Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/10464
Tipo: Tese
Título: Análise das características etnobotânicas e etnofarmacológicas de plantas medicinais na comunidade de Lavras Novas, Ouro Preto - MG
Analysis of the etnobotay and etnopharmacology characteristics of medicinal plants in the community of Lavras Novas, Ouro Preto - MG
Autor(es): Almassy Júnior, Alexandre Américo
Abstract: As pesquisas etnobotânicas e etnofarmacológicas são hoje importantes ferramentas de registro e documentação dos usos empíricos de plantas medicinais em comunidades tradicionais, gerando conhecimento útil ao desenvolvimento de novos medicamentos, à conservação da biodiversidade e a valorização do saber e da cultura local. Entretanto, em trabalhos recentes, pesquisadores tem concluído que fatores de transformações sociais e econômicas podem influenciar as características do conhecimento tradicional e sua forma de transmissão dentro da comunidade, influenciando nos resultados obtidos por levantamentos etnocientíficos. O objetivo deste trabalho foi analisar as características etnobotânicas e etnofarmacológicas da comunidade de Lavras Novas (Ouro Preto MG), que tem sido submetida a intensas transformações econômico-sociais durante a última década em decorrência da crescente atividade turística. As metodologias empregadas foram observação participante e entrevistas semi-estruturadas realizadas com 22 informantes- chave. Foi verificado que para os nativos da comunidade existe associação entre o sagrado e uso de plantas medicinais, sendo que é comum a interpretação de que a ação terapêutica destas é potencializada pela prática das orações. Em 10 anos, houve queda no uso de plantas medicinais cultivadas e aumento no uso de espécies espontâneas coletadas. Cerca de 73% dos informantes afirmaram encontrar dificuldades de repassar o conhecimento tradicional sobre as plantas medicinais aos membros mais jovens da comunidade, o que tem levado a perda do hábito de cultivo dessas espécies e conseqüente desaparecimento de algumas delas na localidade. Conclui-se que o turismo exerce, nessa comunidade, impactos sociais, econômicos e culturais, porém não é possível valorar que esta influência seja completamente negativa, em relação ao tradicional uso de plantas medicinais, já que é comum o fato de turistas adotarem o recurso terapêutico dos remédios tradicionais, elaborados pelos moradores, em caso de necessidade. O impacto negativo do turismo em relação à utilização das plantas diz respeito à dificuldade de transmissão do conhecimento tradicional entre as gerações, já que os jovens do local, estão valorizando menos os elementos tradicionais da cultura lavranovense e mais os exemplos dos turistas. Além disso ocorre a perda do tradicional hábito do cultivo de plantas medicinais inclusive pela redução de área disponível nos quintais dos moradores, transformados em quartos ou casas de aluguel. Conclui-se também que as informações etnobotânicas e etnofarmacológicas, quando obtidas em determinados intervalos de tempo, podem ser indicadoras do grau de manutenção ou degradação do conhecimento tradicional de comunidades rurais.
The etnobotay and etnopharmacology researches are today important registration and documentation tools of the empiric uses of medicinal plants in traditional communities, generating useful knowledge to the development of new medicines, to the conservation of the biodiversity and to the valorization of the knowledge and of the local culture. However, in recent works, researchers have been concluding that factors of social and economical transformations can influence the characteristics of the traditional knowledge and its transmission form, inside the community, what ends by influencing the results obtained by etnosciences works. The objective of this work was to analyze the etnobotay and etnopharmacology characteristics in the community of Lavras Novas (Ouro Preto - MG, Brazil), that has been submitted to intense economical and social transformations during the last decade due the growing tourist activity. The employed methodologies were participant observation and semi-structured interviews accomplished with 22 informers-key. It was verified that for the community's natives there are association among the sacred and the use of medicinal plants, and it is common the interpretation that the therapeutic action of these plants are intensified with the practice of the prayers. In 10 years, there was a fall in the use of cultivated medicinal plants and a increase in the use of collected spontaneous species. About 73% of the informers affirmed that have difficulties in transmit the traditional knowledge of medicinal plants to the community's youths members, what has been generating the loss of cultivation's habit of those species and consequent disappearance of some of them. It was ended that the tourism causes, in that community, social, economical and cultural impacts, however it is not possible to value that this influence is completely negative, in relation to the traditional use of medicinal plants, since it is common that tourists adopt the therapeutic resource of the traditional medicines, elaborated by the residents, in case of need. The negative impact of the tourism in relation to the use of the plants concerns the difficulty of transmission of the traditional knowledge among the generations, since the youths are valuing less, the traditional elements of their culture and more the tourists' examples. Besides it, happens the loss of the traditional habit of the cultivation of medicinal plants, what includes the reduction of available area in the residents' back yards transformed at rooms or rented houses. It is also ended that etnobotay and etnopharmacology informations, when obtained in certain time's intervals, can be indicative of the maintenance or degradation degree of the rural's communities traditional knowledge.
Palavras-chave: Mata Atlântica
Benzedeiras
Conhecimento Tradicional e Etnometodologia
Plantas Medicinais e Comunidades Tradicionais
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: ALMASSY JÚNIOR, Alexandre Américo. Análise das características etnobotânicas e etnofarmacológicas de plantas medicinais na comunidade de Lavras Novas, Ouro Preto - MG. 2004. 132f. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2004.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/10464
Data do documento: 29-Out-2004
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo3,35 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.