Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3307
Tipo: Dissertação
Título: O jogo e seus múltiplos olhares: perspectivas da família e da escola e suas interações na prática educativa
Título(s) alternativo(s): The game and its multiples views: perspectives from the family and the school and their interaction in the educational practice
Autor(es): Lisboa, Vicentina Aparecida Veloso de Barros
Primeiro Orientador: Barreto, Maria de Lourdes Mattos
Primeiro coorientador: Gomes, Maria Carmen Aires
Segundo coorientador: Souza, Gisele Maria Costa
Primeiro avaliador: Silva, Neuza Maria da
Segundo avaliador: Redin, Euclides
Abstract: Nesta pesquisa, investigou-se qual é a concepção de jogo na perspectiva dos professores e das famílias e de que forma essas concepções refletem na ação educativa na educação infantil e no ensino fundamental. Buscou-se, assim, analisar a concepção de jogo na perspectiva dos professores e das famílias e seus reflexos na ação educativa com crianças de 3 a 8 anos de idade. Especificamente, teve como objetivos: identificar a concepção de jogo para os professores e para as famílias; descrever as funções que os professores e as famílias atribuem ao jogo de acordo com a idade e, ou, nível de ensino; identificar os tipos de jogos e as formas de utilização deles na escola e na família; analisar como as concepções de jogo dos professores e das famílias refletem na ação educativa da escola nos diferentes níveis de ensino: educação infantil e ensino fundamental; e confrontar a concepção de jogo entre os professores e as famílias, revelando as possíveis convergências e divergências. O aporte teórico constou da abordagem do jogo em diferentes perspectivas: antropológica, sociológica e psicológica, assim como de pesquisadores contemporâneos que apontam o jogo como fundamental no processo de desenvolvimento e aprendizagem. O campo empírico foi o Centro Educacional Coeducar, que tem como entidade mantenedora uma cooperativa de pais, que atende crianças e adolescentes de 3 a 14 anos de idade. A amostra foi composta por 12 professores, sendo estes regentes do segmento de Educação infantil, regentes do Ensino Fundamental e especialistas dos dois segmentos e 12 pais de crianças dos referidos segmentos. Por meio de entrevistas com professores de educação infantil, ensino fundamental e especialistas e pais de crianças da educação infantil e do ensino fundamental, os dados foram coletados, tratados e analisados, mediante o referencial teórico construídos para a investigação. A discussão dos resultados foi realizada a partir da análise de conteúdos, com categorias emergidas dos dados das entrevistas. Constatou-se que professores e pais concebem o jogo de forma diferenciada conforme a idade. Os resultados confirmaram a premissa de que famílias e professores entendem o jogo como elemento integrador na educação de crianças, porém o diferenciam conforme o nível de ensino, ou seja, Educação Infantil e Ensino Fundamental. Foi indicada a necessidade de um maior diálogo entre escola e família, no que se refere ao jogo, suas funções e interações à prática educativa. Essa investigação poderá contribuir para que se amplie o diálogo entre família e escola a respeito da importância do jogo como possibilidade de construção de conhecimento, independentemente da idade das crianças, ou do nível de ensino em que se encontram.
In this research was investigated which is the conception of the game in the perspective of the teachers and of the families and in what way these conceptions reflect the educational action in the kindergarten and in the elementary school. It had as general objective to analyze the conception of the game in the perspective of the teachers and of the families and its reflexes in the educational action with children from 3 to 8 years old. Specifically it was searched for: to identify the conception of the game to the teachers and to the families; to describe the functions that the teachers and the families attribute to the game according to the age/ and or level of teaching; to identify the kinds of games and the ways of. Using them um the school and in the family; to analyze how the teacher´s and the families´ conceptions of game reflect in the school educational action in different levels of teaching in the kindergarten and in the elementary school; to confront the conception of game between the teachers and the families reveling the possible convergences and divergences. The theoretical contribution consisted of the approach of the game in different perspectives: historical, anthropological, sociological and physiological thus as contemporary researchers that point out the game as fundamental in the process of development and learning. The empirical field was the Educational Center Coeducar ; it has as sustained organization one cooperative of parents, which attend to children and adolescents from 3 to 14 years old. The sample was composed of. 12 teachers, being these teachers conductors from the kindergarten segment, conductors from the elementary (primary) segment, 2 specialist from the two segments and 12 children´s parents from the segments mentioned. Trough the interview with the teachers from kindergarten, elementary level, specialist and children´s parents from the kindergarten and elementary level, the data were collected treated and analyzed, by theoretical reference constructed for the investigation. The discussion of results was realized by analyze of contents, with categories emerged from the data of the interview. It was verified that the teachers and parents conceive the game In a different way according to the age. The results confirm the premise of that the families and teachers understand the game as an integrate element in the education of children, however they differentiate them according to the level of teaching, i.e., kindergarten and elementary level. It was indicated the necessity of a greater dialogue between school and family concerning the game, its functions and interactions to the educational practice. This investigation will be able to contribute for the enlargement of the dialogue between the family and the school concerning the importance of the game as a possibility of the construction of knowledge, independently of the children´s age or of the level of teaching in which they are.
Palavras-chave: Jogo
Lúdico
Família e escola
Game
Family and school
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA DOMESTICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor
Programa: Mestrado em Economia Doméstica
Citação: LISBOA, Vicentina Aparecida Veloso de Barros. The game and its multiples views: perspectives from the family and the school and their interaction in the educational practice. 2008. 244 f. Dissertação (Mestrado em Economia familiar; Estudo da família; Teoria econômica e Educação do consumidor) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3307
Data do documento: 8-Ago-2008
Aparece nas coleções:Economia Doméstica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf843,67 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.