Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9961
Tipo: Dissertação
Título: Pluriatividade e agricultura familiar: as possibilidades e limitações do turismo rural
Pluriactivity and family centred-agriculture: possibilities and limitation of rural tourism
Autor(es): Martins, Anne Bastos
Abstract: O fio condutor deste trabalho é o tema da pluriatividade como opção empregada pelos agricultores familiares objetivando a manutenção do grupo familiar e de seu patrimônio, além da melhoria de suas condições de vida através do envolvimento com atividades não agrícolas. O enfoque dar-se-á com base nos acontecimentos nacionais e internacionais ocorridos a partir da década de 80 que serviram para legitimar o tema agricultura familiar e pluritiavidade, apresentado entre as diversas e novas atividades incorporadas pelo espaço rural o turismo rural cujo resultado financeiro deve servir de complemento à renda das atividades agrícolas. A pesquisa empírica necessária a esta questão foi realizada com produtores rurais de Maria da Fé - município mineiro que sofreu sérios abalos financeiros na década de 90, época em que sua principal fonte de renda, a bataticultura, entrou em decadência sem chances imediatas de reversão. Em função disto, parcela dos produtores tornou-se pluriativa e pequena parte optou pelo turismo rural como a atividade que os serviria na retomada de sua economia. Verdadeiramente o que se percebe no município não é a concretização deste ideal, pois outras atividades que não esta, tem se revelado mais eficientes na geração de emprego e na melhoria da renda dos agricultores familiares, como o artesanato.
The backbone of this dissertation is pluriactivity as a strategical option employed by family-centred agriculturalists in order to secure the survival of their family groups, the upkeep of their property and the improvement of their living standards by means of their involvement with non-agricultural activities. The focus will be set on the basis of national and international events from the 80’s onwards, which came to legitimise the theme – Family-centred Agriculture and Pluriactivity – whereby rural tourism, whose financial gains should function as a complement to the income of agricultural activities, was introduced among the new activities incorporated by the rural space. The empirical research required by this topic was conducted amidst agriculturalists from Maria da Fé, a Minas Gerais city which suffered serious financial blows during the 90’s, when its staple income source, potato growing, went into decline with no immediate chances or reversal. In view of this, a number of landowners turned pluriactive and a small group opted for rural tourism as an activity that would start them on an economic recovery. In reality, what one notices in the location is not a full realization of such an ideal, because other activities than this, such as craftswork and organic crops, have been proving more effective for job creation and income augmentation for family-centred agriculturalists.
Palavras-chave: Agricultura familiar
Pluriatividade
Turismo rural
CNPq: Ciências Sociais Aplicadas
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: MARTINS, Anne Bastos. Pluriatividade e agricultura familiar: as possibilidades e limitações do turismo rural. 2005. 86 f. Dissertação (Mestrado em Extensão Rural) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9961
Data do documento: 15-Jun-2005
Aparece nas coleções:Extensão Rural

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,52 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.