Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3214
Tipo: Dissertação
Título: Composição florística e estrutura de um fragmento de Mata Atlântica em Pedra de Guaratiba, município do Rio de Janeiro, RJ
Título(s) alternativo(s): Floristic and phytossociological survey of the tree layer in an area of Atlantic Rainforest in Pedra de Guaratiba, Rio de Janeiro municipality, Rio de Janeiro state
Autor(es): Peixoto, Gustavo Luna
Primeiro Orientador: Martins, Sebastião Venâncio
Primeiro avaliador: Silva, Alexandre Francisco da
Segundo avaliador: Silva, Elias
Terceiro avaliador: Lima, Haroldo Cavalcante de
Quarto avaliador: Meira Neto, João Augusto Alves
Abstract: O presente trabalho apresenta os resultados do levantamento florístico e fitossociológico do estrato arbóreo de um trecho de Floresta Atlântica na Área de Proteção Ambiental da Serra da Capoeira Grande. Esta APA localiza-se na Zona Oeste do Município do Rio de Janeiro, RJ e, apesar de fazer parte do maciço que forma o Parque Estadual da Pedra Branca, não foi inserida nos limites deste. A Serra da Capoeira Grande se destaca na planície de maré da região de Guaratiba por alcançar altitude de 159 metros e ostentar um importante remanescente da Floresta Atlântica de baixada, outrora abundante no município e hoje escassamente representada. Este trecho é ainda o último remanescente natural de Caesalpinia echinata do município, já sendo utilizado como fonte de germoplasma para a conservação desta espécie. O solo muito raso e rochoso na porção médio-superior da serra cria um ambiente com limitações em oferta hídrica e em profundidade do solo, restringindo um maior desenvolvimento das árvores. O levantamento fitossociológico foi realizado através do método dos quadrantes, tendo-se como critério de inclusão o perímetro do tronco a 1,3m do solo (PAP) maior ou igual a 15cm. Foram alocados 200 pontos amostrais, totalizando 800 indivíduos. Estes distribiram-se em 24 famílias, 36 gêneros e 43 espécies. A distância média entre os indivíduos foi de 2,53 metros e a densidade total por área de 1558,5 indivíduos/ha. A área basal total foi de 12.06 m2 e o índice de Shannon calculado foi de 2,42. A fisionomia da floresta foi caracterizada pela presença de árvores emergentes com até 18 metros, pela ausência de estratificação nítida e por sub- bosque bem iluminado. A composição florística é resultado da amostragem nos 200 pontos, acrescida de coletas aleatórias realizadas durante caminhadas no fragmento, que totalizaram 31 famílias, 57 gêneros e 68 espécies. As famílias que apresentaram maior número de espécies foram Leguminosae Mimosoideae com sete espécies, Myrtaceae com seis, Euphorbiaceae e Leguminosae Papilionoideae representadas por cinco espécies, Bignoniaceae, Bombacaceae, Celastraceae, Flacourtiaceae, Moraceae, Rubiaceae e Solanaceae, todas com três espécies. As seis famílias com maior valor de importância somaram 84% do VI total, sendo Solanaceae a mais importante com 34,1% do VI, seguida de Leguminosae Mimosoideae (16,4), Nyctaginaceae (13), Leguminosae Papilionoideae (7,9), Anacardiaceae (6,5) e Flacourtiaceae (6,1). As espécies com maior número de indivíduos na área foram aquelas que apresentaram também maior VI. São elas: Metternichia princeps com 40,4% dos indivíduos e 33,7% do VI, Pseudopiptadenia contorta (9,3 e 12,6%), Guapira hirsuta (7,5 e 7,8%), Guapira oposita (4,6 e 5,3%), Casearia obliqua (4,6 e 4,2%), Pterocarpus rohrii (3,6 e 4,3%), Albizia policephala (3,5 e 3,5%) e Aspidosperma subincanum (3,4 e 3,6%). Caesalpinia echinata veio logo em seguida, com 2,4% dos indivíduos amostrados e 2,1% do VI. A distribuição diamétrica da comunidade, assim como da maioria das principais populações, apresentou um grande número de indivíduos nas menores classes, decrescendo gradualmente. Este fato reflete a boa situação sucessional desta mata. Analisando a similaridade florística entre a APA da Capoeira Grande e outras 18 áreas florestais do Rio de Janeiro, observou-se uma maior semelhança florística entre a área estudada e as florestas de baixada localizadas próximas ao mar, duas delas com remanescentes de pau-brasil. Todas as florestas reuniram-se a um baixo nível de similaridade, refletindo a heterogeneidade florística entre as florestas do Rio de Janeiro.
The results of a floristic and phytossociological survey of the tree layer in an area of Atlantic Rainforest in the Environmental Protection Area of Serra da Capoeira Grande, Rio de Janeiro municipality, Rio de Janeiro State. The site lies near the State Park of Pedra Branca and is the last forest remnants in the municipality where brazilwood (Caesalpinia echinata Lam.) occurs naturally. The arboreal individuals were sampled according to the quadrat method. The inclusion criteria was perimeter at breast height of 15cm or more. A total of 200 points were surveyed, resulting in a sample of 800 individuals. The floristic composition comprised the taxonomic identification of the sampled individuals and of species coleted during excursions inside the forest, in the sampled area and the surroundings. Considering only the phytossociological sampling, 43 species were identified, belonging to 36 genera and 24 botanical families. By adding the species found in the ramdon collection to these values, a total of 68 species was obtained, comprised in 57 genera and 31 families. The families with the most species were Leguminosae Mimosoideae with seven, Myrtaceae with six, Euphorbiaceae and Leguminosae Papilionoideae with five and Bignoniaceae, Bombacaceae, Celastraceae, Flacourtiaceae, Moraceae, Rubiaceae and Solanaceae with three. The families with the higher importance value indices (IVI) were Solanaceae (34.1), Leguminosae Mimosoideae (16.4), Nyctaginaceae (13.0), Leguminosae Papilionoideae (7.9), Anacardiaceae (6.5) and Flacourtiaceae (6,1), this six families together accounted for 84% of the total IVI. The species with greater number of individuals were the same with higher IVI. They are: Metternichia princeps with 40.4% of the individuals and 33,7% of the total IVI, Pseudopiptadenia contorta (9.3 and 12.6%), Guapira hirsuta (7.5 and 7.8%), Guapira oposita (4.6 and 5.3%), Casearia obliqua (4.6 and 4.2%), Pterocarpus rohrii (3.6 and 4.3%), Albizia policephala (3.5 and 3.5%) and Aspidosperma subincanum (3.4 and 3.6%). Caesalpinia echinata followed with 2.4% of the individuals and 2.1% of the total IVI. The forest has an almost continous tree strata, plus the emergent trees which may achieve 18m. Trunk diameters of the individuals are concentred in the smallest classes. Diameter distribution of the most important species sampled indicate abundant regeneration and stable population structure. The Shannon diversity index is 2.42 and the equability 0.636. Comparing the floristic composition of EPA of Capoeira Grande and 19 other forest areas in Rio de Janeiro State, floristic similarity was observed between the studied forest and those near the sea and whith lower altitudes. All forests were agruped with low index of similarity, showing the high biological diversity of Rio de Janeiro forests.
Palavras-chave: Mata Atlântica
Fragmentação
Estrutura fitossociológica
Comunidades vegetais
Ecologia florestal
Recursos naturais
Conservação
Atlantic rainforest
Fragmentation
Phytossociological structure
Plant communities
Forest ecology
Natural resources
Conservation
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::CONSERVACAO DA NATUREZA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Mestrado em Ciência Florestal
Citação: PEIXOTO, Gustavo Luna. Floristic and phytossociological survey of the tree layer in an area of Atlantic Rainforest in Pedra de Guaratiba, Rio de Janeiro municipality, Rio de Janeiro state. 2002. 82 f. Dissertação (Mestrado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2002.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3214
Data do documento: 4-Jul-2002
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,33 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.