Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7286
Tipo: Dissertação
Título: Dinâmica da serapilheira e macrofauna edáfica em floresta estacional semidecidual atingida por barragem
Dinamic of litter and edaphic macrofauna on estacional semideciduos forest hit by hidroelectric dam
Autor(es): Siqueira, Raphael Marinho
Abstract: O pulso de inundação é a principal força que atua na biodiversidade, na produtividade e nos processos ecossistêmicos de ambientes que sofrem influência direta do rio. Entre essas áreas que são estabelecidas e mantidas pela influência do pulso de inundação encontramos as matas ripárias. Essas matas têm sido intensamente impactadas, sendo um dos principais fatores a instalação de hidrelétricas. Os reservatórios das hidrelétricas além de eliminarem as faixas de vegetação ripária natural dos rios, podem alterar a funcionalidade do ecossistema florestal sob sua influência. Baseado na premissa de que o barramento da água pode gerar alterações nos processos ecossistêmicos de um fragmento de floresta, foram estudadas a produção e a decomposição da serapilheira, bem como a riqueza e a abundância da macrofauna associadas a ela, visando responder se o funcionamento do ecossistema no fragmento florestal sob influência direta da inundação é semelhante ao de uma mata ripária. Assim, foram testadas as hipóteses de que (1) a produção de serapilheira é menor às margens do reservatório em relação ao interior do fragmento; (2) a decomposição da serapilheira é maior às margens do reservatório em relação ao interior do fragmento e (3) a diversidade e a abundância da macrofauna edáfica são maiores nas áreas com maior taxa de decomposição da serapilheira. O desenho amostral utilizou 6 transectos de 100 x 20m, distantes entre si por 90m, apresentando 5 parcelas de 20 x 20m cada. As primeiras parcelas de cada transecto foram instaladas na borda da vegetação, seguindo para o interior do fragmento. Para avaliar a produção da serapilheira foram instalados 30 coletores, um em cada parcela e mensalmente realizada coleta e triagem do material. A decomposição da serapilheira foi avaliada utilizando-se bolsas de malha 2mm com material foliar (litter bags). Cada parcela continha 12 bolsas de decomposição e mensalmente era retirada uma bolsa de cada parcela para avaliar a perda de biomassa (taxa de decomposição). Para avaliar a macrofauna edáfica foram realizados duas coletas, uma no período seco (Maio/13) e outra no período chuvoso (Outubro/13), utilizando um gabarito de metal de 25 x 25 x 10 cm. Foi realizada uma coleta específica para cupins no período chuvoso (Janeiro/14), utilizando-se iscas de papel higiênico. Os resultados encontrados mostram que a produção da serapilheira no fragmento estudado cresce com o aumento da distância do reservatório da UHM, sendo similar à produção da serapilheira de matas ripárias. A decomposição da serapilheira também cresce com o aumento da distância do reservatório da usina hidrelétrica, porém esse resultado é oposto ao padrão encontrado em matas ripárias. A distribuição da macrofauna edáfica foi uniforme no fragmento estudado, não acompanhando a taxa de decomposição. Esses dados mostram que o fragmento em estudo não pode ser considerado como uma mata ripária nem como uma mata de terra firme.
The flood pulse is the main force acting on biodiversity, productivity and ecosystem processes environments that suffer direct influence of the river. Among these areas are established and maintained by the influence of the flood pulse is found the riparian forests. These forests have been heavily impacted, one of the main factors the installation of hydroelectric plants. The hydroelectric dam besides eliminate the natural riparian forest, can modify the functionality of forest ecosystem. Based on the premise that the water dam can generate changes in ecosystem processes a fragment of forest were studied production and decomposition of litter, and the diversity and abundance of macrofauna associated with it in order to answer to the functioning of ecosystem in the forest fragment under the direct influence of the flood is similar to a riparian forest. Thus, we tested the hypotheses that (1) the production of litter is lower on the margins of the reservoir relative to the forest interior; (2) the decomposition of litter is greater on the banks of the reservoir with respect to the forest interior; and (3) that the diversity and abundance of the soil community are higher in areas with higher rate of decomposition of litter. The sample design used six transects of 100x20m, separated by 90m from each other, with 5 plots of 20x20m. The first plots of each transect were installed at the edge of vegetation, following into the fragment. To evaluate the production of litter were installed 30 collectors, one in each plot and held monthly collection and sorting of material. The decomposition of litter was evaluated using mesh bags 2mm with leaf material (litter bags). Each plot contained 12 bags of decomposition and monthly with drawn one bag of each plot to assess the biomass loss (decomposition rate). To evaluate the soil community were performed two collections, one in the dry season (May/13) and another in the rainy season (October/13), using a metal template 25 x25 x10cm. A particular sample was taken to termites in the rainy season (January/13), using paper baits. The results shows that production of litter in the studied fragment follows the increasing in distance from the UHM reservoir, which was similar to the production of litter in the others riparian forests. The decomposition of litter also increases with advance of distance from the hydroelectric plant reservoir, but this result is opposite to the pattern found in riparian forests. The distribution of soil community was uniform in the studied fragment, not following the rate of decomposition. These data shows that fragment under study cannot be considered as riparian forest nor as a well-drained forest.
Palavras-chave: Ecologia florestal
Matas ripárias
Serapilheira - Produção
Serapilheira - Decomposição
CNPq: Biologia Geral
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SIQUEIRA, Raphael Marinho. Dinâmica da serapilheira e macrofauna edáfica em floresta estacional semidecidual atingida por barragem. 2015. 81f. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7286
Data do documento: 12-Ago-2015
Aparece nas coleções:Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,05 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.