Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8554
Tipo: Tese
Título: Comportamento sedentário e saúde cardiovascular ideal em adultos - um estudo de base populacional em Viçosa (MG), Brasil
Sedentary behavior and ideal health cardiovascular in adults - a population based study in Viçosa (MG), Brazil
Autor(es): Silva, Meirele Rodrigues Inácio da
Abstract: Introdução: O comportamento sedentário (CS) emerge como grave problema de saúde pública, em parte à sua associação com o aumento na prevalência de doenças crônicas e agravos não transmissíveis, em especial as doenças cardiometabólicas, em distintos grupos populacionais. No Brasil, pouco se conhece sobre a distribuição do CS e sua relação com o processo saúde doença em estudos de base populacional Objetivo: O objetivo deste estudo foi descrever a distribuição de fatores sociodemográficos, comportamentais e de conhecimento em saúde de acordo o tempo em CS e avaliar a associação entre o CS e saúde cardiovascular ideal em adultos. Metodologia: Estudo transversal, com amostragem por conglomerados. Variáveis sociodemográficos, comportamentais e de conhecimento em saúde foram avaliadas por entrevista estruturada e os componentes da saúde cardiovascular segundo orientação da AHA. Utilizou-se análise descritiva, bivariada e modelagem linear generalizada. Resultados: Foram entrevistados 970 adultos, de 20 a 59 anos. Gastavam, em média, 329 min/dia sentados (IC 95% 317,61-340,26) e 147 assistindo TV (IC 95% 140,07-153,41). Os participantes do estudo gastavam, em média, 329 min/dia sentados (IC 95% 317,61-340,26) e 147 min/dia assistindo TV (IC 95% 140,07-153,41). Indivíduos mais jovens, estudantes, que viviam sem companheiro, que tinham maior escolaridade e maior nível socioeconômico, bem como aqueles que atendem recomendações de atividade física, consumiam mais energia e faziam refeições em frente à TV foram os que despenderam maior tempo sentado. Em relação ao tempo de TV, indivíduos trabalhadores, que viviam com companheiro, conheciam recomendações de atividade física bem como a relação entre comportamento sedentário e doença cardiovascular, que tinham maior consumo de energia e faziam refeições em frente à TV foram os que despenderam mais tempo nesse tipo de comportamento. A prevalência de saúde cardiovascular ideal foi de 0.07% e o escore ideal médio foi de 3,76 +1,30. Para cada hora de tempo sentado observou- se redução em 0,9% (β: -0,009 IC: 95%: -0,017 -0,001) no escore de saúde cardiovascular ideal e para cada hora assistindo TV uma redução em 1,9% (β:-0,019 IC 95%: -0,035 - 0,003) no escore. Conclusão: Conhecer como as características estudadas se distribuem de acordo com o tempo em comportamento sedentário, poderá auxiliar no planejamento de ações efetivas para redução do sedentarismo. Aumentar o fenótipo de saúde cardiovascular ideal pode representar um grande desafio, pois demanda esforços para ampliar o acesso a cuidados de saúde de qualidade e ambientes favoráveis a saúde, em especial que promovam alimentação saudável e estilo de vida ativo e reduzam o tempo em comportamento sedentário.
Introduction: Sedentary behavior (SB) emerges as a serious public health problem, in part to its association with the increased prevalence of chronic diseases and non-communicable diseases, especially cardiometabolic diseases in different population groups. In Brazil, little is known about the distribution of the SB and its relation to the health disease in population-based studies. Objective: The objective of this study was to identify the distribution of sociodemographic, behavioral factors and knowledge health according the time SB and evaluate the association between SB and ideal cardiovascular health in adults. Methods: This is a cross-sectional study, with sampling by conglomerates. Sociodemographic, behavioral and health knowledge variables were assessed by structured interview and the components of cardiovascular health, according to the criteria of the AHA. We used descriptive analysis, bivariate and generalized linear modeling. Results: We interviewed 970 adults, 20 to 59 years. The study participants spent an average of 329 min / day sitting (95% CI 317.61 to 340.26) and 147 min / day watching TV (95% CI 140.07 to 153.41). The younger age, being student, living without partner, meeting the physical activity recommendations, having higher schooling and higher socioeconomic level, having meals in front of TV and presenting a greater caloric consumption were identified as factors related to the “sitting time”. Among the factors possibly related to the “TV time”, working, socioeconomic level C, living with partner, knowing the physical activity recommendations and the relationship between SB and cardiovascular disease, having meals in front of TV and higher caloric consumption can be listed. The prevalence of ideal cardiovascular health was 0.07% and the ideal mean score was 3.76 +1.30. For every hour of time sitting there was a reduction of 0.9% (β: -0.009 CI: 95% -0.017 -0.001) in ideal cardiovascular health score and for each hour watching TV a reduction of 1.9% (β: -0.019 95% CI: -0.035 -0.003) in the score. Conclusion: Knowing how characteristics are distributed according to the time in SB, may helps in planning effective actions to reduce physical inactivity. Increasing the ideal cardiovascular health phenotype may represent a major challenge, since it requires efforts to increase access to quality health care and supportive environments to health, especially to promote healthy eating and active lifestyle and reduce the time in sedentary behavior.
Palavras-chave: Sedentarismo
Sistema cardiovascular - Doenças
Promoção da saúde
CNPq: Nutrição
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SILVA, Meirele Rodrigues Inácio da. Comportamento sedentário e saúde cardiovascular ideal em adultos - um estudo de base populacional em Viçosa (MG), Brasil. 2016. 132f. Tese (Doutorado em Ciência da Nutrição) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8554
Data do documento: 12-Ago-2016
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,13 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.