Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9951
Tipo: Dissertação
Título: Capital social e ação coletiva: um estudo sob a ótica da nova economia institucional no assentamento Primeiro de Junho - MG
Social capital and collective action: a study under the approach of thenNew institutional economy in the First establishment of June - MG
Autor(es): Gomes, Ana Paula Wendling
Abstract: A ação coletiva é capaz de gerar novas possibilidades de integração e transformação econômica e social. Vários estudos têm demonstrado melhorias na qualidade de vida das famílias em conseqüência de ações coletivas. Um bom nível de capital social pode explicar a presença de cooperação numa comunidade. O capital social constitui-se por um conjunto de características específicas da organização social, tais como laços de confiança, normas, sistemas, redes de interação e cadeias de relações sociais. A existência de capital social permite aos indivíduos a obtenção de recursos ou bens coletivos por meio de transação que envolve reciprocidade, na qual todos se beneficiarão. Porém, frequentemente nas ações coletivas ocorrem entraves que podem comprometer às soluções cooperadas. A literatura da Nova Economia Institucional (NEI) evidencia dois tipos de obstáculos à ação coletiva, os quais foram analisados no presente trabalho. O primeiro obstáculo é a existência de altos custos de transação em comunidades cujas instituições são insuficientes para assegurar a confiança entre os indivíduos. A literatura tem sugerido que a existência de capital social é capaz de reduzir custos de transação. O segundo obstáculo são os chamados dilemas de ação coletiva. Estes, por resultarem do comportamento racional dos indivíduos não necessariamente são contornados pela existência de capital social. Assim, embora exista capital social em um determinado ambiente, frequentemente ocorre problemas de ação coletiva que envolve bens de caráter público ou comum. Para entender a questão acima, julgou-se necessário identificar empiricamente as relações que envolvem custos de transação, dilemas de ação coletiva e a presença de capital social em dois grupos de famílias que se diferenciam quanto à forma de organização da produção numa comunidade de assentamento rural localizado em Tumiritinga – MG. O resultado da pesquisa permitiu concluir que a existência de capital social é importante para a eficiência de instituições e na minimização dos custos de transação das soluções alcançadas, mas problemas de ações coletivas que envolvem recursos comuns ocorrem independentes da presença de capital social. O grupo coletivo possui um nível ligeiramente maior de capital social em relação ao grupo individual. Porém, esse capital social não está sendo suficiente quando se trata de resolver problemas de ação coletiva.
The collective action is a necessary condition to generate new integration possibilities and economical and social Transformation. Several studies have been demonstrating improvements in the quality of life of the families as a consequence of collective actions. A good social capital stock can explain the cooperation presence in a community. The social capital is constituted by a group of specific characteristics of the social organization, such as trust bows, norms, systems, interaction nets and chains of social relationships. The social capital existence allows to the individuals the obtaining of resources or collective goods through transaction that involves reciprocity, in the which all will benefit. However, there can be obstacles to the collective actions which can prevent the society to obtain cooperative solutions. The New Institutional Economy (NEI), literature outlines two types of obstacles to the collective action, which were analyzed in the present work. The first obstacle is the existence of high transaction costs in communities whose institutions are insufficient to assure trust among the individuals. The literature has suggesting that the social capital is able to reduce transaction costs. The second obstacle is what is named dilemmas of collective action. Those dilemmas, for resulting of the individuals' rational behavior are not overcome necessarily by the social capital existence. That’s why problems of collective action that’s it involving public goods happen. To understand the subject above, it was necessary to identify empirically the relationships that involve transaction costs, dilemmas of collective action and the social capital presence in two groups of families that differ in the type of organization of production form in a community of located in a rural establishment in Tumiritinga-MG. The result of the research allowed to conclude that the social capital existence is important for the efficiency of institutions and for transaction cost minimization, but problems of collective actions involve common resources occur independent of the social capital presence. The collective group studied had a lightly larger level of capital stock in relation to the individual group. However, that social capital has not being a sufficient condition to overcome problems of collective actions.
Palavras-chave: Transformação econômica e social
Relações sociais
CNPq: Extensão Rural
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: GOMES, Ana Paula Wendling. Capital social e ação coletiva: um estudo sob a ótica da nova economia institucional no assentamento Primeiro de Junho - MG. 2005. 93 f. Dissertação (Mestrado em Extensão Rural) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9951
Data do documento: 15-Mar-2005
Aparece nas coleções:Extensão Rural

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo268,55 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.