Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2753
Tipo: Dissertação
Título: Parâmetros clínicos, epidemiológicos e nutricionais de recém-nascidos prematuros atendidos em uma unidade de terapia intensiva neonatal no município de Viçosa-MG
Título(s) alternativo(s): Clinical, epidemiological and nutritional parameters of preterm infants cared in a neonatal intensive care unit in Viçosa-MG
Autor(es): Freitas, Brunnella Alcantara Chagas de
Primeiro Orientador: Franceschini, Sylvia do Carmo Castro
Primeiro coorientador: Priore, Sílvia Eloiza
Segundo coorientador: Sant anna, Luciana Ferreira da Rocha
Primeiro avaliador: Gomes, Andréia Patrícia
Abstract: A prematuridade é um problema de saúde pública gerando altos custos sociais e econômicos. Em estudo retrospectivo de dados secundários avaliaram-se 293 prematuros admitidos na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal do Hospital São Sebastião, em Viçosa, Minas Gerais, no triênio 2008-2010. Avaliaram-se características maternas e dos prematuros e analisaram-se os desfechos óbito, sepse neonatal tardia e desnutrição com 36 semanas de idade corrigida. Empregaram-se os testes de Mann-Whitney para as variáveis quantitativas e os testes do Qui-quadrado de Pearson, exato de Fisher ou Quiquadrado de tendência linear para variáveis qualitativas. Obtiveram-se as razões de prevalências por meio da regressão de Poisson. Considerou-se significante p<0,05. Houve aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos. Predominaram mães provenientes de outros municípios e 39,2% receberam corticoide antenatal. As doenças hipertensivas e as infecções foram as doenças maternas mais prevalentes. Os prematuros moderados compreenderam a maioria da população e suas morbidades estiveram em consonância com outro estudos. As taxas de aleitamento materno à alta, e de realização de ultrassonografia transfontanelar e ecodopplercardiograma aumentaram no último ano e reduziram as ocorrências de sepse neonatal tardia e de displasia broncopulmonar. Os óbitos se concentraram no período neonatal precoce, apesar da taxa de sobrevida comparável a outros estudos e se associaram ao insuficiente uso do corticoide antenatal, à prematuridade extrema, às piores condições de nascimento, ao fato de nascer pequeno para a idade gestacional e a algumas morbidades (doença de membrana hialina, persistência do canal arterial, enterocolite necrosante e sepse neonatal tardia). A sepse neonatal tardia foi mais prevalente na presença de infecções maternas e de tempo de cateter central de inserção periférica igual ou superior a 11 dias, bem como se associou à maior chance de óbito e à prorrogação do tempo de hospitalização. A restrição do crescimento extrauterino se apresentou em 29,3% dos prematuros e se associou ao fato de nascer pequeno para a idade gestacional.
Prematurity is a public health problem causing high social and economic costs. In a retrospective study of secondary data were evaluated 293 preterm infants admitted to the Neonatal Intensive Care Unit of Hospital São Sebastião, in Viçosa, Minas Gerais, in the triennium 2008-2010. We evaluated maternal characteristics and preterm infants and analyzed the outcomes death, malnutrition and late neonatal sepsis at 36 weeks corrected age. The Mann-Whitney test was used for quantitative variables and chi-square test, Fisher's exact or Chi-square for linear trend for qualitative variables. We obtained the prevalence ratios by Poisson regression. Considered significant if p <0.05. There was approval of the Ethics in Human Research. Predominated mothers from other municipalities and 39.2% received antenatal corticosteroids. Hypertensive disease and infections were the most prevalent maternal illnesses. Premature infants understood the moderate majority of the population and its morbidities were in line with other studies. The breastfeeding rates at discharge, and performing ultrasound transfontanellar and Doppler echocardiography increased in the last year and reduced the occurrence of late neonatal sepsis and bronchopulmonary dysplasia. The deaths were concentrated in the early neonatal period, although the survival rate comparable to other studies and joined the inadequate use of antenatal corticosteroids, extreme prematurity, the worst conditions of birth, the fact of being born small for gestational age and certain comorbidities (hyaline membrane disease, patent ductus arteriosus, necrotizing enterocolitis and late neonatal sepsis). The late neonatal sepsis was more prevalent in the presence of maternal infection and time of peripherally inserted central catheter equal to or greater than 11 days and was associated with increased chance of death and extending the length of hospitalization. Extrauterine growth restriction performed in 29.3% of premature infants and joined to the fact of being born small for gestational age.
Palavras-chave: Prematuridade
Aleitamento materno
Assistência perinatal
Terapia intensiva neonatal
Mortalidade neonatal
Desnutrição
Crescimento pós natal
Prematurity
Breastfeeding
Perinatal care
Neonatal intensive care unit
Neonatal mortality
Innutrition
Postnatal growth
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis
Programa: Mestrado em Ciência da Nutrição
Citação: FREITAS, Brunnella Alcantara Chagas de. Clinical, epidemiological and nutritional parameters of preterm infants cared in a neonatal intensive care unit in Viçosa-MG. 2011. 161 f. Dissertação (Mestrado em Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2753
Data do documento: 16-Dez-2011
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,74 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.