Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1102
Tipo: Tese
Título: Variabilidade fenotípica dos teores de óleo e proteína de cultivares de soja em diferentes ambientes
Título(s) alternativo(s): Phenotypic variability in the oil and protein contents of cultivars of soybean in different environments
Autor(es): Finoto, Everton Luis
Primeiro Orientador: Sediyama, Tuneo
Primeiro coorientador: Cruz, Cosme Damião
Segundo coorientador: Reis, Múcio Silva
Primeiro avaliador: Detmann, Edenio
Segundo avaliador: Albuquerque, José de Anchieta Alves de
Terceiro avaliador: Alves, Wederson Marcos
Abstract: O presente trabalho foi desenvolvido com genótipos de soja cultivados em diferentes épocas de plantio e diferentes tipos de solos nos anos agrícolas 2004/05, 2005/06 e 2006/07 nos municípios de Viçosa-MG, Frutal-MG e Pindorama-SP respectivamente. Objetivou-se neste trabalho avaliar o efeito da antecipação e do retardamento de colheita na germinação e nos teores de óleo e de proteína de sementes de soja; avaliar a variação fenotípica e a correlação dos teores de óleo e proteína nos grãos e leituras SPAD e notas visuais de intensidade de coloração das folhas bem como a adaptabilidade e estabilidade em quatro épocas de plantio em Viçosa; avaliar a magnitude da interação genótipos x ambientes, a adaptabilidade e estabilidade, com base na produtividade e nos teores de óleo e de proteína de 15 genótipos de soja, em duas épocas de plantio e dois tipos de solo em Frutal, e 17 genótipos em cinco épocas de plantio em Pindorama; e avaliar, com base nos teores de óleo e de proteína, a adaptabilidade e a estabilidade, pelo método paramétrico e não paramétrico, bem como caracterizar a divergência genética de 15 genótipos por meio de técnicas multivariadas, em 13 ambientes diferentes. O delineamento experimental foi o de blocos casualizados, com três repetições. Os teores de óleo e de proteína nos grãos foram determinados com base na matéria seca. Foram realizadas análises de variância individuais, seguindo-se a uma análise de variância conjunta em que os efeitos de genótipos e ambientes foram considerados fixos. As médias foram comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. A análise de adaptabilidade e estabilidade foi feita pelos métodos de Eberhart e Russell e Annicchiarico. No estudo de divergência genética, foram utilizados os métodos aglomerativos de Tocher e UPGMA. Pode-se concluir que a colheita das sementes de soja cultivar Valiosa RR pode ser antecipada em até 33 dias (estádio R5.3) sem causar acentuados prejuízos à sua germinação e, em até 15 dias (estádio R7.1) sem influenciar os teores de óleo e de proteína. Em Viçosa, o retardamento do plantio provocou diminuição dos teores de óleo e aumento nos teores de proteína de maneira diferenciada entre os genótipos e, apesar da correlação positiva, a leitura SPAD e as notas visuais não coincidiram totalmente com a seleção e classificação de genótipos para teor de proteína. Em Frutal, o teor de proteína e a produtividade foram mais influenciados pela interação genótipos x solos, enquanto o teor de óleo, pela interação genótipos x épocas. A produtividade correlacionou-se negativamente com o teor de proteína, que, por sua vez, se correlacionou com o teor de óleo, destacando-se o genótipo PTN-Bio para proteína, M-Soy 8001 para óleo e M-Soy 8400 para produtividade de grãos. Em Pindorama, os destaques para proteína e óleo foram os mesmos, enquanto que na produtividade se destacou o genótipo Elite. Também a correlação entre produtividade e teor de óleo foi positiva neste local. Considerando os 13 ambientes, pelo método de Eberhart e Russell, os genótipos M-Soy 8001, Garantia, Sambaíba, UFV 16 e UFVS 2005 foram classificados como de ampla adaptabilidade e baixa estabilidade para teor de óleo. Para teor de proteína, os genótipos PTN-Bio e Garantia foram classificados da mesma forma, e o Splendor como sendo de ampla adaptabilidade e alta estabilidade. A metodologia Annicchiarico indicou como mais estáveis e adaptados os genótipos M-soy 8001 e Garantia para teor de óleo e PTN-Bio e UFVTN 102 para teor de proteína. O genótipo M-Soy 8001 formou um grupo isolado para teor de óleo no agrupamento pelos métodos de Tocher e UPGMA, enquanto para proteína, ambos evidenciaram a dissimilaridade do PTN-Bio em relação aos demais genótipos.
The present work was developed with soybeans genotypes grown in different planting times and different soil types in the agricultural years of 2004/05, 2005/06 and 2006/07 in the municipalities of Viçosa-MG, Frutal-MG and Pindorama-SP respectively. In this work, it was aimed to evaluate the effect of advancing and delaying the harvest on germination and the oil and protein contents in seeds; evaluated the phenotypic variation and correlation of oil and protein content in the grains and SPAD readings and visual grades of coloration intensity in the leaves as well as adaptation and stability in four planting times in Viçosa; to evaluated the magnitude of the interaction genotypes x environment, adaptability and stability, based on yield and oil and protein contents of 15 genotypes of soybean in two planting times and two soil types in Frutal, and 17 genotypes in five planting times in Pindorama; and to evaluate based on oil and protein contents, adaptability and stability, through the parametrical method and non-parametrical, as well as to characterize the genetic divergence of 15 genotypes through multivariate techniques, in 13 different environments. The experimental design was a randomized blocks, with three replications. The oil and protein contents in the grains were determined on the basis of dry matter. We performed analyses of individual variance, followed by a joint analysis of variance in the effects of genotypes and environments were considered fixed. The averages were compared by Tukey test at 5% probability. The analysis of adaptability and stability was made by the Eberhart and Russell and Annicchiarico methods. In the study of genetic divergence, were used agglomerative methods of Tocher and UPGMA. It can be concluded that the harvest of cultivar Valiosa RR soybean seeds can be anticipated up to 33 days (stage R5,3), without causing accentuated damages to its germination and, up to 15 days (stage R7,1) without influencing the oil and protein contents. In Viçosa the delaying of planting caused decrease the levels of oil and increase in protein content in a different way between the genotypes, and despite of a positive correlation, the SPAD reading and the visual grades didn t totally coincide with the selection and classification of genotypes for the protein content. In Frutal the protein content and productivity were more influenced by the interaction genotypes x soil, whereas the oil content by genotype x planting times, The productivity correlated negatively with the protein content, the same way that correlates well with the oil content highlighting the genotype PTN-Bio for protein, M- Soy 8001 for oil and M-Soy 8400 for grain yield. In Pindorama the highlights for protein and oil were the same, while in yield deployed to the genotype Elite. The correlation among productivity and oil content was positive in this site. Taking into account the 13 environments, the genotypes M-Soy 8001, Garantia, Sambaiba, UFV 16 and UFV 2005 were classified as of wide fitting and low stability for the oil level by the method of Eberhart and Russel. For protein content, the genotypes PTN-Bio and Guarantia, were classified in the same way, and the Splendor of as wide adaptability and high stability. The methodology Annicchiarico indicated as more stable and adapted, the genotypes M-soy 8001 and Guarantia for oil content and PTN-Bio and UFVTN 102, for protein content. The genotype M-Soy 8001 formed an isolate group for oil level in the pooling by the Tocher and UPGMA methods, whereas for protein, both showed a dissimilarity of PTN-Bio regarding to the other genotypes.
Palavras-chave: Glicine max
Óleo
Proteína
Glicine max
Oil
Protein
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Doutorado em Fitotecnia
Citação: FINOTO, Everton Luis. Phenotypic variability in the oil and protein contents of cultivars of soybean in different environments. 2008. 130 f. Tese (Doutorado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1102
Data do documento: 31-Jul-2008
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf519,99 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.