Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9718
Tipo: Dissertação
Título: Irrigação lateralmente alternada e com déficit controlado na videira cv. Petite Syrah
Partial rootzone drying and deficit irrigation on grapevine cv. Petite Syrah
Autor(es): Silva, José Antonio Moura e
Abstract: Na região semi-árida do Nordeste do Brasil, especificamente no Sub-médio São Francisco, o cultivo da uva é uma das principais atividades agrícolas e econômicas. Recentemente, ocorreu o aumento da área de produção de uva de vinho, em decorrência da instalação de vinícolas em Lagoa Grande, Santa Maria da Boa Vista e Petrolina, municípios que originaram o Pólo Vitivinícola do Vale do São Francisco. Uma característica importante para a produção de uvas de vinho é o balanço entre o desenvolvimento vegetativo e o reprodutivo da videira, sendo o manejo da água um dos fatores desse equilíbrio. Desta forma, o manejo de irrigação é uma alternativa para o controle do crescimento vegetativo, do rendimento total da uva, e da qualidade das bagas. Como as pesquisas neste campo ainda são incipientes na região, um estudo foi realizado no campo experimental da Embrapa Semi-Árido, em Petrolina-PE, onde foram avaliados os efeitos do manejo com irrigação lateralmente alternada (partial rootzone drying - PRD) após a fase de pegamento do fruto, e da irrigação com déficit controlado (regulated déficit irrigation - RDI) após a maturação, no cv. Petite Syrah, sob os porta-enxertos Paulsen 1103 e IAC 572. A distribuição radicular de ambos os porta-enxertos foi estimada ao final do período de formação, pelo método do perfil, auxiliado pela análise de imagens digitais. A fenologia da videira foi avaliada por meio de visualização do aparecimento de períodos, que foram definidos em função dos dias após a poda (dap) e exigência térmica em graus-dia (GD): F1-poda ao início da brotação; F2-início da brotação ao início da floração; F3-início da floração ao pegamento do fruto; F4-pegamento do fruto ao início da maturação; F5-início da maturação à colheita. O comprimento, diâmetro e a distância entre nós dos ramos foram medidos semanalmente. Aos 37, 78 e 106 dap, a fotossíntese líquida, resistência estomática e transpiração, foram medidas por meio de um sistema portátil para fotossíntese Licor Li-6200, enquanto que o potencial de água na folha foi medido por uma bomba de pressão de Scholander. A evapotranspiração da cultura (ETc) foi estimada por meio do balanço hídrico no solo, enquanto que a evapotranspiração de referência (ETo) foi estimada pelos métodos de Penman- Monteith FAO e do tanque classe A. Cerca de 80% das raízes dos porta-enxertos IAC 572 e Paulsen 1103 se concentraram até 0,60 m de profundidade, entretanto o IAC 572 apresentou maior quantidade de raízes a 0- 0,20 m de profundidade e uma maior distribuição na direção das linhas e das entre-linhas de plantas. A fenologia da videira não foi influenciada pelos fatores irrigação e porta-enxerto. Os manejos de irrigação adotados não influenciaram a produção em termos quantitativos e em termos qualitativos apenas quanto ao teor de fenóis. O comportamento fisiológico, o vigor e o crescimento da videira também não foram afetados pelos manejos de irrigação; entretanto, o porta- enxerto IAC 572 proporcionou maiores vigor, crescimento, produção, peso médio dos cachos e das bagas, e teor de sólidos solúveis totais. Os valores de ETo foram maiores quando obtidos pelo tanque classe A em relação ao método de Penman-Monteith FAO. O volume de água consumido foi menor no PRD, o que acarretou maior eficiência do uso da água.
In the semi arid region of northeast Brazil, and in particular in the São Francisco Valley, the grapevine cultivation is one of the most important agricultural and economical activities. Recently, the wineries has become another important alternative, as a consequence of the increase of wine grapes cropping area in Lagoa Grande, Santa Maria da Boa Vista and Petrolina Counties, which have formed the Wine and Viticulture Area of São Francisco Valley. An important aspect for the winegrape production is the grapevine balance, i.e., the equilibrium between the vegetative and reproductive phenological phases, and the water management is one of the factors of this equilibrium. Hence, irrigation management is an alternative for the vegetative growing control, grape yield, and berry quality. As researches about these grapevine production aspects are relatively new in that region, a field experiment was carried out at Embrapa Semi-Árido, Petrolina, Pernambuco State, Brazil, to evaluate the effects of partial rootzone drying (PRD) after the fruit set and of the deficit irrigation (DI) after the veraison on grapevine cv. Petite Syrah grafted on rootstocks Paulsen 1103 and IAC 572. Root distribution of both rootstocks was evaluated at the end of vineyard establishment period by the soil profile method aided by digital image analysis. The grapevine phenology was evaluated by visual observation of phenological period occurrence, and were defined as function of days after pruning (dap) and degree days (DD): F1 - pruning to the bud burst, F2 – bud burst to the flowering, F3 – flowering to fruit set, F4 – fruit set to veraison, F5 – veraison to harvest. The vegetative growth was determined by weekly measurements of shoot length and diameter and internode length. At 37, 78, and 106 days after pruning (dap), net photosynthesis, stomatal resistance and transpiration were measured by a portable IRGA photoshyntesis system Licor Li-6200, while leaf water potential was measured by a Scholander pressure pump. The crop evapotranspiration (ETc) was accounted by the balance in situ while reference evapotranspiration (ETo) was calculated by both the Penman-Monteith FAO and Class A pan methods. Around 80% of roots from rootstock IAC 572 and Paulsen 1103 were distributed until 0.6 m depth. Nevertheless, IAC 572 showed greater root lenght in the 0-0.2 m soil layer and a wider distribution inside the plant rows and between the plant rows. No effects of irrigation managements and of rootstocks were observed on grapevine phenology. Both PRD and DI did no influence yield, berry quality, physiologic behavior, vegetative growth, and the vigour, but grapevines grafted on rootstock IAC 572 have presented higher plant vigor, vegetative growth, yield, average bunch weight, average berry weight, and total soluble solids content of berries. Values of ETo obtained by class A pan were higher than those obtained by Penman-Monteith FAO method. Water volume delivery on PRD plants was lower than DI plants which led to higher water use efficiency.
Palavras-chave: Irrigação agrícola
Uva - Irrigação
Uva - Porta-enxertos
Uva - Fisiologia
Uva - Crescimento
Uva - Qualidade
Uva - Fenologia
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SILVA, José Antonio Moura e. Irrigação lateralmente alternada e com déficit controlado na videira cv. Petite Syrah. 2005. 92 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9718
Data do documento: 24-Jun-2005
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,16 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.