Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9845
Tipo: Dissertação
Título: Produção de própolis por Apis mellifera L. (africanizadas) e avaliação do uso do pólen na determinação de sua origem botânica
Propolis production by Apis mellifera L. (africanized) and an evaluation of the use of pollen determining propolis’ botanical origin
Autor(es): Santana, Alexa Gabriela
Abstract: O presente trabalho teve como objetivos realizar o levantamento da flora polinífera que ocorreu na área de estudo; verificar se houve diferenças na produtividade da própolis, quando esta é produzida em apiários localizados em área sombreada e exposta ao sol e verificar se o pólen presente na própolis pode ser utilizado como indicativo de sua origem botânica. Os experimentos foram realizados com colônias de abelhas Apis mellifera (africanizadas), nas duas diferentes condições ambientais, no municíppio de Paula Cândido-MG. Foi realizado um levantamento florístico da região, coletando-se todas as plantas floridas durante o período experimental, para ser utilizado como acervo palinológico para identificação dos tipos polínicos encontrados no coletor e na própolis. Entre as espécies de plantas amostradas na região de Paula Cândido-MG, a família Asteraceae foi que contribuiu com o maior número, com 56 espécies com flores, durante o período experimental. Houve diferenças significativas entre as colônias, independente do local onde estavam instaladas, indicando a possibilidade de aumento na produção através de seleção, também houve diferenças significativas quanto à produtividade média entre as colônias, localizadas na sombra, talvez relacionada com o microclima. Observou-se que a produtividade média variou, nas colônias instaladas na sombra, mostrando resultados significativos; para as colônias instaladas no sol, os resultados não foram significativos, indicando que existem fatores ambientais influenciando na produção. Vinte e quatro tipos polínicos foram encontrados nos coletores de pólen das dez colônias, e todos os tipos foram encontrados na própolis. Somente estruturas vegetais de Baccharis dracunculifolia foram encontrados nos sedimentos da própolis. O pólen encontrado na própolis pode ser indicativo de contaminação, mas a metodologia utilizada não permite determinar, onde essa contaminação está ocorrendo, se ocorre na planta, durante o transporte, na manipulação pelas abelhas, ou dentro das colméias.
This work had the following goals: make a survey of pollen plants occurring in the area studied; verify if there were differences in propolis productivity, when the apiary is located in shadowed and sunny areas; and verify if the pollen present in propolis can be used as an indicative of botanical origin. The experiments were performed with colonies of africanized honeybees – Apis mellifera – in both the environmental conditions, in the city of Paula Candido- MG. A survey of the flora of the region was made, in which all plants that were flowering during the study were collected. These plants were used for the identification of the pollen types present in the pollen trap and in the propolis. Among the plants found in the region, the family Asteraceae had the greatest number, with 56 species with flowers during the study. There were significative differences in the capacity of production among colonies, independent of the local in which they were installed, indicating a possible increase in production using selection. There were also significative differences in the average productivity among colonies installed in shadowed areas, maybe related to the microclimate. The average productivity varied in the colonies installed in shadowed areas, generating significative results; for the colonies installed in sunny areas, the results were not significative, indicating that there are environmental factors influencing in productivity. Twenty four pollen’s traps of the 10 hives and all of them were found in the propolis. Only plant structures of Baccharis dracunculifolia were found in propolis. The pollen found in propolis can be a contamination, but the metodology used does not allow the identification of where this contamination occurs, if this occurs in the plant, during the transportation, during the manipulation by the bees or inside the hives.
Palavras-chave: Própolis
Pólen
Abelha
CNPq: Ciências Biológicas
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SANTANA, Alexa Gabriela. Produção de própolis por Apis mellifera L. (africanizadas) e avaliação do uso do pólen na determinação de sua origem botânica. 2003. 48f. Dissertação (Mestrado em Entomologia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2003.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9845
Data do documento: 31-Mar-2003
Aparece nas coleções:Entomologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,33 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.