Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4750
Tipo: Dissertação
Título: Diversidade genética, adaptabilidade e estabilidade de genótipos de soja no Mato Grosso
Título(s) alternativo(s): Genetic diversity, adaptability and stability of soybean genotypes in Mato Grosso
Autor(es): Boldt, Alberto Souza
Primeiro Orientador: Sediyama, Tuneo
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Cruz, Cosme Damião
metadata.dc.contributor.advisor-co2: Dias, Luiz Antonio dos Santos
metadata.dc.contributor.referee1: Sá, Rogério Oliveira de
Abstract: O presente trabalho teve como objetivos avaliar a magnitude dos efeitos genotípico, ambiental e da interação genótipos x ambientes em caracteres agronômicos, químicos, de vigor e sanidade de sementes; estimar a adaptabilidade e estabilidade de genótipos de soja destinados ao estado do Mato Grosso e quantificar a diversidade genética dos genótipos com base em avaliações fenotípicas. Foram conduzidos oito ensaios em condições de campo, nos municípios de Primavera do Leste, Nova Ubiratã e Pedra Preta, localizados no estado do Mato Grosso. Os ensaios foram instalados no delineamento em blocos casualizados, com quatro repetições. As parcelas foram formadas por uma fileira de quatro metros de comprimento, espaçadas em 0,70 m entre fileiras, com densidade de semeadura de 15 sementes por metro linear. Foram avaliados 26 genótipos de soja adaptados ao estado do Mato Grosso, procedentes dos Programas de Melhoramento de Soja do Instituto Matogrossense do Algodão (IMAmt) e da Bacuri Pesquisa em Agronomia. Os caracteres agronômicos avaliados em condições de campo foram dias para floração, dias para maturação, altura de planta na maturação, altura de inserção da primeira vagem, acamamento, stand, reação à mancha alvo, reação ao míldio, haste verde e produtividade de grãos. Os caracteres químicos foram o teor de óleo e proteína avaliados nos Laboratórios de Agroenergia e Nutrição Animal da Universidade Federal de Viçosa. Os caracteres de vigor e sanidade sementes avaliados foram a porcentagem de germinação e a incidência de patógenos nas sementes. Os dados obtidos foram submetidos às análises individuais de variância, posteriormente as médias foram comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. Verificada a existência de variabilidade genética e homogeneidade de variâncias residuais, procedeu-se, então, a análise conjunta de variância. Para avaliar a magnitude e o efeito da interação genótipos x ambientes nos caracteres avaliados foi realizada a partição da interação em partes simples e complexa. As análises de adaptabilidade e estabilidade foram realizadas empregando-se os métodos de Lin e Binns (1988) modificado por Carneiro (1998), centróide modificado por Nascimento et al. (2009) e dimensionamento ótimo da rede de ambientes (DORA) proposto no presente trabalho. No estudo da diversidade genética foram utilizados os métodos de agrupamento hierárquico de ligação média entre grupos (UPGMA) e de otimização de Tocher, utilizando como medida de dissimilaridade a distância generalizada de Mahalanobis. Todos os caracteres estudados apresentaram efeitos genotípicos, ambientais e de interação genótipos x ambientes significativos. Os caracteres produtividade de grãos, altura de planta na maturação, altura de inserção da primeira vagem, stand, incidência total de patógenos nas sementes e porcentagem de plântulas normais apresentaram interações do tipo complexa. Por outro lado, os caracteres dias para floração, dias para maturação, acamamento e teor de óleo apresentaram interações do tipo simples. Não houve predominância do tipo de interação para os caracteres haste verde, reação à mancha alvo e reação ao míldio. Pelo método centróide modificado, o genótipo BCR1455 178 foi classificado como de máxima adaptabilidade geral para a produtividade de grãos e reação à mancha alvo. Para reação ao míldio o genótipo BCR553G 306 foi classificado como de máxima adaptabilidade geral tanto pelo centróide quanto pelo método de Lin e Binns modificado por Carneiro (1998). Para o teor de óleo os genótipos BCR1070G 229, CD 219 RR, BCR945G 132 e BCR945G 110 apresentaram as maiores médias e máxima adaptabilidade geral. Para os caracteres de sanidade e vigor de sementes, BCR1070G 251 e BCR1346 142 foram classificados como de adaptabilidade específica a ambientes favoráveis e BCR553G 306 e BCR1067G 189 a ambientes desfavoráveis. O método do dimensionamento ótimo da rede de ambientes (DORA) mostrou-se adequado para avaliar a representatividade dos ensaios e útil para otimizar decisões com relação ao descarte de ambientes sem comprometer a recomendação dos genótipos. As análises de diversidade genética evidenciaram variabilidade genética entre os genótipos ao considerar todos os caracteres agronômicos. Os genótipos DM 309, MSOY 8008 RR, BCR1455 178 e BCR651G 68 foram os mais dissimilares em relação aos demais genótipos. Os genótipos BCR1057G 162, BCR1067G 210 e BCR553G 306 permaneceram nos mesmos grupos em todos os ensaios. Para os caracteres de vigor e sanidade de sementes não foi evidenciada diversidade genética consistente nos ensaios.
The objectives of this study were (i) to evaluate the magnitude of the genotypic, environmental and genotype- by-environment interaction effects in agronomic, chemical and seed sanity quality traits; (ii) to estimate the adaptability and stability of soybean genotypes for the State of Mato Grosso; and (iii) to quantify the genetic diversity of genotypes based on phenotypic evaluations. Eight trials were carried out under fields conditions in Primavera do Leste, Nova Ubiratã and Pedra Preta, located in Mato Grosso. The trials were established in a randomized block design with four replications. Each plot was formed by a row of four meters in length, spaced 0,70 meters between rows, with a density of 15 seeds per meter. We evaluated 26 soybean genotypes adapted to the state of Mato Grosso, belonging to the Soybean Breeding Program of the Instituto Matogrossense do Algodão (IMAmt) and Bacuri Pesquisa em Agronomia. The agronomic traits evaluated under field conditions were: days to flowering, days to maturity, plant height at maturity, height of first pod, stand, reaction to target spot, reaction to downy mildew, green stem and grain yield. The chemical traits were the oil and protein content, evaluated in the Laboratories of Agroenergia and Nutrição Animal, Univerdade Federal de Viçosa. And the traits of seed sanity were the percentage of seed germination and pathogen incidence. We realized individual analysis of variance and compared the means by Tukey test at 5% probability. Verified genetic homogeneity of residual variances, then the joint analysis of variance was done. To evaluate the genotype-byenvironment interaction magnitude and effect, we did the interaction partition in simple and complex parts. Analysis of adaptability and stability of genotypes were performed using the methods of Lin and Binns (1988) modified by Carneiro (1998), centroid modified by Nascimento et al. (2009) and optimum dimensioning of network environments (DORA) proposed in this work. In the study of genetic diversity were used the clustering methods of unweighted pair group using arithmetic averages (UPGMA) and Tocher, using as dissimilarity measure the Mahalanobis distance. All the traits showed significant genotypic, environmental and genotype-by-environment interaction effects. The grain yield, plant height at maturity, height of first pod, seed pathogen incidence and normal seed percentage showed complex type interactions. However, the traits days to flowering, days to maturity, lodging and oil content showed simple type interactions. There was no predominant type of interaction for green stem, reaction to target spot and downy mildew. Using the modified centroid method the genotype BCR1455 178 was classified as maximum adaptability for grain yield and target spot reaction. For downy mildew reaction, BCR553 G306 genotype was classified as maximum adaptability by both Lin and Binns and centroid methods. For oil content BCR1070G 229, CD 219RR, BCR945G 132 and BCR945G 110 showed the highest means and maximum general adaptability. For the seed sanity traits, BCR1070G 251 and BCR1346 142 were classified as being of adaptability to specific favorable environments and BCR553G 306 and BCR1067G 189 adapted to harsh environments. The optimum dimensioning of network environments method (DORA) proposed in this work was adequate to assess the representativeness of trials and useful to optimize decisions regarding the disposal of environments without compromising the recommendation of genotypes. The genetic diversity analysis showed significant variability among genotypes to all agronomic traits. The genotypes DM 309, MSOY 8008, BCR1455 178 and BCR651G 68 were the most dissimilar. The genotypes BCR1057G 162, BCR1067G 210 and BCR553G 306 remained in the same groups in all trials. For the seed sanity traits, the genetic diversity was not seen consistently in the trials.
Palavras-chave: Glycine max (L.) Merril
Diversidade genética
Adaptabilidade
Estabilidade
Glycine max (L.) Merril
Genetic diversity
Adaptability
Stability
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA::MELHORAMENTO VEGETAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
metadata.dc.publisher.department: Genética animal; Genética molecular e de microrganismos; Genética quantitativa; Genética vegetal; Me
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Genética e Melhoramento
Citação: BOLDT, Alberto Souza. Genetic diversity, adaptability and stability of soybean genotypes in Mato Grosso. 2011. 216 f. Dissertação (Mestrado em Genética animal; Genética molecular e de microrganismos; Genética quantitativa; Genética vegetal; Me) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4750
Data do documento: 16-Fev-2011
Aparece nas coleções:Genética e Melhoramento

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,04 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.