Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9677
Tipo: Dissertação
Título: Metodologia para a estimativa das demandas e disponibilidades hídricas: estudo de caso da bacia do Paracatu
Methodology to estimate water demand and availability: a case study of Paracatu basin
Autor(es): Rodriguez, Renata del Giudice
Abstract: O aumento da demanda pelo uso da água evidenciado ao longo do tempo, sobretudo nas últimas décadas, vem causando sérios conflitos entre os usuários em muitas regiões da Terra. A bacia do São Francisco possui uma demanda total de água de 224 m 3 s -1 , sendo o principal consumidor a irrigação, responsável por 71,4% dessa demanda. O rio Paracatu, situado no Médio São Francisco, é o maior afluente do São Francisco, contribuindo com cerca de 40% da vazão desse rio na seção de deságüe do Paracatu. A irrigação apresentou expressivo crescimento na bacia do Paracatu, principalmente após os incentivos advindos de programas governamentais iniciados na década de 1970, como o Plano de Desenvolvimento Integrado do Noroeste Mineiro (PLANOROESTE). Como conseqüência da grande expansão da agricultura irrigada, sérios conflitos têm surgido em várias partes da bacia, principalmente nas sub-bacias do ribeirão Entre Ribeiros e do rio Preto. Tendo em vista o complexo quadro de conflitos pelo uso da água existente na bacia do Paracatu, o presente trabalho teve como objetivos: analisar o comportamento hidrológico na bacia do Paracatu no período de 1970 a 2000; estimar as vazões de retirada e consumida pela irrigação e pelos abastecimentos animal e humano (urbano e rural); e avaliar o impacto dos usos consuntivos da água nas vazões do rio Paracatu e seus afluentes. Para a realização do estudo foi analisada a variação espacial da precipitação média anual, das vazões médias de longa duração, máximas e mínimas; da vazão associada à permanência de 95% (Q 95 ); das vazões específicas (média de longa duração, máxima e mínima); e do coeficiente de deságüe em 18 estações fluviométricas localizadas na bacia do Paracatu. A estimativa das vazões retiradas e consumidas para os usos consuntivos analisados foi realizada com base nos dados obtidos no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, referentes a área irrigada, culturas cultivadas, número de cabeças dos diversos rebanhos de animais criados na bacia e população nos meios urbano e rural. Para a estimativa da vazão de retirada pela irrigação utilizaram-se, além da área irrigada, a evapotranspiração das culturas cultivadas na bacia e a precipitação efetiva, obtida pelo método proposto pelo boletim 24 da FAO. A evapotranspiração das culturas foi estimada com base na evapotranspiração potencial da cultura de referência, calculada pelo método de Penman- Monteith, e nos coeficientes das culturas. Com base nos resultados, constatou-se que: a) as precipitações médias anuais, bem como as vazões específicas (média, máxima e mínima), tiveram tendência de decréscimo das cabeceiras em direção à foz, oposta ao comportamento evidenciado nas vazões médias, máximas e mínimas, que aumentaram nesse sentido; b) a vazão consumida pela irrigação variou, ao longo da bacia, de 78 a 93% do total consumido; c) a vazão total consumida teve pouca influência na vazão média de longa duração, representando de 0,5 a 2,1% da vazão média de longa duração; d) a vazão de retirada pela irrigação chegou a atingir 85,1% (1,05 m 3 s -1 ) da Q 7,10 observada e 69,4% da Q 7,10 natural no ribeirão Entre Ribeiros; e e) a vazão de retirada pela irrigação chegou a atingir 47,0% da Q 95 nesse mesmo ribeirão.
The increase in demand for water use that has been evidenced over the course of time, particularly in the last decades, is causing serious conflicts among users in many regions of the Earth. For instance, the San Francisco basin has a total demand of 224 m 3 s -1 of water, with irrigation being the main consumer, accounting for 71,4% of the demand. The river Paracatu, Middle San Francisco, is the largest San Francisco tributary, contributing with about 40% of the river flow in Paracatu discharge section. Irrigation presented expressive growth in the Paracatu basin, mainly after the incentives from government programs in the 1970s, such as the Integrated Development Plan for Northwest Minas Gerais (PLANOROESTE). The great expansion of irrigated agriculture brought about serious conflicts in several parts of the basin, mainly in the sub-basins of the river Entre Ribeiros and the river Preto. In view the complex picture of conflicts for the use of the existent water in the Paracatu basin, the objectives of the present work were: to analyze the hydraulic behavior in the Paracatu basin from 1970 to 2000; to evaluate the withdrawal and consumed flows through irrigation and water supply for animal and human (urban and rural); and to evaluate the impact of water use on the flow of river Paracatu and its tributaries. To carry out this study it was analyzed, the spatial variation of annual average precipitation, long duration average flow, maximum and minimum; flow associated to 95% permanence (Q95); specific flow (average of long duration, maximum and minimum); and discharge coefficient in 18 fluviometric stations in the Paracatu basin. The estimate of the withdrawal and consumed flows for the consulting uses analyzed was calculated based on data obtained from the Brazilian Institute of Geography and Statistics. These data refer to the irrigated area, grown crops, number of head of many herds raised in the basin and population in the urban and rural areas. To estimate the flow withdrawal for irrigation, the irrigated area, evapotranspiration of crops grown in the basin and the effective precipitation using the method proposed by bulletin 24, FAO, were used. Crop evapotranspiration was based on the potential evapotranspiration of the reference crop, calculated by the Penman-Monteith method, and on the crop coefficients. Based on the results, it was verified that: a) the annual average precipitation, as well as the specific flow (average, maximum and minimum), tended to decrease from the head to the mouth, opposed to the behavior showed in the average, maximum and minimum flows, which increased in that direction; b) the flow consumed by irrigation varied, along the basin, from 78 to 93% of the total consumed; c) the total flow consumed had little influence on the average flow of long duration, representing from 0,5 to 2,1% of the average flow of long duration; d) the flow retreated by irrigation reached 85,1% (1,05 m 3 s -1 ) of the Q 7,10 observed and 69,4% of the natural Q 7,10 in the river Entre Ribeiros; and e) the flow retreated by irrigation reached 47,0% of Q 95 in the same river.
Palavras-chave: Uso consuntivo
Demanda hídrica
Recursos hídricos
Gestão ambiental
Comportamento hidrológico
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: RODRIGUEZ, Renata del Giudice. Metodologia para a estimativa das demandas e disponibilidades hídricas: estudo de caso da bacia do Paracatu. 2004. 94 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2004.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9677
Data do documento: 26-Fev-2004
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo3,5 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.