Locus  

Caracterização de rejeito de mineração de ouro para avaliação de solubilização de metais pesados e arsênio e revegetação local

Show simple item record

dc.contributor.author Silva, S. R.
dc.contributor.author Procópio, S. O.
dc.contributor.author Queiroz, T. F. N.
dc.contributor.author Dias, L. E.
dc.date.accessioned 2017-12-06T13:06:55Z
dc.date.available 2017-12-06T13:06:55Z
dc.date.issued 2003-11
dc.identifier.issn 1806-9657
dc.identifier.uri http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832004000100018
dc.identifier.uri http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/14444
dc.description.abstract Depósitos de rejeitos e pilhas de estéril, decorrentes de atividades de mineração, podem ser fontes de contaminação ambiental, por causa da presença de metais pesados e arsênio, principalmente quando esses materiais contêm minerais sulfetados e teores elevados de metais. O objetivo deste trabalho foi caracterizar o rejeito proveniente do beneficiamento de minério de ouro de uma mineração no estado de Minas Gerais, para avaliação de problemas de drenagem ácida e solubilização de metais e para planejamento da revegetação do local. Amostras de rejeito foram coletadas na camada superficial (0-20 cm), sendo submetidas a análises químicas de rotina da fertilidade do solo e a uma caracterização química específica de Ni, Cu, Pb, Cd, Fe, Zn, Cr, As e S extraídos em Água Régia, Mehlich-1, EDTA e água deionizada. Foram determinados o potencial de acidez (PA), o potencial de neutralização (PN) e equilíbrio ácido-base (EAB); além da realização de análise granulométrica e difração de raios-X. As amostras analisadas apresentaram baixos teores de matéria orgânica, P e K, alta acidez e salinidade, além de alto teor de As, o que indica sérias restrições ao estabelecimento de espécies vegetais. O rejeito apresentou potencial de geração de acidez e solubilização de elementos como As, Fe e S, o que pode acarretar problemas ambientais, como a drenagem ácida e a contaminação de solos e cursos d'água, bem como a incorporação desses elementos na cadeia trófica. pt-BR
dc.description.abstract Dumps of waste and sterile matter from mine activities are potential sources of environmental contamination with their contents of heavy metals and arsenic, especially when these materials contain sulfide minerals and high metal levels. The objective of this study was the characterization of refuse from a gold mine area in the State of Minas Gerais, Brazil, in order to evaluate acid drainage and metal solubilization problems, and local revegetation planning. Surface samples (0-20 cm) were collected and submitted to routine fertility analysis and specific chemical characterization of Ni, Cu, Pb, Cd, Fe, Zn, Cr, As, and S, extracted with Aqua Regia, Mehlich-1, EDTA, and de-ionized water. The analysis of the net acid generation (NAG), acid neutralization capacity (ANC) and acid-base accounting (ABA), as well as texture and x-ray diffraction analysis were also carried out. The samples presented low levels of P, K, and organic matter, high acidity and salinity, and high levels of As, which represent rigorous restrictions on the establishment of vegetal species. The waste presented a potential of acidification and solubilization of elements like As, Fe, and S, which can bring on environmental problems such as acid drainage and contamination of soil and water, as well as the incorporation of these elements into the food-chain. en
dc.format pdf pt-BR
dc.language.iso por pt-BR
dc.publisher Revista Brasileira de Ciência do Solo pt-BR
dc.relation.ispartofseries 28(1), p.189-196, Jan./Feb. 2004 pt-BR
dc.rights Open Access pt-BR
dc.subject Drenagem ácida pt-BR
dc.subject Extratores químicos pt-BR
dc.subject Poluição ambiental pt-BR
dc.title Caracterização de rejeito de mineração de ouro para avaliação de solubilização de metais pesados e arsênio e revegetação local pt-BR
dc.type Artigo pt-BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

  • Artigos [634]
    Artigos Técnico-científicos na área de Solos

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account