Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1188
Tipo: Tese
Título: Contribuição do N proveniente de partes de adubos verdes em cultivos sucessivos
Título(s) alternativo(s): Contribution of N from parts of green manure on crop rotation
Autor(es): Vargas, Thiago de Oliveira
Primeiro Orientador: Santos, Ricardo Henrique Silva
Primeiro coorientador: Freitas, Gilberto Bernardo de
Segundo coorientador: Caballero, Segundo Sacramento Urquiaga
Primeiro avaliador: Oliveira, Teógenes Senna de
Segundo avaliador: Barrella, Tatiana Pires
Terceiro avaliador: Puiatti, Mário
Abstract: Foram conduzidos três experimentos. Os experimentos 1 e 2 teve como objetivo avaliar o efeito da raiz, parte aérea e planta inteira de crotalária (Crotalaria juncea) e feijão de porco (Canavalia ensiformis) no fornecimento de N para a cultura do repolho (Brassica oleracea var. capitata), determinando a transferência do N-Leguminosa e do valor fertilizante do adubo verde (Valor A). O experimento 3 teve como objetivo avaliar a eficiência de utilização do N no cultivo de brócolis, na sucessão abobrinha italiana-milho, sob doses do adubo verde Crotalaria juncea, marcada com 15N. O primeiro experimento foi conduzido em vasos em casa de vegetação e os outros dois em campo. Os experimentos 1 e 2 consistiram de sete tratamentos em esquema fatorial (2x3)+1, sendo 2 espécies de leguminosas e 3 partes das plantas (raiz, parte aérea e planta inteira) e 1 tratamento adicional (adubação mineral de 50% da dose recomendada de N). O princípio do Valor A foi utilizado para obter o valor fertilizante e a transferência do N-Leguminosa de cada parte das plantas. O experimento 3 consistiu do estudo do efeito residual do N proveniente da adubação verde realizado num sistema de sucessão de culturas organizado em três cultivos. O primeiro cultivo foi o de brócolis, o segundo e o terceiro cultivos constaram das culturas abobrinha italiana e milho, respectivamente. Foram estabelecidos três tratamentos correspondentes às doses de adubo verde de 3, 6 e 9 t ha-1, em base de matéria seca, com adição de 12 t ha-1 de composto orgânico em base de matéria seca. A determinação da eficiência de utilização do N da crotalária nas culturas baseou-se no princípio da diluição isotópica. Nos experimentos 1 e 2, a transferência do N-Leguminosa e o valor fertilizante proveniente da planta inteira (45,06% e 159,26 kg ha-1 na forma de N-uréia) foi maior que da parte aérea (24,93% e 63,25 kg ha-1 na forma de N-uréia), que por sua vez foi maior que o N-Leguminosa no repolho cultivado sobre as raízes das leguminosas (17,87% e 40,07 kg ha-1 na forma de N-uréia) em vasos. Plantas de repolho no campo cultivadas sobre as raízes de leguminosas apresentaram valores negativos de transferência de N-Leguminosa (-13,59% para crotalária e -3,51% para feijão de porco), assim como o valor fertilizante das raízes foi negativo (-18,62 kg ha-1). Em condições de campo, a parte aérea e planta inteira apresentaram altos valores de transferência do N-Leguminosa (C. juncea, parte aérea= 24,35% e planta inteira= 24,46% e C. ensiformis, parte aérea= 13,53% e planta inteira= 18,53%) e para a cultura do repolho e de valor fertilizante (parte aérea= 76,33 e planta inteira= 96,47 kg ha-1 na forma de N-uréia). No experimento 3, o % do N no brócolis, abobrinha e milho proveniente do adubo verde obtidos na maior dose do adubo verde aplicado foram de 74,39; 47,42 e 19%, respectivamente. A quantidade de N no brócolis, abobrinha e milho proveniente do adubo verde, aumentaram com o incremento das doses do adubo verde aplicado, alcançando valores de 58,82; 31,95 e 9,98 kg ha-1 na maior dose testada, respectivamente. No cultivo em vasos (experimento 1), o maior valor fertilizante da leguminosa e a maior tranferência de N-Leguminosa para o repolho foram obtidos com o cultivo com a aplicação da planta inteira. As raízes das leguminosas possuem o menor valor fertilizante e resultam na menor transferência de N-Leguminosa para a cultura do repolho. As espécies de adubo verde apresentaram valor fertilizante similares. No cultivo em campo (experimento 2), a parte aérea ou a planta inteira de leguminosas resultaram em maiores valores da transferência do N-Leguminosa e maior valor fertilizante. Raízes de leguminosas resultaram em teor zero de N-leguminosa em repolho. No experimento 3, a maior fração do N residual da crotalária foi aproveitada obedecendo a sequência de culturas brócolis, abobrinha e milho, sendo o aproveitamento, em média, do N proveniente do adubo verde de 28,50% para o brócolis, 16,22% para a abobrinha e 5,58% para o milho. Totalizando um aproveitamento de 50,3% do N proveniente do adubo verde Crotalaria juncea.
Three experiments were conducted. Experiments 1 and 2 was to evaluate the effect of root, shoot and whole plant of sunnhemp (Crotalaria juncea) and jack bean (Canavalia ensiformis) in supplying N to the cabbage crop (Brassica oleracea var. capitata) determining the transfer of legume-N and the fertilizer value of green manure (A Value). The third experiment aimed to evaluate the efficiency of N utilization in growing broccoli in succession zucchini-corn under doses of green manure Crotalaria juncea, labeled with 15N. The first experiment was conducted in pots in the greenhouse and the other two in the field. Experiments 1 and 2 consisted of seven treatments in factorial (2x3) +1, 2 species of legume and 3 plant parts (root, shoot and whole plant) and 1 additional treatment (50% of mineral fertilizer of N recommended dose). The principle of the A Value was used to obtain the fertilizer value and transferring the N-portion of each legume plants. Experiment 3 consisted of the study of the effect of residual N from green manure carried on a system of crop succession organized into three crops. The first crop was the cultivation of broccoli, the second and third crops consisted of zucchini and corn, respectively. Three treatments were established corresponding to green manure doses of 3, 6 and 9 t ha-1 at a dry matter basis, with addition of 12 t ha-1 compost in a dry matter basis. The determination of the efficiency of N utilization of sunnhemp in the crops was based on the principle of isotopic dilution. In experiments 1 and 2, the transfer of legume-N and fertilizer value from whole plant (45,06% and 159,26 kg ha-1 as N-urea) was greater than shoot (24,93% and 63,25 kg ha-1 as N-urea), which in turn was higher than the legumes-N in cabbage grown on the roots of legumes (17,87% and 40,07 kg ha-1 in the form N-urea) in pots. Cabbage plants cultivated in the field on the roots of legumes had negative values for legume-N transfer (-13,59% for sunnhemp and -3,51% for jack bean) and -18,62 kg ha-1 for fertilizer value. Under field conditions, the shoot and whole plant showed high levels of transfer of legumes-N (C. juncea, shoot = 24,35% and 24,46% = whole plant and C. ensiformis, shoots = 13,53% and whole plant = 18,53%) and for fertilizer value (shoot= 76,33 and whole plant= 96,47 kg ha-1 as N-urea). In experiment 3, the % of N in broccoli, zucchini and corn from the green manure obtained at the highest dose of green manure was 74,39; 47,42 and 19%, respectively. The amount of N in broccoli, zucchini and corn from the green manure, increased with increasing doses of applied green manure, reaching values of 58,82; 31,95 and 9,98 kg ha-1 at the highest tested dose, respectively. In pot cultivation (experiment 1), the highest fertilizer value and legumes-N transfer for cabbage cultivation were obtained with the application of the whole plant. The roots of legumes have the lowest fertilizer value and result in less transfer of legumes-N for growing cabbage. The species of green manure had similar fertilizer value. In field cultivation (experiment 2), the shoot or whole plant legumes parts resulted in higher values of legume-N transfer and fertilizer value. Roots of legumes resulted in zero content of legume-N in cabbage. In experiment 3, the largest fraction of residual N sunnhemp was used obeying the sequence of crops broccoli, zucchini and corn, and the recovery of N from green manure was 28,50% for broccoli, 16,22% for zucchini and 5,58% for corn. A total recovery of 50,3% of N from Crotalaria juncea green manure.
Palavras-chave: Técnicas isotópicas
15N
Nitrogênio
Leguminosas
Sistema radicular
Efeito residual
Isotopic techniques
15N
Nitrogen
Legumes
Root system
Residual effect
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Doutorado em Fitotecnia
Citação: VARGAS, Thiago de Oliveira. Contribution of N from parts of green manure on crop rotation. 2012. 49 f. Tese (Doutorado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1188
Data do documento: 20-Dez-2012
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf334,88 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.