Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9929
Tipo: Dissertação
Título: Caracterização fisiológica e metabólica de diferentes cepas de cianobacterias
Physiological and metabolic characterization of different cyanobacterial strains
Autor(es): Ferreira, Alberto Abrantes Esteves
Abstract: Este trabalho é o primeiro a explorar como a variação natural, em termos de morfologia, pode estar relacionada a alterações no crescimento, fisiologia e metabolismo em cianobactérias. Esses micro-organismos fotossintetizantes ocupam atualmente diversos nichos ecológicos e, consequentemente, apresentam uma enorme diversidade fisiológica, metabólica e molecular. Desse modo, verifica-se um grande potencial no uso de cianobactérias em aplicações biotecnológicas. Contudo, pouco ou nada se sabe acerca da variação natural entre diferentes cepas no que diz respeito ao metabolismo em geral. Neste trabalho utilizou-se 18 cepas de cianobactérias divididas em três grupos, tomando como base os caracteres morfológicos apresentados: unicelular, filamentoso homocitado e filamentoso heterocitado. O maior crescimento observado em algumas cepas mostrou-se intimamente associado: (i) a alta eficiência na absorção e utilização de luz, refletindo diretamente em incrementos em fotossíntese líquida (A); (ii) às menores demandas energéticas associadas a respiração no escuro (R d ) e fixação de nitrogênio e, (iii) ao balanço adequado entre A, R d e fixação de nitrogênio influenciando a taxa de crescimento relativo (TCR), produtividade diária de biomassa e acúmulo de reservas (proteínas, carboidratos e lipídios). Em síntese, foi possível observar um grande potencial das cepas unicelulares para a produção de biomassa, carboidratos solúveis totais e lipídios, ao passo que as cepas homocitadas mostraram-se promissoras produtoras de proteínas. Embora as cepas heterocitadas não tenham apresentado maior produtividade de nenhuma das reservas avaliadas, essas cepas demonstram elevado potencial para a produção de hidrogênio. Utilizando análises multivariadas foi possível observar que o agrupamento resultante das comparações fisiológicas, metabólicas e de crescimento mostrou-se coerente ao observado por comparações morfológicas prévias, o que permite inferir que as variações morfológicas apresentadas pelas cepas aqui utilizadas acarretaram em alterações na fisiologia, metabolismo e crescimento. Desse modo, os resultados demonstram a importância de uma detalhada caracterização fisiológica dos organismos desse phylum, para um melhor entendimento das relações metabólicas existentes nesse grupo e seleção de cepas com potencial para aplicações biotecnológicas várias.
This is the first work to explore in details how natural variation in terms of morphology may be related to changes in growth, physiology and metabolism in cyanobacterial strains. Cyanobacterias are photosynthetic microorganisms that occupy diverse ecological niches and exhibit enormous diversity in terms of their habitats, physiology, morphology and metabolic capabilities. Accordingly, there is a growing interest for exploring these microorganisms for biotechnological applications. However, our knowledge concerning natural variation within different cyanobacteria strains in regard to metabolism is little and in general fragmented. In the present work, 18 cyanobacteria strains were used. These strains were separated in three groups based on morphological characters namely unicellular cyanobacteria, non-heterocystous cyanobacterial filaments and heterocystous cyanobacterial filaments. Higher growth in some strains was closely associated with: (i) an increased light absorption efficiency and use, reflecting directly on increments in net assimilation (A); (ii) a lower energetic requirement alongside dark respiration (R d ) and nitrogen fixation; and (iii) an adequate balance between A, R d and nitrogen fixation impacting the relative growth rate (RGR), daily biomass productivity and reserve accumulation (e.g. proteins, carbohydrates and lipids). In summary, it was observed a large potential of unicellular cyanobacterial strains for biomass, total soluble carbohydrates and lipids production, whereas non- heterocystous cyanobacterial strains were identified as promising protein producers. Although heterocystous cyanobacterial strains did not presented higher productivity of any evaluated reserves, these strains have an intrinsic potential for hydrogen production. Moreover, multivariate analysis revealed that physiological, metabolic and growth comparisons are consistent with previous morphological comparison. It is reasonable to assume that the morphological changes presented by the cyanobacterial strains used culminated in physiological, metabolic, and growth related changes. Furthermore, the results obtained demonstrate the importance of an extensive physiological and metabolic characterization within this phylum for a better understanding of metabolic relationships and selection of strains with higher potential for biotechnological applications.
Palavras-chave: CianoBactérias - Fisiologia
CianoBactérias - Metabolismo
CNPq: Fisiologia Vegetal
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: FERREIRA, Alberto Abrantes Esteves. Caracterização fisiológica e metabólica de diferentes cepas de cianobacterias. 2013. 55 f. Dissertação (Mestrado em Fisiologia Vegetal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9929
Data do documento: 17-Dez-2013
Aparece nas coleções:Fisiologia Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,54 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.