Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9708
Tipo: Tese
Título: Perda de matéria seca no armazenamento de milho em diferentes temperaturas
Loss of dry matter in the corn storage in different temperatures
Autor(es): Alves, Wederson Marcos
Abstract: Em decorrência das perdas qualitativas e quantitativas que ocorrem durante o período de armazenamento de grãos, objetivou-se com este trabalho avaliar a deterioração dos grãos de milho em função da perda de matéria seca, sob diferentes condições de armazenamento e quantificar a perda de matéria seca dos grãos de milho armazenados e infestados ou não com Sitophilus zeamais, em diferentes condições de temperatura do ar ambiente, através da determinação da taxa respiratória pela produção de CO 2 . Para esta avaliação, grãos da variedade BRS 3060, colhidos com teor de umidade em torno de 14,5% b.u. foram infestados ou não com o inseto-praga na proporção de 10 insetos por quilo de produto. Logo em seguida as amostras correspondentes a cada tratamento foram colocadas em câmara do tipo BOD nas temperaturas de 20, 25, 30, 35 e 40 °C. Para a determinação da produção de CO 2 e conseqüente perda de matéria seca, nos intervalos de zero, 30, 45, 60, 90, 120 e 150 dias os grãos de cada tratamento foram distribuídos em frascos de vidro, com volume de 800 mL, e mantidos hermeticamente fechados por 24 h. Após este intervalo, 5 mL de ar intergranular foi removido do interior dos frascos e injetado em um analisador de fluxo bissegmentado com detecção condutimétrica. Através da leitura obtida, da porosidade da massa de grãos, da curva padrão do sistema e da equação dos gases perfeitos foram determinadas a taxa respiratória e a perda de matéria seca dos grãos de milho. Para avaliação da qualidade do milho armazenado utilizou-se o teste de condutividade elétrica da solução que contém os grãos. A análise dos dados e a interpretação dos resultados obtidos nas condições específicas deste trabalho permitiram concluir que: o sistema em uso (analisador em fluxo bissegmentado) forneceu dados que permitiram o acompanhamento da taxa respiratória dos grãos e mostrou ser sensível para tal; a umidade dos grãos e a temperatura de armazenamento influenciam diretamente na taxa respiratória; o tempo máximo que os grãos precisam ficar hermeticamente fechados, para se determinar a produção de CO 2 e conseqüente perda de matéria seca durante o armazenamento, é de 24 h; a taxa respiratória dos grãos na ausência do inseto-praga se manteve discreta ao longo do armazenamento, enquanto que na presença deles aumentou cerca de 10 e 15 vezes em apenas 30 dias para as temperaturas de 25 e 30 °C, respectivamente; as maiores taxas respiratórias foram observadas para os grãos armazenados nas condições em que o inseto-praga melhor se desenvolve, ou seja, para as temperaturas de 20, 25 e 30 °C; as maiores perdas de matéria seca devido a respiração dos grãos foram obtidas também nas condições em que o inseto- praga se desenvolve; pode existir uma relação entre a perda de qualidade e a taxa respiratória dos grãos, pelo fato que nas temperaturas em que os insetos melhor se desenvolveram (25 e 30 o C) é que se obteve as maiores médias de condutividade elétrica e as maiores produções de CO 2 ; a condutividade elétrica da solução que contém os grãos aumenta com o período de armazenamento, com a elevação da temperatura ambiente e com a presença de inseto-praga, demonstrando maior perda de qualidade do produto.
Due to the qualitative and quantitative losses that happen during the period of storage of grains, it was aimed at with this work to evaluate the deterioration of the corn grains in function of the loss of dry matter, under different storage conditions and to quantify the loss of dry matter of the corn grains stored and infested or not with Sitophilus zeamais, in different conditions of temperature of the environment air, through the determination of the breathing rate by the production of CO 2 . For this evaluation, grains of the variety BRS 3060, picked with humidity content around 14,5% were infested or not with the insect-plague in the proportion of 10 insects per kilo of product. Soon after, the samples corresponding to each treatment were placed in a camera type BOD, in the temperatures of 20, 25, 30, 35 and 40 °C. For the determination of the production of CO 2 and consequent loss of dry matter, in the zero intervals, 30, 45, 60, 90, 120 and 150 days the grains of each treatment were distributed in glass flasks, with volume of 800 mL, and maintained tightly closed for 24 h. After this interval, 5 mL of intergranular air was removed from the interior of the flasks and injected in a bissegmented flow analyzer with condutimetric detection. Through the obtained reading of the grains mass porosity, of the system curve pattern and of the equation of the perfect gases, were determined the breathing rate and the loss of dry matter of the corn grains. For evaluation of the quality of the stored corn it was used the test of electric conductivity of the solution that contains the grains. The analysis of the data and the interpretation of the results obtained in the specific conditions of this work allowed to conclude that: the system in use (analyzer in bissegmented flow) supplied data that allowed the accompaniment of the breathing rate of the grains and it showed to be sensitive for such; the humidity of the grains and the storage temperature influence directly in the breathing rate; the maximum time that the grains need to be tightly closed, to be determined the production of CO 2 and consequent loss of dry matter during the storage, is of 24 h; the breathing rate of the grains in the absence of the insect-plague stayed discreet along the storage, while in their presence it increased about 10 and 15 times in only 30 days for the temperatures of 25 and 30 °C, respectively; the largest breathing rates were observed for the grains stored in the conditions in which the better insect-plague grows, in other words, for the temperatures of 20, 25 and 30 °C; the largest matter losses due to breathing of the grains were also obtained in the conditions in which the insect-plague grows; a relationship can exist between the quality loss and the breathing rate of the grains, for the fact that in the temperatures in which the insects better grew (25 and 30 oC) was obtained the largest averages of electric conductivity and the largest productions of CO 2 ; the electric conductivity of the solution that contains the grains increases with the storage period, with the elevation of the environment temperature and with the insect-plague presence, demonstrating larger loss of quality of the product.
Palavras-chave: Produtos agrícolas - Armazenamento - Efeito da temperatura
Produtos agrícolas - Armazenamento - Doenças e danos
Milho - Armazenamento - Efeito da temperatura
Milho - Fisiologia pós-colheita
Sitophilus zeamais
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: ALVES, Wederson Marcos. Perda de matéria seca no armazenamento de milho em diferentes temperaturas. 2004. 72 f. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2004.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9708
Data do documento: 9-Fev-2004
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,86 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.