Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1235
Tipo: Tese
Título: Alterações fisiológicas e enzimáticas em sementes de Jatropha curcas L. durante o armazenamento
Título(s) alternativo(s): Physiological and enzymatic changes in Jatropha curcas L. seeds during stoge
Autor(es): Oliveira, Glauter Lima
Primeiro Orientador: Dias, Denise Cunha Fernandes dos Santos
Primeiro avaliador: Dias, Luiz Antonio dos Santos
Segundo avaliador: Borges, Eduardo Euclydes de Lima e
Terceiro avaliador: Araújo, Roberto Fontes
Quarto avaliador: Fonseca, Maira Christina Marques
Abstract: Sementes de oleaginosas, como as de pinhão manso (J. curcas L.), são mais propensas à peroxidação de lipídios que leva à deterioração e consequente perda de qualidade durante o armazenamento. Portanto, o emprego de tecnologias adequadas para a sua conservação é de grande importância para se obter sementes de alta qualidade. Objetivou-se, com este trabalho, verificar os efeitos de diferentes ambientes e embalagens na conservação de sementes de pinhão manso ao longo de doze meses de armazenamento. As sementes, após a colheita e secagem, foram acondicionadas em três diferentes embalagens: saco de papel multifoliado do tipo Kraft; saco de pano e saco plástico de alta densidade (40 μm). Em seguida, foram armazenadas em três diferentes condições de ambiente: laboratório (sem controle de temperatura e umidade relativa-UR); sala refrigerada (18 a 20 oC e 50 a 60% UR) e câmara fria (10 oC e 50 e 60% UR). Inicialmente, e a cada três meses durante 12 meses, foram realizadas avaliações da qualidade fisiológica (germinação e vigor) e da atividade enzimática das sementes. O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições, com os tratamentos arranjados em esquema de parcelas subdivididas. Os dados referentes aos períodos de armazenamento foram submetidos à análise de regressão. Sementes de pinhão manso acondicionadas em saco de plástico e armazenadas em câmara fria mantiveram seu potencial germinativo por doze meses. Houve redução da qualidade fisiológica das sementes mantidas em ambiente de laboratório independente da embalagem utilizada. Também foi possível verificar redução no conteúdo de proteínas totais e na atividade da enzima catalase durante o armazenamento. Verificou-se que a condição mais adequada para o armazenamento das sementes de pinhão manso foi o acondicionamento em saco plástico em câmara fria (10 oC e 50 a 60% UR).
Oil seeds, such as physic nut (J. curcas L.), are more willing to lipid peroxidation which leads to deterioration and consequently loss the quality during the storage. Therefore, the use of adequate technology for its preservation is of the great importance to obtain high quality seeds. This study aimed to determine the effects of different environments and packings in physic nut seed conservation during twelve months of storage. The seeds, after harvest and drying, were placed in three different packing: multiwall paper bag (Kraft); cloth bag; and high density plastic bag (40 μm). Then, the seeds were stored in three different environmental conditions: lab (without temperature and relative humidity control); cold room (18-20 oC and 50-60% relative humidity) and cold chamber (10 oC and 50-60% relative humidity). Initially, every three months during twelve months, the the physiological quality (germination and vigor) and the enzymatic activity of the seeds were evaluated. The experiment was conducted in a completely randomized design with four replications with the treatments arranged in split plots. The datas relating to storage periods were subjected to regression analysis. Physic nut seeds packed in plastic bag and stored in cold chamber maintained the germination potential during twelve months. There were a physiological quality decline of the seeds that were stored in the laboratory independent of the packing used. It was also observed a reduction in total protein content and in the catalase enzyme activity during the storage. It was checked that the most suitable condition for physic nut storage was packing in plastic bag, placed in cold chamber (10 oC e 50 a 60% UR).
Palavras-chave: Sementes - Armazenamento
Sementes - Fisiologia
Sementes - Qualidade
Enzimas
Pinhão-manso
Seeds - Storage
Seeds - Physiology
Seeds - Quality
Enzymes
Jatropha
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Doutorado em Fitotecnia
Citação: OLIVEIRA, Glauter Lima. Physiological and enzymatic changes in Jatropha curcas L. seeds during stoge. 2013. 74 f. Tese (Doutorado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1235
Data do documento: 21-Out-2013
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,22 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.