Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1601
Tipo: Tese
Título: Contribuição da etnopedologia no planejamento da ocupação e uso do solo em assentamentos rurais
Título(s) alternativo(s): Etnopedology contribution in ocupation and land use planing of rural settlements
Autor(es): Freitas, Helder Ribeiro
Primeiro Orientador: Jucksch, Ivo
Primeiro coorientador: Coelho, France Maria Gontijo
Segundo coorientador: Fernandes Filho, Elpídio Inácio
Primeiro avaliador: Dias, Marcelo Miná
Segundo avaliador: Fávero, Claudenir
Abstract: Buscando-se com este estudo problematizar impasses colocados ao planejamento sócio-espacial e suas interfaces com a Etnopedologia, Percepção Ambiental e Estratificação de Ambientes. Neste trabalho partiu-se da premissa que o planejamento sócio-espacial em assentamentos rurais envolve além dos fatores edafoclimáticos e técnicos normativos, o universo da percepção ambiental e os diferenciados conhecimentos, ainda que descontextualizados, que essas famílias detêm dos ambientes locais. Deste modo, o objetivo desta pesquisa foi integrar aspectos conceituais que se fazem necessárias à implantação de assentamentos e apontar possibilidades operacionais para a realização de projetos mais sustentáveis de organização sócio-espacial. No Capítulo I aborda-se o contexto histórico, social e técnico normativo envolvido no processo de implantação de assentamentos. No Capítulo II é apresentada uma discussão conceitual sobre a Etnopedologia aplicada ao planejamento sócio-espacial e a estruturação de agroecossistemas em assentamentos. Essa fundamentação visa articular estratégias de intervenção que tem em vista aprendizagens necessárias para uma convivência menos predatória das famílias com os “novos ambientes”. No Capítulo III, os registro e síntese do planejamento sócio-espacial do assentamento Olga Benário, evidenciam a importância do papel da mediação sócio-técnica na construção do conhecimento local quando despontam as dimensões percepção, tempo e espaço como condicionantes das opções de configuração espacial projetadas pelas famílias. No Capítulo IV, ao partir da caracterização e análise ambiental de um caso, o assentamento Olga Benário, constata-se que o método “Estratificação Ambiental dos Agroecossitemas” é compatível com a abordagem etnopedológica. Nas Considerações Finais do trabalho, são apontadas perspectivas operacionais, teoricamente fundamentadas na Etnopedologia, na estratificação ambiental e na intervenção social participativa. Essa fundamentação é uma proposta teórico-metodológica de “Análise Ambiental Socialmente Contextualizada”, mesmo que ainda se admita existir entre os assentados um conhecimento “ambientalmente descontextualizado”.
This paper discuss the dilemmas related to the socio-spatial planning nd their interfaces with Etnopedology, Environmental perception and Environmental’s Stratification. Thus, the socio-spatial planning nvolves beyond edafoc and normative technical factors, the nvironmental perception universe and different acquiriments, even hat decontextualized, wich the families already have of the local nvironments. So, the purpose of this research is to integrate onceptual aspects that are necessary for the settlements deployment nd to point out operational possibilities for the realization of projects oncerned about the socio-spatial organization. In Chapter I, it is iscussed the historical context, social and technical standards involved in the deployment of settlements. In Chapter II it is resented he conceptual Etnopedologic discussion, applied to the socio-spatial lanning and agroecosystems structuring in settlements and their rticulation with strategies of intervention, necessary for the learning nd living with the "new environments". In Chapter III, the ocio-spatial lanning’s ethnography of Olga Benário settlement highlights the ocio-technical mediating role and the construction of local knowledge n the perception’s dimensions, of time and space, in the options of pacial configuration. In Chapter IV, from the environmental analysis nd characterization of Olga Benário settlement, it is noted that he "Agroecossystems Environmental Stratification" method is compatible with the Ethnopedology approach. As a conclusive Synthesis in the work’s Final Considerations, it is pointed up perational erspectives, based on Etnopedology, theoretically grounded in tnopedology, environmental stratification and participatory social ntervention. This perspective supports a theoretical-methodological roposal of "Environmental Analysis Socially Contextualized", though it s common among the settlers an "environmentally decontextualized" nowledge.
Palavras-chave: Planejamento territorial
Reforma agrária
Percepção ambiental
Territorial planning
Agrarian reform
Environmental perception
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,
Programa: Doutorado em Solos e Nutrição de Plantas
Citação: FREITAS, Helder Ribeiro. Etnopedology contribution in ocupation and land use planing of rural settlements. 2009. 174 f. Tese (Doutorado em Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1601
Data do documento: 17-Jul-2009
Aparece nas coleções:Solos e Nutrição de Plantas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf4,52 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.