Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1041
Tipo: Tese
Título: Aspectos microscópicos, fisiológicos, bioquímicos e moleculares do silício na interação sorgo - Colletotrichum sublienolum
Título(s) alternativo(s): Microscopic, physiological, biochemical and molecular aspects of silicon in sorghum - Colletotrichum sublienolum interaction
Autor(es): Resende, Renata Sousa
Primeiro Orientador: Rodrigues, Fabrício de ávila
Primeiro coorientador: Vale, Francisco Xavier Ribeiro do
Segundo coorientador: Casela, Carlos Roberto
Primeiro avaliador: Damatta, Fábio Murilo
Segundo avaliador: Cota, Luciano Viana
Terceiro avaliador: Pereira, Olinto Liparini
Quarto avaliador: Maffia, Luiz Antônio
Abstract: Um dos papéis mais importantes do silício (Si) é o aumento da resistência das plantas, especialmente as monocotiledôneas, a patógenos. No entanto, apesar de muitos estudos demonstrarem um papel ativo desse elemento na resistência das plantas às doenças, nada se conhece sobre os múltiplos mecanismos de defesa modulados por esse elemento no patossistema sorgo-Colletotrichum sublienolum. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do Si em reduzir a severidade da antracnose, bem como estudar os aspectos microscópicos, fisiológicos, bioquímicos e moleculares da resistência mediada por esse elemento. Além disso, investigar como o Si afeta a capacidade fotossintética e o metabolismo antioxidativo do sorgo. Para avaliar o efeito da aplicação de Si no solo, em combinação ou não com a aplicação de fungicida, na resistência de duas linhagens de sorgo (BR008 (moderadamente resistente) e BR009 (suscetível) à antracnose, os experimentos foram conduzidos em condições de campo utilizado como fonte de Si, o silicato de cálcio. Os resultados deste estudo mostraram que a aplicação de Si reduziu a severidade da antracnose do sorgo e, consequentemente, aumentou sua produtividade, especialmente quando se utilizou uma linhagem suscetível tanto no primeiro ano de semeadura quanto no segundo ano (efeito residual da aplicação de silicato no primeiro ano). A maior atividade das enzimas de defesa peroxidase (POX) e polifenoloxidase (PPO) nas plantas supridas com Si suporta a hipótese de que o mecanismo de defesa exercido por esse elemento não foi apenas a barreira física conforme demonstrou as análises microscópicas. Os parâmetros das trocas gasosas A, gs e E foram maiores e a concentração de aldeído malônico (MDA) e extravasamento de eletrólitos (EE) oram menores nas plantas supridas com Si e infectadas por C. sublineolum em comparação com as plantas não supridas com esse elemento, sugerindo que o Si manteve a integridade da membrana plasmática das células das folhas. O Si também alterou as vias de sinalização hormonal ativadas por C. sublineolum, pois os transcritos dos genes marcadores como ACC oxidase, GH3.1 e também dos genes relacionados com as vias do ácido jasmônico e do ácido salicílico foram induzidos nas plantas inoculadas e supridas com Si. Os resultados deste estudo sugerem que o Si pode interagir com muitos componentes-chave do sistema imune e fisiológico do sorgo, potencializando sua resistência ao patógeno.
One of the most important roles of silicon (Si) is the increased resistance of plants, especially monocots, against pathogens. However, despite many studies showing an active role of this element in plant resistance to diseases, nothing is known about the multiple defense mechanisms modulated by this element in sorghum-Colletotrichum sublienolum pathosystem. Thus, the objective of this study was to evaluate the effect of Si on reducing the severity of anthracnose, as well as to study the microscopic, physiological, biochemical and molecular aspects of resistance mediated by this element. In addition, to investigate how Si affects the photosynthetic capacity of the antioxidant metabolism in sorghum. To evaluate the effect of Si in the soil, in combination or not with the application of fungicide resistance in two sorghum lines (BR008 (moderately resistant) and BR009 (susceptible) to anthracnose, the experiments were conducted under field conditions used as a source of Si, the calcium silicate. The results of this study showed that application of Si reduced the severity of sorghum anthracnose and, consequently, increased productivity, especially using a susceptible line, both in the first year of seeding and second year (residual effect of calcium silicate slag in the first year). The increased activity of defense enzymes peroxidase (POX) and polyphenoloxidase (PPO) in plants supplied with Si supports the hypothesis that the defense mechanism activated by this element does not was just a physical barrier as demonstrated by microscopic analysis. The gas exchange parameters A, gs and E were higher and the concentration of malonic aldehyde (MDA) and electrolyte leakage (EE) were lower in plants supplied with Si and infected with C. sublineolum when it were compared with plants not supplied with this element, suggesting that the Si maintained the integrity of the plasmatic membrane of cells of the leaves. The Si also changed the hormonal signaling pathways activated by C. sublineolum because the transcripts of marker genes such as ACC oxidase, and also GH3.1 of genes related to the ways of jasmonic acid and salicylic acid were induced in plants inoculated and supplied with Si. The results of this study suggest that the Si can interact with many key components of the immune and physiological sorghum system, increasing their resistance to the pathogen.
Palavras-chave: Microscopia
Nutrição mineral
Doença foliar
Microscopy
Mineral nutrition
Foliar disease
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE::FITOPATOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Etiologia; Epidemiologia; Controle
Programa: Doutorado em Fitopatologia
Citação: RESENDE, Renata Sousa. Microscopic, physiological, biochemical and molecular aspects of silicon in sorghum - Colletotrichum sublienolum interaction. 2011. 91 f. Tese (Doutorado em Etiologia; Epidemiologia; Controle) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1041
Data do documento: 28-Jan-2011
Aparece nas coleções:Fitopatologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,99 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.