Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5754
Tipo: Dissertação
Título: Valor nutritivo do feno de capim-Tifton 85 amonizado com uréia
Título(s) alternativo(s): Nutritive value of Tifton 85 hay treated with urea
Autor(es): Tonucci, Rafael Gonçalves
Primeiro Orientador: Garcia, Rasmo
Primeiro coorientador: Pires, Aureliano José Vieira
Segundo coorientador: Pereira, Odilon Gomes
Primeiro avaliador: Ribeiro, Karina Guimarães
Segundo avaliador: Obeid, Jose Antonio
Abstract: O experimento foi conduzido no Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Viçosa com o objetivo de avaliar a influência da umidade, do período de amonização e de doses de uréia sobre a composição químico-bromatológica e digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS) do feno de capim Tifton 85. O feno do capim foi amonizado com diferentes doses de uréia (2, 4, 6, 8 e 10%) com base na matéria seca, teores de umidade (20 e 40%) e período de tratamento (30, 60, e 90 dias). O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado arranjando em um esquema fatorial 5x3x2, com 3 repetições. A uréia foi diluída em quantidade de água suficiente para elevar o teor de umidade até o nível desejado. O feno foi armazenado em sacos plásticos (2 kg/saco) vedados com fita adesiva. Ao termino de cada período experimental os sacos foram abertos e coletadas amostras para análises laboratoriais. Verificou-se aumento quadrático para os teores de nitrogênio total (NT) e nitrogênio amoniacal (N-NH3) com o aumento das doses de uréia para todos os tratamentos. Os níveis de NT foram maiores para os menores níveis de umidade, já os teores de N-NH3 foram maiores para os maiores níveis de umidade. Os teores de nitrogênio insolúvel em detergente neutro (NIDN) e detergente insolúvel em detergente ácido (NIDA) não foram afetados, apresentando valores médios de 0,82 e 0,15%, respectivamente. Os valores de NIDN/NT apresentaram redução linear com o aumento da dose de uréia, e os maiores decréscimos foram observados para os tratamentos com menor umidade e com o período de amonização mais longo. Os teores de NIDA/NT foram reduzidos de forma quadrática com o aumento das doses de uréia aplicada, sendo os menores valores obtidos para os tratamentos com menor umidade. O aumento na dose de uréia promoveu uma redução linear nos teores de fibra em detergente neutro (FDN), sendo esta redução mais marcante nos tratamentos com 40% de umidade. Os teores de fibra em detergente ácido (FDA) foram reduzidos com o aumento das doses de uréia e não foram afetados pelo período de amonização nem pelo teor de umidade do material, alcançando valores mínimos de 44,1%. Os valores de celulose também foram reduzidos com o aumento das doses de uréia aplicada e essa redução foi mais acentuada nos tratamentos com 20% de umidade. Os teores de hemicelulose reduziram de forma linear com o aumento do período de amonização não sendo influenciados pela dose de uréia nem pela umidade do material. A DIVMS foi influenciada de forma quadrática decrescente pela dose de uréia, bem como, pela umidade do material e período de amonização, estimando-se valores máximos de 64,9% para o tratamento com 20% de umidade, e de 73,9% para o tratamento com 40% de umidade, ambos com 90 dias de amonização. A amonização com uréia alterou a composição químico-bromatológica do feno do capim Tifton, melhorando o seu valor nutritivo demonstrando ser uma boa alternativa para obtenção de forragem de qualidade durante o período seco do ano.
An experiment was conducted at the Animal Science Department of the Federal University of Viçosa to evaluate the influence of moisture, urea level and time of ammoniation on chemical-bromatologic compounds and in vitro dry matter digestibility (IVDMD) of Tifton 85 hay. In the trial, 2 kg of hay with five levels of urea (2; 4; 6; 8 and 10% dry matter bases), two moisture levels (20 and 40%), were stored for three periods of ammoniation (30; 60 and 90 days) in sealed plastic bags. Urea was mixed in water necessary to reach 20 and 40% of moisture levels when added to hay. A completely randomized design with three replications in a factorial arrangement was used. Total nitrogen (NT) and ammonia nitrogen (N-NH3) concentrations increased quadraticly when urea levels were increased. Total nitrogen values were higher at the lowest moisture, however N-NH3 increased with the increasing of moisture. Neutral detergent insoluble nitrogen (NDIN) and acid detergent insoluble nitrogen (ADIN) were not affected by the treatments. The values of NDIN/TN decreased with an increasing in moisture levels and the highest value was observed in lowest moisture (20%) and the shortest period of ammoniation (30 days). The ADIN/TN ratio adjusted into a quadratic model. An increase in urea levels decreased the ratio, and lower values were observed at lower moisture. An increase in urea levels promoted a decrease in neutral detergent fiber, reaching the lowest value at 40% moisture for ammoniation period of 90 days. Acid detergent fiber decreased linearly with the increase of urea levels, reaching minimum value of 44,1% at the 10% urea level and was not affected by moisture and ammoniation period. Cellulose contents were decrease with the increase of urea levels, and lower rates were reached at lower moisture. The hemicellulose and lignin contents decreased linearly with increasing ammoniation period and were not affected by urea and moisture levels. The IVDMD adjusted into a quadratic model and response to the increasing of urea levels, moisture levels and ammoniation period, reaching maximum digestibility of 64,9% at lower moisture contest and 73,9% at higher moisture content, both with 90 days of ammoniation. Urea ammoniation altered the chemical composition and digestibility of Tifton 85 hay, improving the nutritive value of forage and providing an option for forage quality improvement during dry season.
Palavras-chave: Feno
Análise
Qualidade
Uréia
Capim Tifton
Composição
Amonização
Hay
Analysis
Quality
Urea
Tifton hay
Composition
Ammoniation
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::PASTAGEM E FORRAGICULTURA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: TONUCCI, Rafael Gonçalves. Nutritive value of Tifton 85 hay treated with urea. 2006. 53 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5754
Data do documento: 2-Out-2006
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf202,14 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.