Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5827
Tipo: Dissertação
Título: Fatores envolvidos no consumo de matéria seca
Título(s) alternativo(s): Factors involved in dry matter intake
Autor(es): Suarez, Santiago Luis Benquet
Primeiro Orientador: Valadares Filho, Sebastião de Campos
Primeiro avaliador: Valadares, Rilene Ferreira Diniz
Segundo avaliador: Rennó, Luciana Navajas
Abstract: A predição do consumo voluntário de animais é um tema que tem chamado a atenção há várias décadas, em razão do impacto que tem no desempenho animal, não só pela importância econômica e produtiva do mesmo, mas também pela necessidade de reduzir as emissões de metano, nitrogênio e o fósforo no meio ambiente. Os fatores que regulam o consumo de matéria seca em ruminantes são multíplos e complexos, não sendo ainda totalmente compreendidos. Portanto, estimativas do consumo são necessárias para predizer o desempenho e os requerimentos nutricionais de bovinos de corte. Os fatores relativos ao animal (sexo, condição corporal, idade e estado fisiológico), ao alimento (composição da dieta, digestibilidade, concentração de energia, taxa de passagem, fermentação e palatabilidade), ao manejo (proximidade ou afastamento do alimento, frequência, aditivos usados, agentes anabólicos, sais minerais, estabulado ou pasto), ao ambiente (temperatura, umidade e fotoperíodo) e suas interações são importantes variáveis que devem ser levadas em consideração na predição do consumo voluntário; contudo, como e quais devem ser incluídos para predizê-lo, ainda é necessário mais experimentação e investigação no tema. Desta forma, foram objetivos desta pesquisa discutir os fatores que afetam o consumo de matéria seca e sugerir uma equação para estimar o consumo de matéria seca de animais terminados em confinamento no Uruguai. Os consumos observados foram obtidos de um sistema de engorda em confinamento desenvolvido em 2013 na cidade de Salto, Uruguai. A característica deste sistema é a seguinte: animais cruzados principalmente de Angus e Hereford; tempo de confinamento: 100 a 104 dias; peso corporal inicial: 340 a 380 kg; peso corporal final: 500 a 520 kg; dietas completas (TMR = total mixed ration) constituídas de silagem de sorgo, grãos de milho, sorgo, torta de girassol, premix vitamina-minerais). Os dados do consumo foram obtidos de forma diária, em kg de matéria natural oferecida por dia por lote. O consumo diário médio de cada curral foi obtido por kg oferecidos por dia por curral dividido pelo número de animais do curral. Foi ajustada uma equação conforme o modelo descrito pelo BR Corte (2010) para estimar o consumo de matéria seca (CMS), incluindo os dias de confinamento. Observou-se que o CMS máximo foi estimado aos 100,2 dias de confinamento.
Prediction of animals voluntary intake is a subject that has drawn attention for several decades because of the impact it has on animal performance, not only for its economic and productive importance, but also for the need to reduce emissions of methane, nitrogen and phosphorus in the environment. The factors that regulate the dry matter intake in ruminants are multiple and complex, and not yet fully understood. Therefore, consumption estimates are necessary to predict the performance and nutrient requirements of beef cattle. The factors related to the animals (gender, body condition, age and physiological state), food (diet composition, digestibility, energy concentration, passage rate, fermentation and palatability), management (proximity or remoteness of food, frequency, additives used, anabolic agents, minerals, stables or pasture), environment (temperature, humidity and photoperiod) and their interactions are important variables that must be taken into account in predicting the voluntary intake; however, to know how and what should be included to predict it, more experimentation and research on the subject are necessary. Thus, the objectives of this research were to discuss the factors that affect the consumption of dry matter and suggest an equation to estimate the dry matter intake of animals finished in feedlots in Uruguay. The observed consumption was obtained from a feedlot fattening system developed in 2013 in the city of Salto, Uruguay. The characteristics of this system are animals mainly crossbred from Angus and Hereford; feedlot time: 100 to 104 days; initial body weight: 340 to 380 kg; final body weight: 500 to 520 kg; and complete diets(TMR = Total Mixed Ration), consisting in sorghum silage, grains of maize, sorghum, sunflower cake and vitamin/mineral premix). Consumption data were obtained on a daily basis, in kilogram of natural matter given per day and per lot. The average daily intake for each pen was obtained per kilogram given per day and per pen, divided by the number of animals in the pen. An equation was adjusted according to the model described by BR Corte (2010) to estimate the dry matter intake (CMS), including the days in the feedlot. It was observed that the maximum CMS was estimated at 100.2 days in the feedlot.
Palavras-chave: Bovino - Alimentação
Nutrição animal
Bovine - Food
Animal nutrition
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::PRODUCAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Mestrado em Zootecnia
Citação: SUAREZ, Santiago Luis Benquet. Factors involved in dry matter intake. 2014. 58 f. Dissertação (Mestrado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5827
Data do documento: 3-Dez-2014
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,01 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.