Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1091
Tipo: Tese
Título: Genótipos de soja e ferrugem asiática (Phakpsora pachyrhizi): correlações, reação, adaptabilidade e estabilidade
Título(s) alternativo(s): Soybean genotypes and Asian rust (Phakopsora pachyrhizi): correlations, reaction, adaptability and stability
Autor(es): Tancredi, Fábio Daniel
Primeiro Orientador: Sediyama, Tuneo
Primeiro coorientador: Cruz, Cosme Damião
Segundo coorientador: Reis, Múcio Silva
Primeiro avaliador: Sakiyama, Ney Sussumu
Segundo avaliador: Casali, Vicente Wagner Dias
Terceiro avaliador: Sediyama, Maria Aparecida Nogueira
Abstract: Este trabalho foi conduzido nos anos agrícolas 2004/05 e 2005/06 no Campo Experimental da Agronomia - Fundão DFT/UFV, tendo sido o solo preparado no sistema convencional. Cada genótipo foi representado por uma fileira de 5 x 0,70 m, densidade variando de 10 a 14 plantas/m, com semeadura em 03/12/2004 e 06/01/2006. Antes da semeadura, as sementes foram inoculadas com B. japonicum. O fungicida utilizado para o controle da ferrugem foi o Tebuconazole. Foi realizado um desbaste no estádio de desenvolvimento V2. Como bordadura, foram semeadas duas fileiras laterais sem aplicação de fungicida. Foi efetuado o controle das pragas e plantas daninhas. Foram avaliadas as características emergência, floração, maturação, altura final da planta, altura da inserção da primeira vagem, número de nós da haste principal/planta, número de vagens/planta, número de grãos/planta, número médio de grãos/vagem, peso da planta, peso de vagens/planta, peso da haste principal/planta, peso de grãos/planta, peso médio de grão/planta, peso de cem grãos/planta, produção de grãos/ha e índice de colheita/planta. As análises estatísticas foram realizadas com o auxílio do aplicativo computacional em genética e estatística, Programa GENES. No ano agrícola 2004/05 objetivou-se estudar as correlações entre características agronômicas de genótipos de soja infectados naturalmente por P. pachyrhizi, causador da ferrugem asiática; avaliar genótipos de soja quanto à tolerância à ferrugem asiática, em função da evolução da severidade da doença e sua influência sobre o crescimento, desenvolvimento e a produção de grãos. Os dados foram analisados utilizando- se estatística descritiva. O experimento foi constituído por dois ensaios: um sem aplicação de fungicida e outro com. Foram avaliados 92 genótipos de soja de quatro grupos de maturidade, procedentes do banco de germoplasma do Programa de Melhoramento Genético de Soja do DFT/UFV e também cedidos por empresas produtoras de sementes. Utilizou-se adubação de semeadura equivalente a 600 kg ha-1 de 04-14-08. Por meio das correlações entre as características agronômicas e as diferentes épocas de avaliação da ferrugem, observou-se que as características mais comprometidas foram altura de inserção da primeira vagem, número de nós da haste principal, número de vagens, peso da planta, peso de vagens, peso de grãos, peso da haste principal e produção de grãos. Para o estudo da correlação entre características agronômicas nos ensaios sem e com aplicação de fungicida, conclui-se que, entre os ensaios, foi verificada diferença na magnitude da relação entre as características avaliadas. Observou-se variação de valores e significância das correlações, tanto entre os ensaios quanto para os grupos de maturidade estudados. O ensaio sem aplicação de fungicida promoveu uma antecipação no ciclo dos genótipos dos grupos de maturidade semi-precoce, médio e semitardio, e aumentou a altura da inserção da primeira vagem nos genótipos do grupo de maturidade semitardio. O ensaio sem aplicação de fungicida resultou em uma redução média na produção de grãos de 55,77 a 71 %. Os genótipos que apresentaram maior tolerância à ferrugem asiática foram Java, PI 281891, PI 341241 e UFVTN 104 do grupo de maturidade semi-tardio, e PI 200487, PI 200670 e PI 341262 do grupo de maturidade tardio. No ano agrícola 2005/06 objetivou-se quantificar a interação genótipo x ambiente sobre as características agronômicas e o desempenho de cultivares de soja com a ocorrência de P. pachyrhizi; estimar a adaptabilidade e estabilidade de produção de grãos de 12 cultivares de soja em dois ensaios, sem e com aplicação de fungicida para controle da ferrugem asiática combinado com cinco formulações de adubação de semeadura. Para instalação e análise estatística foi utilizado o esquema fatorial triplo 12 cultivares x sem e com aplicação fungicida x 5 formulações de adubação de semeadura com nitrogênio (N), fósforo (P2O5), potássio (K2O) e silício (SiO3) com três repetições, no delineamento em blocos ao acaso. A análise química do solo foi feita a uma profundidade 0 a 0,20 m. Os dados foram submetidos à análise de variância. Foi feita análise conjunta, considerando a combinação dos ensaios sem e com aplicação de fungicida com as formulações de adubação os 10 ambientes do estudo da interação genótipo x ambiente. As médias foram comparadas, pelos testes F e, ou, Tukey, a 1 e, ou, 5 %. As análises de adaptabilidade e estabilidade foram realizadas segundo os métodos propostos por Eberhart e Russell (1966), Lin e Binns (1988) modificado por Carneiro (1998), Annicchiarico (1992) e o Método Centróide (Rocha et al., 2005). As cultivares onde se verificou tendência a maiores peso de planta e de vagens apresentam potencial às maiores produções de grãos: Emgopa 313 nos ambientes sem aplicação de fungicida e a Uirapuru nos ambientes com aplicação. Na média dos ambientes, o ambiente com aplicação de fungicida e 20 kg ha-1 N, 90 kg ha-1 P2O5, 70 kg ha-1 K2O e 69 kg ha-1 SiO3 foi o mais favorável para a expressão do rendimento de grãos. Na média das cultivares, a mais produtiva foi a UFVS 2005. As cultivares mais produtivas dos quatro grupos de maturidade foram: M-SOY 6101 (semiprecoce), BRSMG 68 [Vencedora] (médio), P98C81 (semi-tardio) e UFVS 2005 (tardio). A metodologia de Eberhart e Russell (1966) mostrou-se eficiente na identificação das cultivares, entretanto, diferiu das demais quanto à indicação das mesmas. As cultivares que se destacaram pela ampla adaptabilidade segundo as metodologias de Lin e Binns (1988) modificada por Carneiro (1998), Annicchiarico (1992) e o Método Centróide (Rocha et al., 2005), foram Emgopa 313 e BRSMG 68 [Vencedora], nos ambientes favoráveis, destacaram-se UFVS 2005 e BRSMT Uirapuru e nos ambientes desfavoráveis, M-SOY 6101 e CS 201 Splendor.
This work was carried out during the agricultural years 2004/05 and 2005/06 in the Experimental Field of Agronomy - Fundão DFT/UFV, the soil having been prepared in the usual way. Each genotype was represented by a row of 5 x 0,70 m, with plant density varying from 10 to 14 plants/m, sown on 03/12/2004 and 06/01/2006. Before sowing, the seeds were inoculated with B. japonicum. The fungicide used to control the rust was Tebuconazole. The plants were thinned out at the V2 development stage. As a border, two lateral rows were sown without fungicide application. A control of weeds and other harmful plants was carried out. Characteristics evaluated included growth, flowering, maturation, final height of the plant, height of the first pod insertion, number of nodes on the main stem/plant, number of pods/plant, number of grains/plant, medial number of grains/pod, weight of the plant, weight of pods/plant, weight of the main stem/plant, weight of grains/plant, medial weight of grains/plant, weight of one hundred grains, production of grains/ha and index of crop/plant. The statistical analyses were accomplished using the application computational in genetics and statistics, GENES Program. In the agricultural year 2004/05 aimed to estimate correlations between the agronomic characteristics of soybean genotypes naturally infected by P. pachyrhizi, which causes Asian rust, in two situations, with and without the fungicide application; evaluate soybean genotypes in relation to their tolerance to the Asian rust, according to the evolving severity of the disease and its influence on the growth, development and production of grains. The data was analyzed using descriptive statistics. The experiment consisted of two trials: one without fungicide application and other with. In total 92 soybean genotypes divided into four groups by maturity were appraised. Some of them originate from the germplasm bank of the Soybean Genetic Improvement Program of DFT/UFV, some were sent in from seed producing companies. Manuring of the sowing area was carried out using 04-14-08 at a rate of 600 kg ha-1. From the study of the correlation between the agronomic characteristics and the severity of the rust at different evaluation times, it is concluded that, in cases of late occurrence of the disease and the advanced development stage of the genotypes, the best results were verified in the late maturing group. From the correlations between the agronomic characteristics and the different times of evaluation of the rust, it was observed that the most damaged characteristics were height of the first pod insertion, number of nodes on the main stem, number of pods, weight of the plant, weight of the pods, weight of grains, weight of the main stem and production of grains. From the study of the correlation between the agronomic characteristics in the trials with and without fungicide application, it was concluded that, between the trials, a difference was verified in the extent of the relationship among the appraised characteristics. It was observed variation of values and significance of the correlations, so much among the trials as for the groups of maturity studied. The trial without fungicide application promoted anticipation in the cycle of semi-precocious, medium and semi-late maturing group genotypes, and increased the height of the first pod insertion in the semi-late maturing group genotypes. For the characteristic production of grains, the trial without fungicide application resulted in medium reductions of 55,77 to 71 %. The genotypes that presented larger tolerance to the Asian rust were Java, PI 281891, PI 341241 and UFVTN 104 of the semi-late maturing group, and PI 200487, PI 200670 and PI 341262 of the late maturing group. In the agricultural year 2005/06 aimed to quantify the interaction of genotype x environment on the agronomic characteristics and the performance of soybean cultivars with the occurrence of P. pachyrhizi; estimate the adaptability and stability of the production of 12 soybean cultivars in two trials, with and without fungicide application, to control the Asian rust fungus, combined with five formulations of fertilized sowing. For installation and statistical analysis, the triple factorial scheme 12 cultivars x with and without fungicide application x five formulations of fertilizer with nitrogen (N), phosphorus (P2O5), potassium (K2O) and silicon (SiO3) was used, with three repetitions, in random block-type delineation. The chemical analysis of the soil was made to a depth of 0 to 0,20 m. The data was submitted to variance analysis. A joint analysis was carried out considering the combination of the trials with and without fungicide application with the formulations of fertilization in the 10 environments comprising the interaction of genotype x environment study. The averages were compared, using the tests F and, or, Tukey at 1 and, or, 5 %. The analyses of adaptability and stability were carried out according to the methods proposed by Eberhart and Russell (1966), Lin and Binns (1988) modified by Carneiro (1998), Annicchiarico (1992) and the Centróide Method (Rocha et al., 2005).The cultivars with a tendency to a greater weight of plant and pods presented a potential for a larger production of grains: Emgopa 313 in environments without fungicide application and Uirapuru in environments with application. In the average environment, the one with fungicide application and 20 kg ha-1 N, 90 kg ha-1 P2O5, 70 kg ha-1 K2O and 69 kg ha-1 SiO3 was the most favourable to increase the yield of grains. In the average cultivars, the most productive was UFVS 2005. The most productive cultivars between the four groups of maturity were: M-SOY 6101 (semi-precocious), BRSMG 68 [Vencedora] (medium), P98C81 (semi-late) and UFVS 2005 (late). Eberhart and Russell (1966) methodology proved efficient for identification of the cultivars, however, differed from others to indicate them. The best cultivars for wide adaptability, according to the methodologies of Lin and Binns (1988) modified by Carneiro (1998), Annicchiarico (1992) and the Centróide Method (Rocha et al., 2005), were Emgopa 313 and BRSMG 68 [Vencedora], there was a distinction of UFVS 2005 and BRSMT Uirapuru in favourable environments and of M-SOY 6101 and CS 201 Splendor in unfavourable environments.
Palavras-chave: Glycine max
Ferugem asiática
Produção
Glycine max
Asian rust
Yield
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Doutorado em Fitotecnia
Citação: TANCREDI, Fábio Daniel. Soybean genotypes and Asian rust (Phakopsora pachyrhizi): correlations, reaction, adaptability and stability. 2008. 199 f. Tese (Doutorado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1091
Data do documento: 18-Fev-2008
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf951,81 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.