Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9790
Tipo: Tese
Título: Histogênese e expressão de receptores para estrógeno e progesterona em sarcomas de tecidos moles cutâneos em cães
Histogenesis and estrogen and progesterone receptor expression in canine sof tissue sarcomas
Autor(es): Loures, Fabrícia Hallack
Abstract: Sarcomas de tecidos moles (STM) caninos compreendem um grupo heterogêneo de neoplasias malignas, classificadas coletivamente por apresentarem alterações histopatológicas similares, baixa a moderada taxa de recorrência e baixo potencial metastático. Apesar disto, foram descritos padrões histopatológicos vasculares e neurais, específicos para tumor de parede perivascular e tumor de bainha de nervo periférico, respectivamente. Ademais, recentemente foram apontadas diferenças no comportamento biológico dos tumores de parede perivascular, em relação a outros STM. Em medicina humana, a expressão de receptor para estrógeno (RE) e receptor para progesterona (RP) nos sarcomas tem sido estudada, visando a busca de fatores prognósticos e novos alvos para tratamentos. Na medicina veterinária, ainda não foram realizados estudos similares. Os objetivos deste trabalho foram investigar por imuno-histoquímica a histogênese e a expressão de RE e RP em uma série de 80 sarcomas cutâneos e subcutâneos de cães, com características histopatológicas de tumor de bainha de nervo periférico e tumor de parede perivascular. Vinte e um casos (26.25%) apresentaram características morfológicas compatíveis com tumor de parede perivascular, 23 casos (28,75%) com tumor de bainha de nervo periférico, 27 casos (33,75%) compartilharam padrões neurais e vasculares e 9 casos (11,25%) foram indiferenciados. Por imuno-histoquímica, 65 casos (81,25%) apresentaram positividade apenas para marcadores neurais e os outros 15 casos (18,75%) positividade simultânea para marcadores neurais e musculares. A maioria mostrou ser tumor de bainha de nervo periférico. Os padrões histopatológicos tipo perivascular não refletiram a histogênese, que na maior parte das vezes foi negativa para os marcadores musculares e positiva para os marcadores neurais. Todos os casos foram positivos para RP e negativos para RE. Tumores de alto grau de malignidade (grau III) exibiram maior expressão deste receptor que os tumores de baixo grau (grau I). Esta diferença também foi observada para tumores com atividade mitótica maior que 9 figuras mitóticas/10 campos de grande aumento. Houve correlação positiva entre o índice de proliferação celular (Ki67) e a expressão de RP. Assim, a progesterona parece desempenhar um papel na patogênese desses tumores. Futuros trabalhos poderão explorar a ação dos moduladores seletivos de receptor de progesterona como agentes terapêuticos nos sarcomas caninos, além de avaliar a expressão do RP como preditiva de prognóstico.
Soft tissue sarcomas (STS) canines comprise a heterogeneous group of malignancies, collectively classified due to similar histopathological features, low to moderate recurrence rate and low metastatic potential. Nevertheless, vascular and neural histopathological pattern have been described as specific for perivascular wall tumor and nerve sheath tumor, respectively. Moreover, differences were recently identified in the biological behavior of perivascular wall tumor in comparison to other STM. In human medicine, the expression of estrogen receptor (ER) and progesterone receptor (PR) in sarcomas has been studied to search for prognostic factors and new targets for treatment. In veterinary medicine, similar studies have not yet been carried out. The objectives of this study were to investigate by immunohistochemistry the histogenesis and ER and PR expression in a series of 80 cutaneous and subcutaneous sarcomas in dogs with histopathological features of peripheral nerve sheath tumor and perivascular wall tumor. Twenty-one cases (26.25%) showed morphological characteristics compatible with perivascular wall tumor, 23 cases (28.75%) with peripheral nerve sheath tumor, 27 cases (33.75%) shared both neural and vascular patterns and 9 cases (11.25%) were undifferentiated. By immunohistochemistry, 65 cases (81.25%) were positive only for neural markers and the other 15 cases (18.75%) demonstrated simultaneous positivity for neural and muscle markers. Most tumors proved to be peripheral nerve sheath tumor. The perivascular histopathologic type did not reflect histogenesis, which in most cases was negative for muscle markers and positive for the neural markers. All cases were positive for PR and negative for ER. Tumors of high malignancy grade (grade III) exhibited higher PR expression than low-grade tumors (grade I). This difference was also observed for tumors with mitotic activity greater than 9 mitotic figures / 10 high power fields. There was a positive correlation between cell proliferation (Ki67) and PR expression. Thus, it is possible that progesterone play a greater role in the pathogenesis of these tumors. Future researches may explore the potential for selective progesterone receptor modulators as therapeutic agents in canine STS, as well as evaluating the PR expression as a predictor of prognosis.
Palavras-chave: Câncer em animais
Cão - Doenças
Sarcoma
Histogênese
Progesterona
CNPq: Medicina Veterinária
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: LOURES, Fabrícia Hallack. Histogênese e expressão de receptores para estrógeno e progesterona em sarcomas de tecidos moles cutâneos em cães. 2016. 54 f. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9790
Data do documento: 21-Out-2016
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,59 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.