Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9860
Tipo: Dissertação
Título: Biologia de Metaxyonycha angusta (Perty) (Coleoptera: Chrysomelidae) e efeitos do seu ataque em eucaliptos, num sistema agroflorestal
Biology of Metaxyonycha angusta (Perty) (Coleoptera: Chrysomelidae) and the effect of its damage on eucalypts plantation, under agroforestry system
Autor(es): Fernandes, Laine Cristina
Abstract: O presente estudo foi desenvolvido com o intuito de obter informações sobre a biologia e os efeitos do ataque de Metaxyonycha angusta (Perty,1832) em cultura de eucaliptos consorciada com culturas anuais. As informações foram obtidas através de vistorias e medições num sistema agroflorestal no município de Andrelândia, Estado de Minas Gerais, e as atividades de laboratório foram realizadas na Universidade Federal de Viçosa, em Viçosa, Minas Gerais. Foram atribuídas notas, por três avaliadores, segundo uma escala visual que expressava a intensidade de estragos causados pelos besouros, com o intuito de observar o efeito de diferentes intensidades de injúrias causadas por M. angusta, sobre o crescimento inicial em altura e diâmetro de 14 clones de eucalipto. O delineamento utilizado foi o de blocos casualizados, com três repetições e 25 árvores por parcela. Foram mensurados a altura total e o diâmetro a 20 cm do solo (DA20) das árvores. Os dados obtidos foram submetidos à análise de regressão. Os resultados obtidos permitem demonstrar que os besouros adultos atacam principalmente os ponteiros e as folhas mais tenras de árvores, com até um ano de idade. As injúrias foram predominantemente localizadas nas extremidades dos ramos laterais e na extremidade superior da copa. Os adultos são dorsalmente amarelos, com quatro manchas de coloração azul-esverdeada sobre os élitros e, ventralmente, alaranjados. Há dimorfismo sexual determinado pelas diferenças no formato do quinto uroesternito. A longevidade das fêmeas coletadas no campo em novembro de 2002 foi de 9,5 ± 1,8 dia, portanto superior à dos machos que foi de 7,8 ± 1,7 dias. Cada fêmea fez apenas uma postura, em média com 75,4 ± 3,5 ovos amarelos, brilhantes, córion liso e medindo, em média, 0,36 ± 0,004 mm de largura e 0,73 ± 0,007 mm de comprimento. O consumo foliar médio foi de 0,65 ± 0,16 cm2 por besouro, em 48 horas. Estimou-se que 37 besouros por árvore, durante 67 dias consecutivos, seriam suficientes para causar um desfolhamento completo no terço superior da copa das árvores de um ano de idade. O ataque de M. angusta afetou o crescimento inicial em altura e em diâmetro dos clones de eucaliptos avaliados. De uma maneira geral, as perdas decorrentes aumentaram com a intensidade das injúrias, dependendo do tipo de clone avaliado e os prejuízos causados por M. angusta foram altamente expressivos, podendo-se considerá-lo como praga de eucalipto.
This work deals to the biology of Metaxyonycha angusta (Perty, 1832) in eucalypt plantations mixed with annual cultivations. Data were collected from an agroforestry system installed at Andrelândia County, State of Minas Gerais, Brazil. Effect of different defoliation levels caused by M. angusta was obtained through scoring individual height and diameter of fourteen eucalypt clones. Diameter measurement was taken at 20 cm from ground (DA20). Adults are yellowish, and four blue-greenish spots on the elytra. Sexual dimorphism is pointed out by the fifth urosternite shape. Females collected in November lived 9.5 ± 1.8 days, and males were 7.8 ± 1.7days long. Females produced 75.4 ± 3.5 eggs. Egg was yellowish, shining and smooth corion, being 0.36 ± 0.004 mm wide and 0.73 ± 0.007 mm long. Adult phase attacked the main shoot and young foliage. Injuries were predominantly located in the upper tree crown and lateral branches. Injuries affected significantly height and diameter growth for most part of eucalypt clones. Wood production was reduced according to the injury intensity, and clone variety. Foliar consumption was 0.65 ± 0,16 cm2 per beetle, over 48 hour exposure under laboratory conditions. Data suggest that about 37 beetles per tree would be required to cause 100% defoliation to the upper crown for a median tall tree (one year old) during the annual feeding period. Damages were so highly significant that M. angusta may be considered as a very important pest in the Brazilian eucalypt plantations.
Palavras-chave: Metaxyonycha angusta - Biologia
Eucalipto - Crescimento
Eucalipto - Doenças e pragas
Crisomelídeo
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: FERNANDES, Laine Cristina. Biologia de Metaxyonycha angusta (Perty) (Coleoptera: Chrysomelidae) e efeitos do seu ataque em eucaliptos, num sistema agroflorestal. 2004. 73f. Dissertação (Mestrado em Entomologia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2004.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9860
Data do documento: 30-Jul-2004
Aparece nas coleções:Entomologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,09 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.