Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3471
Tipo: Dissertação
Título: O percurso de mulheres como técnicas esportivas no Brasil
Título(s) alternativo(s): The journey of women as sports techniques in Brazil
Autor(es): Ferreira, Heidi Jancer
Primeiro Orientador: Salles, José Geraldo do Carmo
Primeiro coorientador: Mourão, Ludmila Nunes
Primeiro avaliador: Moreno, Andrea
Abstract: No cargo de técnica esportiva, o campo de atuação ainda se encontra muito limitado para o público feminino. Inserido nesse contexto, este estudo teve como objetivo geral analisar a atuação de mulheres como técnicas esportivas no Brasil. A pesquisa se propôs a identificar quais são as razões associadas à baixa representatividade feminina nesse cargo; conhecer as vias de acesso e estratégias utilizadas por técnicas para a inserção, ascensão e permanência no posto; conhecer as barreiras enfrentadas por elas; e fazer um levantamento quantitativo da atuação de técnicas no Brasil em nível nacional e estadual. O referencial teórico adotado foi a metáfora do teto de vidro e a teoria das estruturas determinantes (KANTER, 1993). Participaram do estudo treze técnicas atuantes em âmbito estadual, nacional e mundial, dos seguintes esportes: natação, saltos ornamentais, ginástica aeróbica, judô, futsal, futebol, handebol e basquetebol. O levantamento quantitativo da representatividade feminina no Brasil foi feito com todas as confederações e com uma amostra de 259 federações esportivas. O método de coleta de dados foi a entrevista semiestruturada com o suporte de formulário de elaboração própria. Também foram realizadas consultas via email e telefone com federações e confederações esportivas. Os dados foram analisados de acordo com a técnica de análise categórica (BARDIN, 2008). Os resultados indicaram que as principais formas de inserção no cargo foram a condução e o convite. Verificou-se que a permanência das treinadoras é garantida principalmente pela credibilidade adquirida com a demonstração de resultados. As principais barreiras enfrentadas por elas foram o domínio masculino, o preconceito, a aceitação de pais e atletas, o conflito da vida pessoal versus vida profissional, a remuneração e o estereótipo de homossexualidade. Constatou-se que, no Brasil, as mulheres representam apenas 7% dos técnicos. Como motivos para a pequena atuação feminina no cargo emergiram as barreiras enfrentadas pelas técnicas; a dificuldade de ascensão; a aceitação feminina da exclusão; a falta de mulheres com perfil; e a desistência da carreira. Concluiu-se que a carreira de comando esportivo no Brasil ainda se encontra voltada para os homens.
In coaching profession the playing field is still very limited for the female audience. Inserted in this context, this study intended to analyze the presence of women as coaches in Brazil. The research aimed to identify what are the reasons associated with low female representation in this position. It also wanted to know the ways and strategies adopted by coaches for accessing, rising and staying in the job. It aimed to know the barriers faced by them and to do a quantitative survey of the presence of coaches in Brazil at national and state level. The theoretical approach was the metaphor of the "glass ceiling" and Determinant structures´ theory (Kanter, 1993). Participants were thirteen female coaches of the following sports: swimming, diving, aerobics, judo, soccer, handball and basketball. The quantitative survey of female representation in Brazil was made with all the confederations and a sample of 259 sports federations by phone and email. The method of data collection was semistructured interview, supported by a form. Data were analyzed according to the technique of categorical analysis (Bardin, 2008). The results indicated that the main ways to get the job were "driving" and invitation. It was found that the maintenence of the coaches is guaranteed primarily by credibility obtained from wins. The main barriers faced by them were male dominance, prejudice, non-acceptance of parents and athletes, conflict of personal life versus professional life, low salaries and stereotype of homosexuality. It was found that, in Brazil, women represent only 7% of coaches. As reasons for the low female engagement in coaching the study found barriers faced by women, difficulty of rising in the career, acceptance of women's exclusion, lack of women that fit in profile for the job and resigning. It was concluded that career of coaching in Brazil is still geared towards men.
Palavras-chave: Mulheres
Esporte
Técnica esportiva
Women
Sport
Sport technique
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Aspectos sócio-culturais do movimento humano; Aspectos biodinâmicos do movimento humano
Programa: Mestrado em Educação Física
Citação: FERREIRA, Heidi Jancer. The journey of women as sports techniques in Brazil. 2012. 101 f. Dissertação (Mestrado em Aspectos sócio-culturais do movimento humano; Aspectos biodinâmicos do movimento humano) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3471
Data do documento: 24-Abr-2012
Aparece nas coleções:Educação Física

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,33 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.