Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2212
Tipo: Dissertação
Título: Alterações metabólicas e histopatológicas induzidas pelos inseticidas fentiona e espinosina em morcegos frugívoros
Título(s) alternativo(s): Metabolic and histopathologic changes induced by insecticides fenthion and spinosyns in fruit bats
Autor(es): Amaral, Thales Simioni
Primeiro Orientador: Freitas, Mariella Bomtempo Duca de
Primeiro coorientador: Zuanon, Jener Alexandre Sampaio
Segundo coorientador: Matta, Sérgio Luis Pinto da
Primeiro avaliador: Picanço, Marcelo Coutinho
Segundo avaliador: Neves, Clóvis Andrade
Abstract: A utilização crescente e indiscriminada de diversos tipos de agrotóxicos pode afetar diretamente os seres humanos e animais, acarretando problemas relacionados ao sistema nervoso, alterações endócrinas e alteração na atividade de enzimas da via glicolítica e neoglicogenética, gerando hiperglicemia e, além disso, alterações histopatológicas. Para avaliar os efeitos metabólicos e histopatológicos de inseticidas em morcegos Artibeus spp., os animais foram submetidos à ingestão de alimento contaminado com inseticidas fentiona e espinosina. A dosagem dos inseticidas foi a mesma sugerida para a aplicação nos campos de cultivo de frutas. Após o período de tratamento (7 e 30 dias fentiona e 7 dias para espinosina), foram analisadas as concentrações de glicose plasmática, proteínas e lipídios do fígado, dos músculos das patas e do músculo peitoral, lipídios totais do tecido adiposo e carcaça, além de análises histopatológicas do tecido hepático. Os animais tratados com fentiona não apresentaram alterações nas concentrações glicêmicas nos grupos analisados. No entanto, o grupo tratado por 7 dias apresentou aumento da concentração de glicogênio muscular e diminuição dos ácidos graxos da carcaça, enquanto o grupo tratado por 30 dias não apresentou diferença em relação ao grupo controle. Os outros parâmetros não apresentaram alterações nos grupos tratados com fentiona por 7 e 30 dias em relação ao grupo controle. As análises morfológicas demonstraram vacuolização nos hepatócitos do grupo tratado por 7 dias, promovendo aumento de 30% no diâmetro celular em relação ao grupo controle. Os animais tratados com inseticida espinosade apresentaram alterações nas reservas energéticas apenas nos lipídios das patas posteriores. Foi observado aumento do diâmetro dos hepatócitos em cerca de 16% em relação ao grupo controle promovido por vacuolização nestas células. Em conclusão, pode-se dizer que inseticida organofosforado fentiona altera o metabolismo energético e o tecido hepático de morcegos frugívoros, enquanto que o inseticida espinosade não promoveu grandes alterações nos padrões metabólicos destes animais, sugerindo, portanto que as espinosinas possam vir a substituir outras classes de pesticidas mais tóxicas.
The increasing and indiscriminate use of different types of agrochemicals can directly affect the humans and animals, causing problems related to the nervous system, cancers, endocrine alterations, and hormonal changes such as inhibition of enzymes of the glycolytic and gluconeogenesis pathway, causing hyperglycemia and pathological changes. To evaluate the histopathological and metabolic effects of insecticides on bats Artibeus spp., the animals were submitted to the ingestion of food contaminated with insecticides fenthion and spinosyns. The dosage of the insecticides used was the same suggested for implementation in the fields of culture. After the treatment period (7 and 30 days for fenthion and 7 days for spinosad) were examined plasma concentrations of glucose, proteins and lipids in the liver, the muscles of the limbs and the pectoral muscle, lipids total fat and carcass, and histopathological analysis of liver tissue. The animals treated with fenthion showed no changes in glucose concentrations in any of the treatment groups. However, the group treated for 7 days showed an increased in the concentration of muscle glycogen and a decrease in fatty acids of the carcass, while the animals treated for 30 days did not differ when compared to the control group. The other parameters showed no changes in the group treated with fenthion for 7 and 30 days when compared to the control group. The morphological analysis showed a vacuolization in the hepatocytes of group treated for 7 days, promoting an increase of 30% in cell diameter compared to the control group. Animals treated with insecticide spinosad showed changes in the patterns of energy reserves only in the lipid of the back limb. It was observed an increase in the diameter of the hepatocytes in approximately 16% compared to the control group promoted by the vacuolization. In conclusion, we can say that organophosphate fenthion insecticide alters the energy metabolism and hepatic tissue of fruit bats, while the insecticide spinosad did not promote major changes in metabolic patterns of these animals, suggesting therefore that the spinosyns might replace other classes of more toxic pesticides.
Palavras-chave: Inseticida
Metabolismo
Hepatócito
Artibeus
Morcegos
Fentiona
Espinosina
Insecticides
Metabolism
Hepatocytes
Artibeus
Bats
Fenthion
Spinosyns
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biologia e Manejo animal
Programa: Mestrado em Biologia Animal
Citação: AMARAL, Thales Simioni. Metabolic and histopathologic changes induced by insecticides fenthion and spinosyns in fruit bats. 2009. 54 f. Dissertação (Mestrado em Biologia e Manejo animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2212
Data do documento: 26-Mar-2009
Aparece nas coleções:Biologia Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf585,33 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.