- se necessário utilizar tecnologias que diminuam o metabolismo e desacelerem o processo de amadurecimento, prolongando assim, a vida pós-colheita da banana. A utilização do gás ozônio tem-se mostrado uma alternativa para este fim, devido ao seu alto poder oxidante. O objetivo deste trabalho foi avaliar a ação do ozônio no processo de amadurecimento de bananas da variedade ‘Prata Anã’. Para avaliar o efeito da exposição contínua das bananas ao ozônio, os frutos foram ozonizados (C O 3 = 0,300 mg L -1 ) continuamente por 21 dias. A ozonização contínua não afetou o Ângulo Hue, mas causou aumento na perda de massa fresca e diminuição da firmeza da polpa, além de causar injúrias nos frutos. Para encontrar melhores condições para o processo de ozonização, a concentração de ozônio adequada para controlar a produção de etileno e CO 2 dos frutos foi determinada. Foi realizada uma exposição ao ozônio nas concentrações de 0,200; 0,500; 1,000 e 2,000 mg L -1 , por 1 hora. Após a ozonização, foram determinadas a produção de etileno e de CO 2 dos frutos e os parâmetros cor da casca, perda de massa fresca, firmeza da polpa, sólidos solúveis (SS), acidez titulável (AT) e relação SS/AT. A concentração de ozônio igual a 0,200 mg L -1 diminuiu o metabolismo das bananas ‘Prata Anã’, relacionado aos parâmetros perda de massa fresca, sólidos solúveis, acidez titulável e relação SS/AT, afetou minimamente a firmeza da polpa e o Ângulo Hue e diminuiu a produção de etileno e de CO 2 pelos frutos. Para avaliar o melhor tempo de exposição ao ozônio, os frutos foram acondicionados em caixas, dentro de uma câmara fria (T=12,3 ± 0,65 °C e UR=87,1 ± 3,84%). As bananas ‘Prata Anã’ foram ozonizadas (C O 3 = 0,200 mg L -1 ) continuamente por 2, 4 e 6 dias. Os frutos foram analisados quanto a produção de etileno e de CO 2 , perda de massa fresca, cor da casca, firmeza da polpa, sólidos solúveis, acidez titulável e relação SS/AT. O tempo de ozonização de 2 dias não retardou o pico de produção de etileno, mas minimizou o processo de respiração das bananas ‘Prata Anã’ e reduziu os valores de sólidos solúveis, acidez titulável e relação SS/AT, sem causar injúrias nos mesmos. Sendo assim, este foi o tempo considerado adequado para desacelerar o processo de amadurecimento das bananas, visando prolongar a vida pós-colheita dos frutos. xv
Banana (Musa spp.), as a climacteric fruit, produces high rates of ethylene and CO 2 during ripening period, with peak of production of these compounds when this process is triggered. During the banana ripening process also occur other physiological changes, such as increase of acidity and soluble solids and decrease of firmness. The banana quality is related to maintaining the desirable characteristics of the fruit. Thus, it is necessary to use technologies that reduce the metabolism and slow down the ripening process, prolonging thus the banana postharvest life. The use of ozone has become an alternative for this purpose due to its high oxidizing power. The objective of this work was to study the action of ozone in ‘Prata Anã’ bananas ripening process. Evaluate the effects of continuous exposure to ozone in bananas the fruits were ozonized (C O 3 = 0.300 mg L -1 ) continuously for 21 days. The continuous ozonation did not significantly affect the Hue Angle, but caused changes in weight loss and firmness, as well as causing injuries in fruits. To find the best conditions for the ozonation process, the concentration of ozone suitable for controlling the production of ethylene and CO 2 of the fruits was determined. The concentrations of 0.200; 0.500; 1.000 to 2.000 mg L -1 were used. After the ozonation were determined the production of ethylene and CO 2 of the fruits and the parameters peel color, weight loss, firmness, soluble solids, titratable acidity and SS/TA ratio. The concentration of ozone of 0.200 mg L -1 slowed the metabolism of ‘Prata Anã’ bananas, related to weight loss, soluble solids (SS), titratable acidity (AT) and SS/TA ratio, minimally affected the firmness and the Hue Angle and decreased the production of ethylene and CO 2 of the fruits. To evaluate the best ozone exposure time, fruits were packed in sealed boxes, in a cold room (T=12.3 ± 0.65 °C and RH=87.1 ± 3.84%). The ‘Prata Anã’ bananas were ozonated (C O 3 = 0.200 mg L -1 ) continuously for 2, 4 and 6 days. The fruits were analyzed for the production of ethylene and CO 2 , weight loss, peel color, firmness, soluble solids, titratable acidity and SS/TA ratio. The time of ozonation for 2 days did not delay the peak of production of ethylene, but played down the process of respiration of ‘Prata Anã’ bananas and reduced soluble solids, titratable acidity, SS/TA ratio, without causing injuries on them. Thus, this was the time considered appropriate to slow the ripening process of bananas, seeking to extend the postharvest life of fruits.
Palavras-chave: Musa
Banana - Amadurecimento
Banana - Fisiologia - Pós colheita
Ozônio
Banana - Efeito do etileno
Banana - Qualidade
CNPq: Química Analítica
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: VIEIRA, Laurence Souza. Ação do ozônio no amadurecimento de banana (Musa spp. AAB) ‘Prata Anã’. 2016. 64 f. Dissertação (Mestrado em Agroquímica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9645
Data do documento: 15-Jul-2016
Aparece nas coleções:Agroquímica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,03 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.