Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/13587
Tipo: Artigo
Título: Effects of glyphosate and endosulfan on soil microorganisms in soybean crop
Autor(es): Pereira, J.L.
Picanço, M.C.
Silva, A.A.
Santos, E.A.
Tomé, H.V.V.
Olarte, J.B.
Abstract: Transgenic soybean, resistant to glyphosate, is the most dominant transgenic crop grown commercially in the world. Research works on herbicide and insecticide mixtures and their effects on microorganisms are rarely reported. This work aimed to study the impact of glyphosate, endosulfan and their mixtures on the microbial soil activity in soybean crop. The experiment was carried out in a complete randomized block design with four treatments and five replications. The treatments were glyphosate 480 SL [540 g of active ingredient (a.i.) ha-1], endosulfan 350 EC (525 g a.i. ha-1), the glyphosate 480 SL [540 g of active ingredient (a.i.) ha-1] mixed with endosulfan 350 EC (525 g a.i. ha-1) and the control. Microbial activity was evaluated five days after treatment application. Glyphosate application was not an impacting factor for soil CO2 production. Endosulfan application (alone or mixed with glyphosate) suppressed CO2 production by microorganisms in the soil. Microbial biomass and microbial quotient were lower in the treatments using endosulfan alone and in those using endosulfan mixed with glyphosate than in the treatments using glyphosate alone and control.
A soja resistente ao glyphosate é a cultura transgênica mais cultivada em todo o mundo. Pesquisas envolvendo o impacto de mistura de herbicidas e inseticidas e seus efeitos sobre microrganismos do solo são raramente reportadas. Este trabalho teve por objetivo avaliar o impacto do herbicida (glyphosate), do inseticida (endosulfan) e da mistura de ambos sobre a atividade microbiana do solo na cultura da soja. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro tratamentos e cinco repetições. Os tratamentos foram o herbicida glyphosate 480 SL [540 g de ingrediente ativo (i.a.) ha-1], endosulfan 350 EC (525 g i.a. ha-1), a mistura de glyphosate 480 SL (540 g de i.a. ha-1) com endosulfan 350 EC (525 g i.a. ha-1) e a testemunha onde se aplicou água. A atividade microbiana foi avaliada aos cinco dias após a aplicação dos tratamentos. A aplicação de glyphosate não afetou a produção de CO2 pela microbiota do solo. A aplicação de endosulfan (isolado ou em mistura com o glyphosate) reduziu a produção de CO2 pelos microrganismos do solo. A biomassa microbiana e o quociente metabólico foram menores nos tratamentos submetidos à aplicação de endosulfan isolado e em mistura com glyphosate, em comparação àqueles submetidos à aplicaçao de glyphosate isolado e à testemunha.
Palavras-chave: Glycine max
Insecticide
Herbicide
Soil microorganisms
Editor: Planta Daninha
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-83582008000400014
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/13587
Data do documento: 14-Ago-2008
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
14.pdftexto completo364,61 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.