Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6869
Tipo: Dissertação
Título: Restrição por sódio em formigas em ambientes naturais e antropizados
Sodium restriction for ants in natural and anthropogenic environments
Autor(es): Dias, Devlynn Coelho
Abstract: Vários elementos químicos são fundamentais para os organismos que compõem um ecossistema. Dentre os elementos importantes para os organismos, pode-se destacar o sódio, um elemento de fundamental importância para plantas e animais, por suas funções fisiológicas. Em habitats onde se observa qualquer intervenção do ser humano, se espera que haja uma modificação ou até mesmo restrição de certos elementos químicos. Consequentemente, como o sódio faz parte da solução de diversos solos no Brasil, pode-se esperar que com a ação antrópica, a disposição do sódio nos solos poderia ser também modificada. A partir disso, seria plausível esperar que essa alteração cause efeitos negativos também nos organismos associados a esses habitats modificados. Dessa forma, o objetivo geral do presente trabalho é determinar se modificações antrópicas na cobertura vegetal podem alterar a disponibilidade de sódio no ambiente, e consequentemente causar uma modificação na utilização desse nutriente pelos organismos presentes nesse habitat, sendo utilizadas aqui as formigas como objeto de estudo. Assim, os objetivos específicos do trabalho foram testar as seguintes hipóteses: i) a disponibilidade de sal no solo é maior em áreas antropizadas (ex. pasto e cafezal) do que áreas preservadas (matas) ii) a utilização de sal por formigas é maior em áreas preservadas (matas) do que em áreas com maiores ações antrópicas (ex. pasto e cafezal); iii) existe um efeito negativo da concentração de sódio no solo sobre a utilização de iscas de sódio por formigas, sendo que esse efeito é dependente do habitat amostrado (pasto, cafezal e mata). Para testar essas hipóteses foram escolhidos três habitats (cafezal, pasto e mata) nas Cidades de Alto Jequitibá, Alto Caparaó, Luisburgo, Viçosa e Ervália que compõem a Zona da Mata Mineira. Após o procedimento amostral de coleta de solos, procedeu-se a analise deste solo, a fim de identificar a concentração de sódio. Quanto as formigas, foram identificadas as espécies e preferências pelas soluções oferecidas. Para o procedimento amostral de formigas foram oferecidas soluções de água destilada, glicose e solução salina, colocadas diretamente sobre o solo, com distâncias de 2 metros entre si em uma parcela de 60x60 metros, em cada habitat estudado. Foi observado que a concentração de sódio nos solos de habitats antropizados (pasto e cafezal) foi maior do que em habitats naturais (mata) assim como previsto em nossa primeira hipótese. No entanto, ao contrário do esperado nas hipóteses 2 e 3, não houve efeito do habitat ou da concentração de sódio no solo sobre a utilização preferencial das iscas de sal pelas formigas. Para o presente estudo três possíveis fatores são apontados como principais: i) baixo número de “iscas visitadas por formigas”; ii) baixa concentração de sódio comparado a solos sódicos e iii) ausência de limitação de sódio para formigas nos três habitats. Finalmente, fazem-se necessários mais estudos, principalmente abordando diferentes tipos de usos do solo, que tentem investigar o efeito da antropização sobre a dinâmica de nutrientes e seu respectivo efeito sobre as comunidades naturais.
Several chemical elements are fundamental to organisms that compose an ecosystem, but in some places or times of the year can be observed restriction of these elements in nature. Among the important elements for organisms, can highlight sodium, an element of fundamental importance to plants and animals, for their physiological functions. The sodium can be found in nature as part of the biomass of organisms or can be found principally in the soil. Habitats where observe any human intervention, it is expected that there is a modification or even restricting certain chemical elements. Accordingly, as sodium is part of the solution of many soils in Brazil can be expected with human action, the arrangement of the sodium in the soil could also be modified. In Brazil, specifically in Zona da Mata Mineira, any agricultural practices can affect the dynamics of sodium in the soil, for example, cattle with exotic pasture and coffee plantations. One of the quickest and low cost tools used to measure the degree of habitat disturbance is the utilization of organisms that may reflect the restriction or excess of certain chemical element in habitats, among the organisms most commonly used, there are the ants. Thereby, the specific objectives of this study were to test the following hypotheses: i) the availability of salt in the soil is bigger in disturbed areas (eg pasture and plantation) than preserved areas (forests) ii) the utilization of salt by ants is bigger in preserved areas (forests) than in areas with human activities (eg pasture and plantation); iii) there is a negative effect of the concentration of sodium in the soil on the use of sodium baits for ants, and this effect is dependent on the sampled habitat (pasture, plantation and forest). To test these hypotheses was chosen three habitats (coffee plantation, pasture and forest) in cities of Alto Jequitibá Alto Caparaó, Luisburgo, Viçosa and Ervália that comprise the Zona da Mata Mineira. After the sample collection soils procedure, we proceeded to analyze this soil, in order to identify the concentration of sodium. About ants, species and the preferences by solutions offered were identified, both analyzes were performed in the laboratory. For the sampling procedure ants, were offered distilled water, glucose and saline solutions, placed directly on the ground, with a distance of 2 meters apart on a plot of 60x60 meters in each habitat studied were offered. Was observed that the concentration of sodium in the soil of anthropogenic habitats (pasture and plantation) is higher than in natural habitats (forests), but there was no effect of the concentration of sodium in the soil on the use of salt baits by ants, being that it did not vary with habitat. The ants may not be sensitive to small changes in salt concentration in soil, or sodium not be restricted in natural environments studied, which would explain no differential preference for baits salt in natural environments. We then suggest that the action of man is responsible for the largest influx of sodium in the environments, however, despite the difference of this element in soil habitats studied, the ants showed no preference differential in relation to any of the solutions. It is believed that the ants were not sensitive to small variations of sodium in the soil, or that there is no restriction in the diet of the element of sampled ants, which could explain the absence of preference for this element. so the anthropogenic modification of sodium caused no visible impact on ant communities studied.
Palavras-chave: Química do solo
Sódio
Formigas
Impactos ambientais
CNPq: Ecologia
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: DIAS, Devlynn Coelho. Restrição por sódio em formigas em ambientes naturais e antropizados. 2014. 28f. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6869
Data do documento: 28-Fev-2014
Aparece nas coleções:Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo641,89 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.