Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/81
Tipo: Dissertação
Título: Custo de liquidez do contrato futuro de soja na BM&FBOVESPA, no período de 2010 a 2013
Título(s) alternativo(s): Liquidity contract cost of soybean future of BM&FBOVESPA, the period 2010 to 2013
Autor(es): Marquezin, Charles Luan
Primeiro Orientador: Mattos, Leonardo Bornacki de
Primeiro coorientador: Coelho, Alexandre Bragança
Primeiro avaliador: Cassuce, Francisco Carlos da Cunha
Segundo avaliador: Reis, Janderson Damaceno dos
Abstract: O custo de liquidez é uma variável que não é diretamente conhecida pelos investidores, sendo tão importante quanto os demais custos de transação envolvidos em mercados futuros. Sua relevância deve-se a uma série de fatores, como o fato de poder resultar na redução do retorno esperado pelos investidores, de ocorrer perda de participantes potenciais no mercado, de o preço não servir mais como papel de comunicação de informação, por ser essencial para a decisão sobre a utilização de um contrato futuro, além de ser uma variável fundamental para o custo de oportunidades de hedgers e especuladores. O propósito da referente pesquisa foi analisar o custo de liquidez relativo ao contrato futuro de soja da BM&FBOVESPA e seus determinantes, no período de setembro de 2010 a fevereiro de 2013, utilizando dados intradiários, contendo 28.350 negócios realizados, 173.685 quantidades de lances de oferta para compra e 159.641 quantidades de lances de ofertas para venda. Especificamente, utilizou-se o contrato de soja devido ao grande crescimento do mercado doméstico da oleaginosa e, ao mesmo tempo, à diminuição do uso do contrato futuro de soja da BM&FBOVESPA ocorrida nos últimos anos, o que gera fortes indícios de elevado custo de liquidez do contrato. Para quantificar o custo de liquidez do mercado, foi utilizado o custo de executar trocas em intervalos muito curtos, calculado como a diferença entre a oferta de compra e a oferta de venda do contrato. A análise empírica dos determinantes do custo de liquidez foi baseada no Método dos Momentos Generalizados (GMM), gerando informações fundamentais para as decisões dos participantes que operam no mercado. Outro objetivo deste estudo foi mensurar o custo de liquidez dos modelos baseados em séries de covariância entre os preços negociados, como os de Roll (1984) e Chu et al. (1996), e modelos baseados nas variações absolutas nos preços, como os de Thompson et al. (1987) e Wang et al. (1997), que foram desenvolvidos buscando contornar a falta de informação sobre as ofertas de compra e de venda do contrato, utilizando somente os valores dos preços efetivamente negociados. Os resultados mostraram que existe grande concentração das negociações em poucos contratos, e a maior média geral do custo de liquidez foi de U$$ 0,88 para o contrato com vencimento em novembro de 2011, representando 2,98% do total do volume do contrato. No entanto, para os vencimentos em que ocorreram maiores negociações, o custo de liquidez médio foi de U$$ 0,16 para o contrato com vencimento em maio de 2011, o que representa apenas 0,54% do volume do contrato. Quanto aos determinantes, os resultados identificaram que volume negociado, número de contratos abertos, dias para a expiração do contrato e tendência positiva dos preços são negativamente relacionados com o custo de liquidez, enquanto o volume médio por transação é positivamente relacionado. As demais variáveis testadas no modelo variabilidade diária dos preços, dummies dos relatórios governamentais (americano e brasileiro) e dummies para os dias da semana não foram significativas na estimação. Em se tratando dos modelos de Roll (1984), Chu et al. (1996), Thompson et al. (1987) e Wang et al. (1997), as quatro metodologias apresentaram elevadas correlações entre elas, porém todas apresentaram em média - 60%, quando comparado ao custo de liquidez estimado por meio da diferença entre a oferta de compra e a oferta de venda do contrato, em intervalos muito curtos. Conclui-se que os contratos futuros de soja da BM&FBOVESPA apresentaram elevados custos de liquidez quando comparados aos resultados dos estudos internacionais, principalmente para os contratos com baixo volume de negociações. Assim, os agentes do mercado devem ficar atentos aos contratos a serem utilizados, para que não ocorra prejuízo devido ao custo de liquidez.
The liquidity cost is a variable that is not directly known by investors, being as important as other transaction costs involved in futures markets. Its relevance are the facts may result in the reduction of return expected by investors, result in loss of potential market participants, the price does not serve more as paper communication of information to be essential to the decision of using a futures contract, and be a key variable for the opportunity cost of hedgers and speculators. The purpose of the related research was to analyze the cost of liquidity relative to soybean futures contract on the BM&FBOVESPA and its determinants, from September 2010 to February 2013, using intraday data, containing 28,350 trades, 173,685 low bid offer for purchase and bid amounts 159,641 offers for sale. Specifically, we used the soybean contract due to the large domestic market growth of oilseed while reducing the use of soybean futures contract of the BM&FBOVESPA occurred in recent years, which generates strong evidence of high liquidity cost of the contract . To quantify the cost of market liquidity, we used the cost of running changes in shorter intervals, calculated as the difference between the price offered for purchase and sale of the offered price of the contract. The empirical analysis of the determinants of liquidity cost was based on the methods of OLS (OLS) and Generalized Method of Moments (GMM). Such methods possible to analyze the determinants of the cost of liquidity, which is fundamental to the decisions of participants operating in the market. Another objective of this study was to analyze the efficiency in measuring liquidity cost models based on series covariance between prices negotiated, such as Roll (1984) and Chu et al. (1996), and models based on absolute changes in prices, such as Thompson et al. (1987) and Wang et al. (1997), which were developed seeking to circumvent the lack of price information, bid and offer for sale of the contract, using only the values of the prices actually traded, all of these models thoroughly discussed in the literature. The results show that there is a large concentration of trades in a few contracts, and the highest average overall liquidity cost was $ 0.88 USD for the contract maturing in November 2011, representing 2.98% of the total volume contract. However, for larger maturities occurring negotiations, the liquidity cost average was $ 0.16 for the contract maturing in May 2011, which represents only 0.54% of the contract volume. Regarding the determinants, the results indicate that the trading volume, the number of open contracts, days to expiration of the contract and positive trend in prices are negatively related to the cost of liquidity, while the average volume traded is positively related. The other variables in the model, such as variability, report and days of the week were not significant. As the efficiency of models Roll (1984), Chu et al. (1996), Thompson et al. (1987) and Wang et al. (1997), the four methods showed high correlations among them, but all underestimate on average 60% the cost of liquidity estimated by the difference between the price offered and the price offered to purchase the contract of sale, in very short intervals. It is therefore concluded that the soybean futures contracts at BM&FBOVESPA offers high liquidity costs when compared to the results of international studies, mainly to contracts with low trading volume. Thus, market participants should watch for contracts to be used, not to occur in injury because the cost of liquidity.
Palavras-chave: Custo de liquidez
Mercado futuro
Soja e BM&FBOVESPA
Liquidity cost
Future market
Soy and BM&FBOVESPA
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIAS AGRARIA E DOS RECURSOS NATURAIS::ECONOMIA AGRARIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos
Programa: Mestrado em Economia Aplicada
Citação: MARQUEZIN, Charles Luan. Liquidity contract cost of soybean future of BM&FBOVESPA, the period 2010 to 2013. 2013. 91 f. Dissertação (Mestrado em Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/81
Data do documento: 26-Jul-2013
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,29 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.