Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1726
Tipo: Tese
Título: Digestibilidade aparente e verdadeira de proteína e aminoácidos em alimentos para tilápia do Nilo
Título(s) alternativo(s): Apparent and true digestibility of protein and amino acids in foods for Nile tilapia
Autor(es): Ribeiro, Felipe Barbosa
Primeiro Orientador: Lanna, Eduardo Arruda Teixeira
Primeiro coorientador: Abreu, Márvio Lobão Teixeira de
Segundo coorientador: Donzele, Juarez Lopes
Primeiro avaliador: Brustolini, Paulo César
Segundo avaliador: Bomfim, Marcos Antonio Delmondes
Abstract: Objetivando-se determinar os coeficientes de digestibilidade aparente e verdadeira da proteína e dos aminoácidos de alguns alimentos pelas técnicas de decantação e dissecação para tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) da linhagem tailandeza, em fase de crescimento, foram realizados dois experimentos, sendo o primeiro conduzido entre os meses de Outubro a Dezembro de 2007 e o segundo, entre os meses de Setembro a Novembro de 2008, no Laboratório de Nutrição de Peixes, do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa. Para os dois experimentos, os tratamentos foram constituídos de cinco dietas, cada uma com uma única fonte protéica distinta (milho, farelo de trigo, farelo de soja, glúten de milho 60 e farinha de peixe). Além disso, um grupo adicional de peixes foi alimentado com dieta isenta de proteína para quantificação da fração endógena e determinação dos coeficientes de digestibilidade verdadeiro. As dietas foram formuladas para conter 32% de proteína bruta para avaliação dos alimentos protéicos (farelo de soja, farinha de peixe e glúten de milho 60) e 6,5% de proteína bruta para avaliação dos alimentos energéticos (milho e farelo de trigo). No primeiro experimento, foram utilizadas 252 tilápias com peso de 310±9,68g, distribuídas em delineamento em blocos casualizados (repetições no tempo), composto por cinco tratamentos, seis repetições por tratamento e sete peixes por unidade experimental. Foram utilizados três aquários confeccionados de fibra de vidro, de formato cônico e com volume útil de 250 litros, dotados de sistemas individuais de aeração, abastecimento e escoamento de água, com renovação mínima de água de 25% por dia. Após a última alimentação do dia, todos os aquários foram limpos e 50% da água renovada, possibilitando assim a remoção de qualquer resíduo de dieta que poderia contaminar as fezes dos peixes. Para a técnica de decantação, os valores dos coeficientes de digestibilidade aparente dos alimentos para a proteína e a média dos aminoácidos são de 83,57 e 82,45% para o milho, de 82,87 e 81,47% para o farelo de trigo, de 91,12 e 89,41% para o farelo de soja, de 90,07 e 87,78% para o glúten de milho e de 83,53 e 81,65% para a farinha de peixe, respectivamente. Os valores dos coeficientes de digestibilidade verdadeiro para a proteína e a média dos aminoácidos são de 90,02 e 89,60% para o milho, de 89,62 e 89,14% para o farelo de trigo, de 93,58 e 91,88% para o farelo de soja, de 92,50 e 90,34% para o glúten de milho e de 86,01 e 84,27% para a farinha de peixe, respectivamente. No segundo experimento, foram utilizadas 900 tilápias com peso de 315±8,45g, distribuídas em delineamento em blocos casualizados (repetições no tempo), composto por cinco tratamentos, seis repetições por tratamento e 25 peixes por unidade experimental. Os peixes foram mantidos em seis aquários de polietileno, com volume útil de 300 litros, dotados de sistemas individuais de aeração, abastecimento de água e escoamento de fundo dispostos em sistema de recirculação e renovação mínima de água de 25% por dia. Os peixes foram alimentados com as dietas experimentais durante cinco dias. Para a técnica de dissecação, os valores dos coeficientes de digestibilidade aparente dos alimentos para a proteína e a média dos aminoácidos são de 74,69 e 73,62% para o milho, de 73,74 e 72,81% para o farelo de trigo, de 86,01 e 84,66% para o farelo de soja, de 85,19 e 84,29% para o glúten de milho e de 76,74 e 75,56% para a farinha de peixe, respectivamente. Os valores dos coeficientes de digestibilidade verdadeiro para a proteína e a média dos aminoácidos são de 85,21 e 83,97% para o milho, de 84,41 e 83,74% para o farelo de trigo, de 87,22 e 87,51% para o farelo de soja, de 87,97 e 87,34% para o glúten de milho e de 79,58 e 78,44% para a farinha de peixe, respectivamente.
The objective of this work was evaluate the apparent and true digestibility of the protein and of the amino acids of some foods by the techniques the decantation and dissection for Nile tilapia (Oreochromis niloticus) of the thailand line, in growth phase. Two trials were carried out, being the first led among the months of October to December of 2007 and the second, led among the months of September to November of 2008, at the fish nutrition laboratory of the Animal Science Department of the Federal University of Viçosa. For the two experiments, the treatments had consisted of six diets, each one with a single source protein different (corn, wheat bran, soybean meal, corn gluten meal, fish meal). An additional group was fed with free diet of protein for quantification of the endogenous fraction and determination of the coefficients of true digestibility. The diets were formulated to contain 32% of crude protein for evaluation of the protein foods (soybean meal, corn gluten meal, fish meal) and 6.5% of rude protein for evaluation of the energy foods (corn, wheat bran). In the first experiment, two hundred and fifty two tilápia with weight 310±9.68g, were allotted among the experimental randomized blocks design, with five treatments, six replicates by treatment and seven fishes for experimental unit. Three made aquariums of fiberglass were used, of conical format and with useful volume of 250 liters, endowed with individual systems of aeration, provisioning and drainage of water, with minimum renewal of water of 25% a day. After the last feeding of the day, all of the aquariums were clean and 50% of the renewed water, making possible like this the removal of any diet residue that could contaminate the feces of the fish. For the decantation technique, the values of the coefficients of apparent digestibility for the protein and the average of the amino acids are: corn 83.57 and 82.45%, wheat bran 82.87 and 81.47%, soybean meal 91.12 and 89.41%, corn gluten meal 90.07 and 87.78%, fish meal 83.53 and 81.65%, respectively. The values of the coefficients of true digestibility for the protein and the average of the amino acids are: corn 90.02 and 89.60%, wheat bran 89.62 and 89.14%, soybean meal 93.58 and 91.88%, corn gluten meal 92.50 and 90.34%, fish meal 86.01 and 84.27%, respectively. In the second experiment, nine hundred tilapia with weight 315±8.45g, were allotted among the experimental randomized blocks design, with five treatments, six replicates by treatment and twenty-five fishes for experimental unit. The fish were maintained in six aquariums of polyethylene, with useful volume of 300 liters, endowed with individual systems of aeration, water supply and bottom drainage disposed in recirculation system and minimum renewal of water of 25% a day. The fish were fed with the experimental diets for five days. For the dissection technique, the values of the coefficients of apparent digestibility for the protein and the average of the amino acids are: corn 74.69 and 73.62%, wheat bran 73.74 and 72.81%, soybean meal 86.01 and 84.66%, corn gluten meal 85.19 and 84.29%, fish meal 76.74 and 75.56%, respectively. The values of the coefficients of true digestibility for the protein and the average of the amino acids are: corn 85.21 and 83.97%, wheat bran 84.41 and 83.74%, soybean meal 87.22 and 87.51%, corn gluten meal 87.97 and 87.34%, fish meal 79.58 and 78.44%, respectively.
Palavras-chave: Técnicas de digestibilidade
Digestibilidade verdadeira
Oreochromis niloticus
Digestibility techniques
True digestibility
Oreochromis niloticus
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL::AVALIACAO DE ALIMENTOS PARA ANIMAIS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: RIBEIRO, Felipe Barbosa. Digestibilidade aparente e verdadeira de proteína e aminoácidos em alimentos para tilápia do Nilo. 2009. 72 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1726
Data do documento: 9-Jun-2009
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf174,51 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.