Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9541
Tipo: Dissertação
Título: Caracterização florística e fitossociológica da vegetação arbustivo-arbórea colonizadora de uma área degradada por mineração de caulim, no município de Brás Pires, MG
Floristic and phytosociology characterization of shrub and tree vegetation colonizing an area degraded by kaolin mining in municipal district of Brás Pires, MG
Autor(es): Araújo, Fernanda Sguizzatto de
Abstract: Este estudo teve por objetivo caracterizar a composição florística e a estrutura fitossociológica da vegetação arbustivo-arbórea colonizadora e o solo, de uma área degradada por mineração de caulim, em Brás Pires, MG. A atividade minerária foi iniciada em 1980 e finalizada em 1985. Nos 20 anos subseqüentes, a encosta onde foi depositado o estéril, anteriormente utilizada como pastagem, foi isolada e um processo de regeneração natural iniciou-se, estando atualmente ocupada por uma vegetação florestal secundária. O levantamento fitossociológico abrangeu uma área de 0,5 ha subdividida em 50 parcelas contíguas de 10 m X 10 m. Foram incluídos todos os indivíduos com CAP igual ou maior a 10 cm. A composição florística foi o resultado desse levantamento, acrescida de coletas fora da área de amostragem. As espécies amostradas foram classificadas quanto à categoria sucessional e síndrome de dispersão e os indivíduos foram agrupados em classes de diâmetro. Fez-se uma comparação com 9 levantamentos realizados em florestas da região e um do estado de São Paulo, em estádios sucessionais distintos, para a verificação da similaridade florística entre as áreas. Para a caracterização do substrato foram amostrados três perfis ao longo da encosta. As amostras de cada horizonte foram submetidas a análises químicas e físicas. A amostragem fitossociológica resultou em 1010 indivíduos, pertencentes a 47 espécies distribuídas em 40 gêneros e 25 famílias. Destacaram-se em valor de importância as espécies Piptadenia gonoacantha, Luehea grandiflora, Anadenanthera peregrina, Cecropia glaziovi, Cecropia hololeuca e Xylopia brasiliensis. A florística totalizou 64 espécies, distribuídas em 50 gêneros e 30 famílias. As famílias com maior número de espécies foram Leguminosae (11), Annonaceae (5), Lauraceae e Melastomataceae (4), enquanto o gênero de maior riqueza específica foi Machaerium com 3 espécies. A maior similaridade florística ocorreu com um fragmento em Cruzeiro, SP, estando ambas as áreas em início de sucessão. Na distribuição das espécies em categorias sucessionais, as secundárias inicias ocuparam a primeira posição, seguidas das pioneiras, perfazendo juntas, 80% do total das espécies amostradas. A maioria das espécies (62%) foi dispersa por animais, enquanto que a maioria dos indivíduos (68%), foi dispersa pelo vento. Isso sugere que a colonização da área foi iniciada por espécies anemocóricas, destacando a importância de indivíduos remanescentes, além da proximidade de fragmentos e sua fauna associada. A análise da distribuição dos diâmetros revelou uma comunidade em plena regeneração, com representação em todas as classes diamétricas. O substrato, nas condições em que se encontra, não impede o estabelecimento da vegetação. Há uma diferenciação clara entre o material de origem do solo (horizonte C), a camada de estéril e o solo original (soterrado). Os solos são predominantemente arenosos, principalmente com relação à camada de depósito e o horizonte C. Todos os horizontes foram classificados como franco arenosos, com exceção dos horizontes do solo soterrado. O solo demonstrou baixa fertilidade natural, baixa CTC e saturação de bases. No geral, os valores de saturação de alumínio foram altos, assim como o carbono orgânico. O pH e a acidez potencial (H+Al) foram considerados médios. A camada de estéril apresentou os maiores valores para a maioria das variáveis medidas, sendo os valores encontrados para as outras camadas mais baixos. Assim, pode-se inferir que o papel da ciclagem de nutrientes nesse sistema tem sido fundamental para a manutenção da vegetação, assim como sua capacidade de retenção de água, permitindo um adequado suprimento de umidade.
This research aimed to characterize the floristic composition and the phytosociology structure of shrub and tree vegetation colonizing and the soil of an area degraded by kaolin mining, in Brás Pires, MG. The mining activity begun in 1980 and it concluded in 1985. In the 20 subsequent years, the hillside where the mine spoil was deposited previously used as pasture was isolated and a process of natural regeneration began, being now colonized for secondary forest vegetation. The phytosociological survey utilized a grid plots containing 50 plots 10 m X 10 m each totalizing 0,5 hectare. All individuals with a trunk circumference of 10 cm at 1,30 m from the soil level were sampled. The floristic composition is the result of the sampled area plus species collected outside of it. The species sampled were grouped in sucessional category and dispersion syndrome, and the individuals were grouped in diameter classes. The floristic similarity was made with 9 surveys accomplished in forests of the area and one in SP. For the substratum characterization three profiles along the hillside were sampled. The samples of each horizon were submitted the chemical and physical analyses. A total of 1010 individuals were sampled belonging to 47 species distributed in 40 genus and 25 families. The greater importance value was obtained for Piptadenia gonoacantha, Luehea grandiflora, Anadenanthera, Cecropia glaziovi, Cecropia hololeuca and Xylopia brasiliensis. The floristic totalized 64 species, distributed in 50 genus and 30 families. The families with the greater number of species were Leguminosae (11), Annonaceae (5), Lauraceae and Melastomataceae (4). The richest genus was Machaerium with 3 species. The greatest floristic similarity occurred in Cruzeiro, SP, being both areas in beginning succession. In the distribution of the species in sucessionais categories, the initials secondary species occupied the first position, followed by the pioneers both 80% of the total of the species sampled. The majority of species (62%) was vertebrate dispersed but the majority of individuals (68%) was wind dispersed species. These suggest that initial vegetation was start by anemochorous species, showing the importance of remnant individuals, surroundings forest fragments and its fauna. Trunk diameter distribution analysis revealed that the community was in stage of full regeneration, with individuals distributed over all diameter classes. The soil analysis reveled that it will not interfere in the vegetation colonization. There is a clear differentiation among the material of origin of the soil (horizon C), the layer of mine spoil and the original soil (buried). The soils are predominantly sandy, mainly the deposit layer and the horizon C. All the horizons were classified as franc-sandy, except for the horizons of the buried soil. The soil demonstrates low fertility, low CEC and saturation of bases. In the general, the values of saturation of aluminum were high, as well as the organic matter and the carbon. The pH and the potential acidity (H+Al) were considered medium. The layer of mine spoil, presented the largest values for most of the measured variables, being the lowest values found for the other layers. Then, it can be inferred that the role of the nutrient cycling in that system has been fundamental for the maintenance of the vegetation, as well as your capacity of water retention, allowing an appropriate humidity supply.
Palavras-chave: Ecologia Florestal
Áreas degradadas
CNPq: Ciências Biológicas
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: ARAÚJO, Fernanda Sguizzatto de. Caracterização florística e fitossociológica da vegetação arbustivo-arbórea colonizadora de uma área degradada por mineração de caulim, no município de Brás Pires, MG. 2005. 78f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9541
Data do documento: 21-Fev-2005
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo18,28 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.