Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5096
Tipo: Dissertação
Título: Uso de sondas fluorescentes e ensaio de ligação a ovócitos heterólogos e a membrana perivitelínica de ovo de galinha (Gallus gallus) para a avaliação de espermatozoides frescos e descongelados de jaguatirica (Leopardus pardalis)
Título(s) alternativo(s): Using fluorescent probes and sperm binding to heterologus oocytes and to periviteline membrane, using chiken (Gallus gallus) eggs, for evaluate fresh and frozen-thawed ocelot (Leopardus pardalis) sperm
Autor(es): Araujo, Gediendson Ribeiro de
Primeiro Orientador: Paula, Tarcízio Antônio Rego de
Primeiro coorientador: Guimarães, José Domingos
Primeiro avaliador: Peixoto, Juliano Vogas
Segundo avaliador: Barros, João Bosco Gonçalves de
Abstract: Estratégias de conservação ex situ objetivam auxiliar na manutenção de populações geneticamente viáveis, por meio de estratégias de reprodução assistida e criopreservação de materiais genéticos. Objetivou-se a validação do uso de combinação de sondas fluorescentes e do teste de ligação à zona pelúcida de ovócitos heterólogos criopreservados na qualificação de sêmen fresco e descongelados de jaguatiricas. Foram usadas três jaguatiricas mantidas em cativeiro, sendo obtidos ejaculados por meio de eletroejaculação e avaliados por testes clássicos de rotina. Através destes testes (vigor e motilidade espermáticos, hiposmótico e morfologia) observou-se queda (p<0,05) dos padrões qualitativos do sêmen descongelado em relação ao sêmen fresco. A associação das sondas Iodeto de Propídeo, Hoechst 33342 e Pisum Sativum Agglutinin conjugada com Lectina Fluorescente (FITC-PSA), permitiu a identificação de subpopulações espermáticas de acordo com a localização específica de lesões celulares e detectou de forma mais acurada o efeito deletério da criopreservação no sêmen. O uso de ovócitos criopreservados de gatas domésticas permitiu a observação da queda da capacidade ligante (p<0,05) dos espermatozoides descongelados em relação aos espermatozoides a fresco de jaguatiricas, havendo ainda correlação entre o total de ligantes nas amostras de espermatozoides a fresco com padrões qualitativos no sêmen após o descongelamento. A combinação de sondas fluorescentes utilizadas e o uso de ensaio de ligação a ovócitos heterólogos criopreservados de gatas domésticas foram mais específicos e confiáveis na detecção da queda na qualidade espermática de jaguatiricas após o descongelamento. Os espermatozóides de jaguatiricas também foram capazes de se ligar à membrana perivitelínica em ambos os tratamentos. Apesar de não observada diferença na quantidade de espermatozóides ligados nos tratamentos (p>0,05), houve correlação positiva (r= 0,91; p<0,05) entre eles. Foi observada ainda correlação negativa entre a taxa de espermatozoides ligados na membrana perivitelínica no sêmen a fresco e no descongelado com a população de espermatozóides com cauda dobrada no sêmen descongelado (r= -0,81; p<0,05 e r= -0,86; p<0,05, respectivamente) e correlação negativa (r= -0,71; p< 0,05) entre a população de espermatozóides com cauda fortemente dobrada (defeito maior) com a quantidade de espermatozóides ligados na membrana perivitelínica, ambos no sêmen descongelado. Apesar dos espermatozoides de jaguatirica terem se ligado de forma satisfatória à membrana perivitelínica, o reduzido número de amostras avaliadas não permitiu demonstrar correlação com a fertilidade do espermatozoide. No entanto, o mecanismo suporte desenvolvido para a membrana permitiu a manutenção do seu estiramento durante o processamento e a definição de uma área de avaliação. Sendo assim, estudos futuros, com uma maior amostragem, são necessários para a efetiva validação desta técnica.
Ex situ conservation strategies aim to assist in maintaining a genetically viable population through strategies of assisted reproduction and cryopreservation of genetic resources. We aimed to validate the combination of fluorescents probes and the egg-sperm binding assay using cryopreserved oocytes in the qualification of fresh and frozen-thawed ocelot semen. Were used three captive ocelots for semen collection by electroejaculation. The semen was evaluated by conventional tests routine. Through those tests (motility and sperm progressive motility, hypoosmotic sweling test and morphology) a decrease (p <0.05) of the quality standards of the frozen-thawed semen compared to fresh semen was observed. The combination of the probes propidium iodide, Hoechst 33342 and Pisum sativum Agglutinin lectin conjugated to fluorescent (FITC-PSA) allowed the identification of sperm subpopulations according to the specific location of cell damage and at the same time allowed a more accurate detection of the deleterious effect of semen cryopreservation in ocelots. The use of cryopreserved oocytes of domestic cats allowed the observation of a decreasing on the binding capacity (p <0.05) of frozen-thawed sperm compared to fresh ocelot spermatozoa, and there was a correlation between total binding in fresh semen with the quality standards in frozen-thawed semen. The combination of fluorescent probes used and the use of sperm-egg binding assay were more specific and reliable in detecting the decrease in ocelot s sperm quality after thawing. The ocelot sperm were also able to bind the perivitelline membrane, in both treatments. Although there is no difference in the amount of bound sperm in treatments (p>0.05), there was a positive correlation (r=0.91; p<0.05) between they. Correlation was also observed between bound sperm to periviteline membrane, in fresh and frozen=thawed semen, and bent tail spermatozoa in frozen-thawed semen (r=0.81; p<0.05 and r=-0.86; p<0.05, respectively). There was correlation (r=-0.71; p<0.05) between the proportion of tightly bent tail (major defect) and the bound sperm to periviteline membrane, both in frozen-thawed semen. Although ocelots spermatozoa have bound satisfactorily to periviteline membrane, the small number of sample could not demonstrate correlation with the sperm fertility. However, the device developed for the membrane allowed the upkeep of its stretch during processing and defined an evaluation area. Thus, futures studies, with a larger sample are needed for effective validation of this technique.
Palavras-chave: Sondas fluorescentes
Reprodução assistida
Felinos silvestres
Fluorescent probes
Assisted reproduction
Wild felines
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA::REPRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de
Programa: Mestrado em Medicina Veterinária
Citação: ARAUJO, Gediendson Ribeiro de. Using fluorescent probes and sperm binding to heterologus oocytes and to periviteline membrane, using chiken (Gallus gallus) eggs, for evaluate fresh and frozen-thawed ocelot (Leopardus pardalis) sperm. 2012. 75 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia, diagnóstico e controle de doenças; Epidemiologia e controle de qualidade de prod. de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5096
Data do documento: 10-Fev-2012
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf684,61 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.